Ao vivo: Assembleia da APP-Sindicato decide se mantém ou não greve contra Beto Richa

Educadores decidem na manhã deste sábado (22), em Curitiba, se mantém ou suspendem a greve por tempo indeterminado contra o calote do governador Beto Richa (PSDB), que revogou a reposição salarial da categoria — e dos servidores públicos do estado — prevista na data-base de janeiro de 2017.

Não há consenso entre professores e servidores de escolas sobre o fim da greve. A direção da APP-Sindicato encaminhará hoje pela suspensão do movimento. No entanto, Professor Paixão, uma das lideranças dos trabalhadores na educação paranaense, vê “pura enrolação” na proposta do governador tucano.

Segundo Paixão, a proposta de Richa, de retirar a Mensagem 403, que acaba com a data-base, é pura enrolação para desmobilizar o magistério e impedir que outras categorias engrossem o movimento paredista. Defendendo a continuidade da greve, Paixão diz que “se Richa tiver êxito, chegaremos ao final do seu mandato com um poder aquisitivo 1/3 menor do que temos hoje”.

Os professores das instituições estaduais de ensino superior (IEES) já deliberaram na tarde desta sexta (21) pela rejeição na proposta do governador Beto Richa. Ou seja, pela continuidade da greve nas universidades estaduais do Paraná.

app_richa

33 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. REDE GLOBO Cultura & Educação Petista, o mais RELEVANTE no país atual — 2016:

    Naturalmente que a política da Globo é diferente daqueloutra política do PT. Mas há o populismo em grandes Redes de TV, sobretudo em assuntos educativos e “artísticos”-educacionais.
    Observe naquilo que se entrecruza entre PeTê e a REDE GLOBO, por exemplo.
    PT e Globo cruzam-se entre si, perfeitamente. É apenas um recorte. Daquilo em que ambos se encontram perfeitamente: que são iguais (2+2=4), — não sequer semelhantes, mas iguaizinhos. Como gêmeos univitelinos.

    Ou seja: a cultura e a educação veiculadas são as MESMAS que o PT ADORA, cobiça, venera, reverencia e ACATA. Sempre sonhou e invejou: o que a Globo faz. Enfatizando, atenção: eu disse que a educação do PT é a mes-mís-sima da REDE GLOBO. ¿Para que então petista odiar a Globo?

    Regina Casé, filminhos clichês, sentimentalismo exacerbado, Claudia Leitte, simplismos e ingenuidades múltiplas, facilidades, ensinamento engana-trouxa; educação ruim e de 3ª categoria, defasada e retrógrada etc. etc.

    A Rede Globo é o PT; o PT é a REDE GLOBO.

  2. Greve no FERNANDINHO; vai se catar, quem tá de fora não dá PALPITE. Quem não é funcionário público não conhece a realidade, portanto, não preciso saber de suas opiniões.

  3. Terça saude entra. Antes tarde do que nunca.

  4. Não podemos abandonar as outras Categorias, pois, não é unidos, mesmo divergentes ou divididos, que nos fortalecemos. Vamos que vamos.

  5. Votação
    A greve continua:
    Sim: 724
    Não: 719

  6. A greve continua.

  7. Esse Fernando deve ser parente de algum político safado,mal informado,trabalho na UEL e tb gostaria de estar entre esses salários que ele disse aí,não ganho bem,vivo enfiada em empréstimos pra conseguir sustentar minha família,já quê sou pai e mãe,antes de falar bobagem é melhor se informar antes

  8. Marcelo você é um idiota ,mal informado e só fala mer…

  9. Fico indignada Zé pelintra, Sou professora e fico boba como vcs não respeitam a opinião dos outros. Vcs são inteligentes politizados pq a cut isso , o sindicato é o máximo, mas se outros discordam são burros , tapados e defensores do Beto richa. Pra mim vcs são doutrinados, sofrem lavagem cerebral e perdem até o respeito e a educação.

