Lava Jato como instrumento de chantagem

renan_veja_moroAté a estátua do Cristo Redentor, no Rio, sabe que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) não é boa bisca. O presidente do Senado é um sobrevivente de vários escândalos de corrupção. Já deveria ter sido cassado há muito tempo, mas…

… isso não é salvo-conduto para a velha mídia chantageá-lo com a Lava Jato.

A operação do juiz Sérgio Moro deixa-se usar para as picaretagens de suas aliadas – Editora Abril e Globo, dentre outras — contra o Brasil motivadas por interesses econômicos próprios.

A Veja, por exemplo, traz reportagem hoje (1º) dizendo ser a vez de Renan na Lava Jato. Pode até que seja, mas o diabo é que essa pressão toda é para que o presidente do Senado acelere a venda do país na bacia das almas, coloque em pauta [1] a retirada de direitos dos trabalhadores e [2] a redução de investimentos na saúde e educação para [3] pagar os juros da dívida com os bancos.

O leitor pode tirar a prova dos nove, se quiser. Basta cruzar os escândalos, cuja figura principal foi Renan, com as votações no Senado. Bingo! A cada denúncia contra o presidente do Senado vai um pedacinho da soberania nacional, da Petrobras, dos bancos públicos, um direito do trabalhador, etc.

Seria engraçado, se não fosse cômico.

Comentários encerrados.