Representante de Richa ‘dorme’ em reunião com APP, que confirma greve da educação

rossoni_dorme_appNum ato de desrespeito a todos os educadores do Paraná, o chefe da Casa Civil Valdir Rossoni (PSDB) literalmente dormiu durante a reunião com dirigentes da APP-Sindicato. O encontro com o representante do governador Beto Richa (PSDB) ocorreu na noite desta quinta (6), no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

A APP-Sindicato não quis comentar sobre o secretário dorminhoco, mas relatou que não houve avanço nas “horas extenuantes” de debate entre representantes da entidade e secretários de Estado.

Enquanto Rossoni dormia e roncava, a entidade representativa dos trabalhadores no magistério reiterava à secretária da Educação, Ana Seres Comin, que a categoria entrará em greve por tempo indeterminado a partir do dia 17 de outubro. A marcha rumo à paralisação nas 2,1 mil escolas da rede estadual já começou.

Os cerca de 100 mil educadores vão parar porque o governador Beto Richa enviou à Assembleia Legislativa mensagem revogando os pagamentos dos avanços na carreira e, também, da data-base em janeiro de 2017.

O líder do governo na Assembleia, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PSB), jurou que a mensagem não deverá ser votada até meados de novembro.

Pela APP, participaram da reunião o presidente da entidade, professor Hermes Silva Leão, a secretária de Finanças, professora Marlei Fernandes de Carvalho, o secretário de Assuntos Municipais, Celso Santos, a secretária Educacional, Walkíria Mazeto, e a secretária de Gênero, Relações étnico-raciais e Direitos LGBT, Elizamara Goulart. O deputado Professor Lemos e o economista Cid Cordeiro também acompanharam a reunião.

Comentários encerrados.