  10. “Greve contra Beto Richa”. É tanta ignorância que até o título da notícia não deixa dúvidas quanto ao objetivo político do movimento. No Colégio Estadual do Paraná por exemplo, vários alunos, quando perguntados, não sabiam exatamente o motivo da ocupação nem o conteúdo da proposta de mudança (necessária) do ensino.

  11. NOSSA ESSE FERNANDO TA MAL INFORMADO. EU TO LOUCA ,POIS MEU SALÁRIO TA EM 2000 MIL. QUERIA ESSES 8 A 20.

  12. Tem que acabar com essa tal “contribuição sindical” obrigatória,isso é uma vergonha imensa,dinheiro cai fácil pra esses barbudinhos de sindicatos, já passou da hora de ter uma auditoria nessas ditas “instituições”. Quanto a greve eles querem mais confusão no Estado que dinheiro, pode dar o que for que não vão estar contentes e no começo do ano vão se reunir de novo querendo mais ,fazer greve e colocando o Estado de refém novamente. Isso é um tapa na cara do cidadão que trabalha na iniciativa privada,aguniado com medo de perder seu emprego as vezes até extrapolando seu horário sem cobrar hora extra para tentar garantir-se nessa crise violenta que passa o país.

    • Quando o Marcelo escreveu “barbudinho”, já deu pra sacar que ele veio defender os interesses do governador e de seu partido PSDB. Aí o Marcelo continua com suas informações que não passam de opiniões sem fundamento. Ele associa imposto sindical aos sindicatos controlados pelos “barbudinhos”. Besteira! A CUT defende o fim do imposto sindical. E não são apenas os trabalhadores que pagam imposto sindical, os patrões também são obrigados a recolher a contribuição sindical patronal que não vai pros “barbudinhos”, vai para líderes sindicais patronais que vestem polo Lacoste ou ternos caros e de gosto duvidoso. O Marcelo certamente não se preocupa quando o imposto sindical chega às mãos de sindicalistas pelegos, de apoiadores do Beto Richa e do Temer ou de dirigentes sindicais que vestem camisas pretas. Mas concordo que auditorias sejam sempre uma boa ideia. Nos sindicatos e, principalmente, no governo que Marcelo veio defender.

    • Quem falou que a contribuição do sindicato dos professores é obrigatória? Vai se informar antes de comentar.
      Sem sindicato camarada, vamos comer capim pois é isto que os mais ricos querem

  13. Estamos sendo ASFIXIADOS FINANCEIRAMENTE e vão querer parar a GREVE com um governo descumprindo LEIS é o fim.
    Se ISSO acontecer a primeira coisa que vou fazer é me DESSINDICALIZAR na seg pq sindicato acabou, me desculpem mais a terceira GREVE depois de um jejum e só levamos INCERTEZAS e reposição, nós temos que cumprir a LEI.

    • Meu amigo, vá à assembleia defender o seu ponto de vista e dar seu voto. Essa ameaça de “dessindicalizar” é música para os ouvidos do governador e seu partido. Será que você é professor mesmo ou vou tocar essa partitura que recebeu de seu patrão?

      • E Zé sou professor sim, só que escaldado, não confio em mais nada, não quero ser simples massa como estamos sendo desde que houve um “despertar” do sindicato, após longo jejum no governo anterior, são três greves fiasquentas, e estou no me direito sindicalizados ou DESSINDICALIZAR, sendo música para o ouvido de qem quer que seja, do governo ou de qualquer zé.

  14. Na atual situação econômica que o País se encontra ter que apoiar uma greve de pessoas que ganham entre 8 e 20 mil reais (No caso os de faculdade, ensino médio pouco menos)por mês fica humanamente impossível. Uma legião de desempregados perambulando pelas cidades atrás do que ganhar dinheiro pra sustentar suas famílias e temos que apoiar isso? Penso que se não estão contentes com o que fazem e ganham que peçam pra sair e vão procurar o que fazer a iniciativa privada tá ai, o que o não pode acontecer é o Estado ficar refém de sindicalistas radicais ligados a partidos de esquerda e pessoas doutrinadas (outros safados mesmo) por essa gente que não quer trabalhar.

    • Vai pra Marte Fernandinho e saí do palácio. Quem não cumpre lei é o quê?

