Cunha leva surra de mulher em aeroporto do Rio; intolerância burra

O ex-deputado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), levou uns safanões de uma mulher no aeroporto Santos Dumont, no Rio, quando desembarcava.

A intolerância é uma burrice que se manifesta nesses tempos de golpe e Lava Jato. Ou seja, não há que se tolerar violência partindo da direita, do centro, muito menos da esquerda.

Xingado de “ladrão” –mesmo que seja um gatuno –, o ex-deputado tem direito à presunção de inocência e ao devido processo.

Entretanto, o juiz Sérgio Moro parece ter institucionalizado a seletividade na força-tarefa que comanda em Curitiba. Só manda em cana políticos do PT.

Cunha foi seguido e agredido pela mulher. Ele levou uma sapatada e disse que vai processá-la. Portanto, está corretíssimo o ex-parlamentar.

cunha_mulher_surra

Comentários encerrados.