Temer, o governo não é a casa da gente!

temer_economia_gleisiA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em sua coluna desta segunda (10), desmistifica a “economia” de Michel Temer (PMDB) para agradar o “mercado”. Ela denuncia que, mesmo fazendo ajustes, o governo do golpe já aumentou em R$ 80 bilhões o déficit nas contas públicas.

Temer, o governo não é a casa da gente!

Gleisi Hoffmann*

Na defesa da PEC 241, que vai impor aos próximos cinco presidentes da República uma drástica limitação no uso do orçamento, o governo de Michel Temer iniciou uma intensa campanha nos meios de comunicação e nas redes sociais, com o objetivo de associar a situação do Brasil a de qualquer família brasileira, tendo como pano de fundo o controle dos gastos – só pode gastar o que arrecada! Mas não precisa ser especialista em finanças para saber a diferença entre o governo e uma família e, também, que há muitas maneiras de cortar despesas e de se economizar.

Eu me pergunto, o que aconteceria se todos os brasileiros resolvessem poupar, economizar a maior parte do dinheiro que recebem e não comprassem mais nada? Será que a economia iria crescer? Numa simples avaliação, grande parte das lojas e empresas não teriam para quem vender. Em consequência, os trabalhadores seriam demitidos, deixariam de receber os salários e não teriam mais dinheiro para comprar nada.

Além disso, os que conseguissem economizar seu dinheiro ficariam com medo de gastá-lo, temendo por algo inesperado. Com isso, a economia iria caindo cada vez mais, as empresas deixariam de pagar impostos, já que não teriam vendido nada, e a arrecadação do governo despencaria.

Mas qual seria o destino do dinheiro poupado inicialmente? Possivelmente, aqui no Brasil iria para os títulos públicos, na dívida do governo, onde já está concentrada grande parte da nossa riqueza financeira. E aí, o que o governo deve fazer com esse recurso que ele recebeu via compra de títulos públicos? Guardar, pagar apenas para os ricos, para garantir o retorno daqueles que apenas querem ganhar dinheiro à custa dos juros? Ou deve ele começar a gastar com serviços e compras governamentais que movimentem novamente a economia real?

Isso é o que acontece em qualquer país. Existe um único agente, para quem todos correm, justamente quando não tem outra alternativa. Se o governo, que consegue se financiar, mesmo quando todos estão sem emprego e sem perspectiva de qualquer mudança por parte dos agentes privados, resolver também parar com seus estímulos à economia real, reduzir seus gastos, não haverá qualquer esperança de retomada do crescimento.

O governo Temer, com seus tecnocratas, tenta vender a ideia de que se deixar de gastar, necessariamente, o setor privado irá aumentar os seus investimentos. Qual empresário em sã consciência ampliaria sua produção ou investiria para aumentar sua capacidade de produzir em uma economia em que não há qualquer expectativa de vender o que for produzido?

O que está escondido na defesa da PEC 241 é o sobrenome do “mercado” que o governo golpista quer agradar. O mercado é o mercado financeiro, que ganha com uma espiral financeira e para quem a economia real não tem qualquer relevância. Enquanto a lógica for essa, não há expectativa de retomada do crescimento e da arrecadação. Só o governo pode reverter essa tendência, uma vez que a maioria das famílias brasileiras está acuada e com medo de gastar o pouco que tem.

O governo não é uma família, a capacidade do governo gastar não depende da sua capacidade de encontrar um emprego, nem de vender o que produz. Ao contrário, ele é responsável por todas as famílias e precisa assumir as suas responsabilidades. Somente o governo pode recuperar aos poucos o crescimento econômico e fazer girar a espiral positiva da economia real, aquela que inspira os empresários a contratar trabalhadores e a recuperar a renda das famílias brasileiras!

Outra questão. Esses que deram o golpe para acabar com a educação, a saúde e a assistência social no país vivem criticando o aumento da dívida pública. Eu também pergunto, se o governo deixar de gastar, ele vai reduzir essa dívida? Não. Aliás, foi exatamente isso o que aconteceu no ano passado. Quanto mais o governo cortou seus gastos, menos recursos ele disponibilizou para o setor privado. Portanto, menos gastos são realizados pelo setor privado e menos impostos são arrecadados, gerando um círculo vicioso. É bom lembrar que o déficit aumentou, mesmo com o governo fazendo um ajuste fiscal de mais de R$ 80 bilhões.

E se ele gastar mais, ele vai poder ajudar a reduzir a dívida? Sim. O gasto do governo é receita do setor privado, logo, parte do que o governo gasta volta para ele mesmo na forma de impostos. E parte é gasta gerando mais receitas para os outros e mais impostos para o governo. Dessa forma o PIB cresce e a relação dívida PIB volta a se ajustar.

Que a verdade seja dita. Tanto o aumento do déficit quanto o da dívida não foram resultado da elevação dos gastos, mas da queda da arrecadação e do aumento do pagamento de juros, que dobrou de 2014 para 2015.

Mais austeridade só irá agravar ainda mais a nossa situação fiscal!

*Gleisi Hoffmann é senadora da República pelo Paraná. Foi ministra-chefe da Casa Civil e diretora financeira da Itaipu Binacional. Escreve no Blog do Esmael às segundas-feiras.