    • O Fernando deveria se informar melhor. Há muitos professores ganhando muito menos que 8 mil. Também as relações de trabalho entre um professor, concursado ou apenas trabalhando instavelmente depois de um teste seletivo, e o governo não se resolve assim: não está contente, procure outro trabalho. O Fernando também deveria saber (certamente ele sabe mas finge não saber) que o movimento que hoje cobra do governador o que foi acordado não envolve apenas professores, mas todo o funcionalismo estadual. E o Fernando deveria saber que não são os líderes sindicais, de esquerda ou não, que determinam a continuidade de uma greve: são assembleias abertas e democráticas que decidem. Se o Fernando é direitista e fascista e, por isso, sente ódio de quem pensa diferente dele, se ele está a serviço do governador Beto Richa, da verdade ele não escapa: a APP é um sindicato democrático e não é pelego do governo como os tucanos poderiam desejar.

    • Fernando que avaliação simplista a sua hein! Um educador passa a vida toda estudando e se aperfeiçoando e tem que ser respeitado sim! Ganhar mais e ter qualidade nas salas de aula para dar aulas.Tidos os trabalhadores teriam que ganhar bem, porque somente a classe política brasileira pode ganhar bem?como tem dinheiro para dar reajuste a deputados? Desmerecer o movimento argumentando o desemprego nos leva a crer que daqui a pouco vc vai fizer que professor não precisa de salário porque é vocação!

    • Olá Fernando. Olhe a tabela salarial e verifique quanto ganha um professor, está disponível no site da APP-PR. Lembrando que a maioria do efetivo de professores é do quadro do PSS. Seu discurso é um tento ingênuo. vá até as escolas públicas e conheça a realidade.

    • Os professores deveriam pedir demissão e pedir o resgate à vista dos valores que contribuiram c/ o ParanáPrevidência. E o estado que contratasse esses que andam perambulando atrás de emprego e tbm esses que acham que professores tem que aguentar desaforos.

    • Concordo contigo na primeira parte. Se todos somos iguais perante a lei, por que então os alunos tem que ficar sem aula? Onde começa o direito deles? Tem que esperar os dos professores acabar?

      • Dona Maria, você deve entender que a função de um educador transcende a sala de aula in loco, pois o que estamos fazendo é mostrando através da prática o que ensinamos cotidianamente ou seja, ser um cidadão crítico, lutando por direitos, por melhores condições de trabalho… Somos espelho de uma sociedade e não podemos trair nossos alunos ao termos um discurso em sala e fazer justamente o contrário. Não queremos alunos inertes, e sim, pessoas ativas na sociedade, nesse sentido entra o contributo (aula extraclasse). Não se trata de esperar direitos de ninguém, pois a práx ensina mais do que muita retórica que se perde no ar.
        Quero que a senhora entenda que a escola não é um depósito de alunos, onde os pais o fazem todos os dias, tem-se algo mais… Agora, a concepção de escola que a senhora tem???

    • E de onde Fernando você tira estes números? Da planilha do Mauro Ricardo? Ou dos sites da Direita Curitibana?

    • Tá na cara que vc é um idiota fingido, faça um favor pra vc mesmo e cale essa sua boca…

    • Vai se fuder playboy de merda

    • Caro colega Fernando, está se mostrando uma pessoa desinformada no tocante aos salários dos professores do ensino superior, bem como a do ensino médio. Aconselho se informar sobre a real remuneração, pois, apenas repetir o que lhe dizem é fácil porém, até papagaio o faz.
      Acredito que pensas que pertence a “elite” mas na realidade é participante da classe proletariáda, mesmo que não se sinta como tal.
      Eu não posso defende uma ideologia a qual não faço parte (classe dominante) que explora e enriquece as custas dos trabalhadores. Custa aceitar que não é um burguês, apesar de querer pertencer a esses.

    • Caro amigo fernando!!porque vc não vai toma no seu seu filha da puta esse reajuste é de direito nosso combinado com esse governador velhaco vc que deveria achar algo para fazer seu filha da puta