Curitiba vai parar hoje às 15h contra a reforma do ensino médio

gremio_fora_temerLogo mais, a partir das 15h, estudantes prometem tomar a Praça Santos Andrade (UFPR) em protesto contra a MP 746, editada por Michel Temer (PMDB), que reforma o ensino médio de maneira arbitrária — sem discussão com a comunidade escolar.

Os estudantes ocupam 50 escolas da rede pública em todo o estado, contra a Lei Alexandre Frota (MP 746) e a PEC 241, que congela os investimentos na educação por 20 anos. Os moços e moças da capital paranaense terão o apoio de pais e professores.

O governador Beto Richa (PSDB) e seu porta-voz, o blog Gazeta do Povo, atacaram o movimento estudantil dizendo que os jovens não sabem o que reivindicam. Em resposta, os estudantes divulgaram um vídeo ironizando o tucano e o ex-jornalão.

Nesta semana, o governador enfrentará greve na educação superior e a educação básica também deverá deflagrar o movimento paredista na quarta, dia 12, durante assembleia da categoria.

O movimento grevista tende a parar todas as categorias do serviço público paranaense em virtude do novo calote de Richa, que anunciou a revogação de uma lei que garantia a reposição inflacionária deste ano na data-base de janeiro de 2017. O acordo fora firmado no encerramento da greve de 2015.

Abaixo, assista ao vídeo de alunos do Colégio Estadual do Paraná sobre a reforma do ensino:

Comentários encerrados.