Deputado vai propor CPI para investigar ‘Operação Quadro Negro’ na Câmara; assista

O deputado federal João Arruda (PMDB-PR) fez uma reportagem nesta sexta (21), no município de Ponta Grossa, no Paraná, denunciando o desvio de recursos federais e estaduais para a construção e reforma de escolas. A Operação Quadro Negro, inicialmente investigada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), apontou que R$ 50 milhões que eram da educação abasteceram campanhas eleitorais de deputados e a reeleição do governador Beto Richa (PSDB).

Por envolver recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia ligada ao Ministério da Educação (MEC), Arruda vai propor na semana que vem uma Comissão Parlamentar de Inquérito na Câmara Federal para investigar as autoridades governamentais e parlamentares, dentre o deputado estadual Plauto Miro (DEM), de Ponta Grossa, cujo obra no município não foi concluída para a Escola Estadual Francisco Pires Machado no valor de R$ 4,7 milhões.

Também são alvos da ação os deputados Ademar Traiano (PSDB) e Tiago Amaral (PSB). O esquema ainda teria beneficiado o conselheiro do TC Durval Amaral (ex-DEM), pai de Tiago Amaral, e o secretário estadual de Infraestrutura e Logística José Richa Filho, o Pepe Richa, irmão do governador tucano.

O dinheiro desviado da construção da escola na localidade chamada Cará-Cará virou tema no segundo turno na cidade dos Campos Gerais, explorado pelo candidato Aliel Machado (REDE).

“Esse é o carinho que o governador Beto Richa tem com o município de Ponta Grossa”, disparou Arruda em vídeo-reportagem sobre o caso.

Richa apoia a reeleição do prefeito Marcelo Rangel (PPS).

“O prefeito Marcelo Rangel tinha a obrigação de cobrar e fiscalizar a construção da escola no município. Não o fez. No mínimo foi omisso para com seu apoiador, Beto Richa, que, segundo as investigações do Ministério Público, usou o dinheiro que era destinado para a construção do estabelecimento de ensino na sua campanha pela reeleição”, repetiu o deputado João Arruda.

No mês passado, conforme registrou o Blog do Esmael, as investigações da Operação Quadro Negro migraram de competência da Justiça Estadual para a 1ª instância da Justiça Federal do Paraná. Com o fim da Lava Jato, em dezembro, muito provavelmente contenda caia nas mãos do juiz federal Sérgio Moro.

arruda_rangel_richa

17 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Esse malandro é golpista, vamos trata-lo como os demais golpistas.
    Vai para o inferno golpista.

  2. A política está me deixando com raiva ..prefiro humor …Meufacekoob.blogspot.com ?

  3. Votei em ti e me arrependo, FOSTES A FAVOR DO IMPEACHMENT, A FAVOR DA CORJA QUE ESTÁ MANDANDO NO BRASIL, portanto, deu pra ti, nunca mais, vou pra Porto e bah! Tri legal, como diz a música de Kleiton e Kledir.

  4. Meu Paraná, Meu orgulho, apesar desse “Governador Incompetente”.

  5. Só assim o Brasil e os coxinhas talvez venham ter a visão para o lado humano” de gente” do que e’ governo PSDB…..

  6. Essa operação precisa começar por minas e retroativa a 1998…..urgente……

  7. Boa deputado. Vai fundo. E já que está empenhado no combate a corrupção, aproveita e resgata os casos dos tios quanto aos dólares escondidos em um armário lá pras bandas de Paranaguá e dos cavalos particulares mantidos com recursos e dinheiro públicos.

  8. Não acredito em nada mais nesse Paraná, com esses desmandos todos quem vai levar ferro são os funcionários públicos. Contra esses que estão mandando no estado NEM O DIABO PODE. Podem discordar, perdi as esperanças, ainda mais depois da TRAIRAGEM desse deputado que, de bom só seu TIO.

  9. Boa deputado, vai fundo! Com certeza tem políticos envolvidos nessa maracutaias. E já que está empenhado no combate a corrupção poderia aproveitar para resgatar os casos que envolveram os tios por conta dos dólares escondidos em um armário lá em Paranaguá e dos cavalos particulares mantidos com recursos e dinheiro públicos.

  10. Até que a ideia do deputado é elogiável. Mas, sinceramente, não vejo a menor condição de ser efetivada. Alguém acredita sinceramente que os peemedebistas do Temer vão fritar um tucanão como o Beto Richa e brigar com o PSDB? O casamento do PMDB com o PSDB está fresquinho, portanto está muito cedo pra alguém cometer uma traiçãozinha básica.

  11. Tem muitos lixo a solta,dez da justiça até o mais raso,vergonha e pouco justiça vergonha.

  12. estas e outra mais e o choque de gestão de então mentiroso ficha limpa do beto lixo.

  13. Tem que investigar dinheiro do fundo partidário do PMDB do Paraná para comprar vinho, whisky e espumante para as festas da campanha do Cunha

  14. Está certo o deputado. Demora esquisita neste processo. Só o empreiteiro preso, como se o amigo do Richa, do lado do governo, nada tivesse feito.

  15. Joao Arruda é safado, virou um coxinhs golpista. Vai abraçar o Beto Richa é enganar o povo.

  16. Se os acovardados ,hoje já covardes da nossa justiça da vergonha apartidária querer ????,cadeia neles esperamos mais uma vez isso …

  17. ALIEL, VAMOS LEVAR ESTA.