“Não haverá reintegração de posse das escolas ocupadas”, jura Beto Richa

matheus_ocupacoes_richaO presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), Matheus dos Santos, concedeu entrevista nesta quarta (12) após conversar com o governador Beto Richa (PSDB) sobre a ocupação de 210 escolas da rede pública do estado.

O tucano jurou ao líder estudantil que “não haverá reintegração de posse das escolas ocupadas” e que ele [governador] não pediu nenhuma reintegração. Como o seguro já morreu de velho, o presidente da UPES disse que gravou a conversa.

Juruna, na década de 70, também costumava gravar conversas com os políticos. O cacique carregava sempre um gravador “para registrar tudo o que o branco diz” e constatar que as autoridades, na maioria das vezes, não cumpriam a palavra.

Evidente que Richa não fará reintegração de posse, pois, até agora, o governo do estado não conseguiu nenhuma decisão judicial neste sentido. Aliás, o Ministério Público opinou pela legitimidade das ocupações das escolas pelos estudantes secundaristas.

Em resposta ao vídeo de Richa, convocando o presidente da entidade para dialogar, Matheus disse na coletiva à imprensa que a UPES não decide nada sozinho e que os estudantes, organizados nas mais diversas formas, precisam ser convocados para dialogar e não apenas ele.

O líder estudantil afirmou que a única forma de encerrar as ocupações seria a retirada da pautal, pelo ilegítimo Michel Temer (PMDB), da MP 746 que reforma o ensino médio.

O presidente da UPES também deu um “peteleco” no governador do PSDB ao classificá-lo de “despolitizado” e mal-intencionado ao afirmar que os estudantes não sabiam o que faziam nas ocupações e que seriam massa de manobra de partidos políticos.

“Não nos espanta. É o perfil dele. É totalmente despolitizado o governador. Nós somos um movimento político, mas não partidário. Um grande despreparo do governador Beto Richa”. O tucano poderia dormir sem essa.

Assista a íntegra da coletiva:

Comentários encerrados.