17 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. nessa triste de terras dos pinheirais, de paulo leminski e de dalto trevisan, testemunhamos o conservadorismo e o fascismo levado as ultimas consequencias. Manifestacoes dos coxinhas das araucarias contra as ponderaçoes da brava senadora gleisi hoffman mostram isso.
    quando os coxinhas forem vitimas dos atentados do mp e “justiça”, com a supressao de presunção de inocencia, sentirão o quanto estavam equivocados nessa condenação por antecipação guiados pela midia monopolista golpista, que por antecipação ja emitem veridito sobre o que ainda esta para se provar em juizo.
    sao ventrilocos da globo e seus asseclas.

  2. tem cara de picareta golpista e CANALHA.vergonha???

  3. Esse sujeito e sua Turma do tal Mercado, querem mesmo é continuar tungando o

    Orcamento da Nacão…………………!!!!

  4. Ela pode gasta a vontade na casa dela , porque seu marido roubou dos aposentados, quando éra ministro, ela surrupio dinheiro de Itipú , quando gerente financeira, No Mato grosso na prefeitura jumto com o Zeca do pt fizeram rombos , para ajudar na eeleições , inclusive de São Paulo , quando Marta Suplicy foi canditata, mandaran até matar um juíz , que que sabia das malandragens desssa orcrim em MG. Gleis é uma sem vergonha de maaca maior, não tem mais credibilidade, vai presa em pouco tempo,. Cala a boca Gleisi , até seuss parentes em SC, dizem que m voce é.

  5. Entre economistas existem algumas correntes de pensamento, dentre elas uma que diz, grosso modo, que em épocas de crise os governos devam aumentar gastos com investimentos e em épocas de bonança diminuir. Já há outros que dizem que as contas do governo não diferem muito das de uma família comum, que quando tem mais pode gastar mais e quando tem menos precisa gastar menos.

    • Confesso que me alinho mais a essa segunda ideia, uma vez que governos tendem a aumentar seus gastos (ninguém resiste à tentação) justamente nos momentos em que a maré lhe é favorável, na bonança por tanto. Considerando também que o Estado não produz riqueza, e sim, só gasta a riqueza produzida pela sociedade, me parece mais lógico que quando as coisas apertam, o Estado, através do governo, também tenha que apertar os cintos, assim como nós. Além do mais, as coisas tem que ser sustentáveis. Imaginemos que (só por imaginação) tudo esteja perfeito. Escolas boas para todos, hospitais de primeira, estradas íntegras, quase nenhuma criminalidade. Aí venha uma crise e, pela lógica, o governo tenha que aumentar investimentos, para superar a crise. Mas investir em que? Estimular a economia com desonerações e barateamento de crédito? Aí depois falta dinheiro para o governo se manter… Xii, essa história a gente já viu…

  6. tem coragem ainda em falar em golpe! Golpe foi deia 2 de outubro q os eleitores deram em vcs e sim foi golep e certeiro.

  7. Ainda bem que temos uma senadora corajosa pra enfrenta esse ataque do Drácula Temer nos recursos principalmente da educação e saúde. O Temer parece vice-presidente de time de futebol que pegou o cargo depois de um golpezinho barato contra o presidente. Só que, depois de assumir o cargo, vive dizendo que não vai conseguir fazer o time ser campeão. Espera já já a reação da torcida…

  8. O que que essa mulher ainda esta dando palpite. Vergonha do Paraná.

    Vem para curitiba, seu lugar é na cadeia. Sergio Moro te espera.

  9. Morro de curiosidade em saber o que essa senhora fara da vida depois de cumprir a pena.

  10. mas a casa da Gleise é em Piraquara no presídio…

  11. Essa senhora ainda tem coragem de criticar o governo. Toma vergonha e vai cuidar dos processos que responde junto com o marido.

  12. É isso aí mesmo Senadora que muito orgulha o povo Paranaense e seus milhares de votos que obteve para nos representar. Esses canalhas não sabem administrar a casa deles, quer administrar o Brasil com tantas nuances técnicas. Sinistros da Justiça, da Educação, sinistro da saúde, cheios de sinistros, esse governo, sem nenhuma técnica, nem capacidade. Agora, de uma coisa, a razão é completa. Esse governo realmente não é a casa deles, é a casa da GLOBO que governa do jeito que quer. Agora, mais recente, com a ameaça de que, se não der o que querem, arrancam eles do poder que já foi usurpado, e elegem algum outro golpista indiretamente. Eles tem dois anos pra nadar de braçadas e roubarem as verbas necessárias para salvar o império dos Marinhos. Pobre Brasil e seus lacaios. Pobre povo que vive de novela e futebol. Continue na luta.

  13. Senardorzinha com que moral a sra tem pra comentar alguma coisa, golpe quem deu foram os eleitores no dia 02 em seu partidinho o chefe da quadrilha e vc e seu marido junto golpe quem deu foi os eleitores no seu pt corrupto em sao paulo isso foi golpe, mas golpe de votos.

  14. Esta imprestável, vergonha do Paraná, tinha que parar de criticar o governo federal e se preocupar com sua casa, nosso estado esta entregue as baratas come este governinho Beto Hitler, vc ja perdeu branquela, ajude nosso estado respirar!!!!