Vereadora evangélica acusa colega do PSDB de atacá-la sexualmente na Câmara de Curitiba

galdino_preso_carlaA vereadora Carla Pimentel (PSC), da Bancada Evangélica na Câmara Municipal de Curitiba, na manhã desta quarta (14), denunciou que foi atacada “física e sexualmente” pelo também vereador Professor Galdino (PSDB). Abaixo, assista ao vídeo.

A parlamentar publicou um vídeo nas redes sociais denunciando a agressão que teria sofrido do tucano. Ela registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia da Mulher contra o colega de parlamento.

“Fui agredida física e sexualmente por um louco”, desabafou a Carla Pimentel. “Ele foi detido e nós não podemos deixar as mulheres apanhando”, discursou quando chegava na Delegacia.

Ao menos seis vereadores presenciaram o quiproquó e se dispuseram testemunhar contra o vereador do PSDB.

O vereador Paulo Rink (PR) afirmou que viu Galdino pular em cima da vereadora evangélica: “… passou a mão na cara dela, nos seios dela e desceu a mão até lá em baixo”.

Galdino, por sua vez, disse que todos eles são seus adversários políticos e estão desesperados [por votos] nas vésperas das eleições.

O entrevero teria começado por causa de um “santinho” de propaganda eleitoral do vereador tucano.

A vereadora Carla Pimentel recebeu solidariedade dos candidatos a prefeito Ney Leprevost (PSD) e Requião Filho (PMDB).

O PSDB integra a ‘Coligação Curitiba Inovação e Amor’ liderada pelo candidato Rafael Greca (PMN).

Abaixo, assista ao vídeo postado pela vereadora agredida:

20 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Professor de que? não sabe nem falar ! sem preparo algum, agora tá na cara que armaram para ele! ele usa os assessores para fazer campanha para ele, para pedalar a bicicleta com aquela música irritante , depois vem e diz que não gasta nada na eleição,ele usa o nosso dinheiro, faz os assessores trabalharem em troca de nomeação, é só ver as inúmeras vezes que ele exonera e nomeia servidores em seu gabinete, é o que mais fala em ética na Câmara mas não vê que sua conduta é reprovável! Quem trabalha com ele vive num clima de assédio e ameaça, é cara mal educado, autoritário, covarde, demagogo, armaram para ele porque ele não é amigo de ninguém fora da Câmara tampouco dentro, é um sujeito insuportável ! Tão professor como a perna mecânica do Roberto Carlos!

  2. O PSDB/STF, partido político que deve ser cassado, é conivente com os abusos do Senador e Narcotraficante Aecio Neves que apóia a violência contra a mulher bradileira.

  3. Armação que tem por trás a turma do Fruet, mas não vai adiantar!!!

  4. O profº “Galodino” um personagem criado por um não sei quem, mas que não
    deve ser professor.
    Reparem no olhar de doido de pedra do cara.
    Como todo o louco, pode se tornar perigoso e incontrolável a qualquer
    momento.
    Ele não atacou a colega por machismo, feminismo, partidarismo, ou por ela
    ser evangélica, ele a atacou porque deu tesão, só isso.
    E sua faixa de censura entre o inconsciente e o consciente não está
    filtrando os seus impulsos primitivos.
    Se ele for visitar alguém no hospício, não deixam mais ele sair de lá!
    Mas cada um que comentou essa matéria, expôs a sua teoria, e alguns se
    engalfinharam entre si.
    Fico mais preocupado com quem vota em Galdinos.

  5. Não se pode esperar nada de bom ou útil de uma Tucano Vagabundo, Coxinha e Retardado da República de Curitiba, onde a Lei é desrespeitada e/ou interpretada de acordo com as conveniências dos juizecos.

  6. Agrediram a VANESSA por ser comunista e a Carla por ser evangélica isso mostra que machista não escolhe raça cor ou credo eles não nasceram de uma mulher muito pelo contrário foram chocados por chocadeiras.

  7. Esse sem vergonha e mau carácter do galdino tem que ser preso mesmo por esse crime e deveria ser preso pelo crime de enganar o eleitor curitibano usando seu irmão com o mesmo nome ,número , jingle se passando por ele, o tre do paraná permitir esse absurdo mostra que o tre não é sério e conivente com esse malandro que está enganando na cara dura os eleitores curitibanos.

  8. Leluia Irmã !

  9. Caraca então, será que não foi a mando do governador Beto Richa ou do presidente Temer?

  10. Aqui não se está associando o caso a partidos políticos imbecil. Trata-se de uma violência contra a mulher, ignorante.

  11. Galdinho é um farsante… Não é professor e está enganando o eleitorado, uma vez que não é candidato e sim sósia de seu irmão ou vice versa… 171 eleitoral….

  12. E a população pagando o salário desse tralha.

  13. sera que a Patricia Lelelis ta fazendo escola?essa novela eu ja vi aqui em SP.e por falar nisso,a moça esta presa ou sera,mas o deputado acusado MARCO FELICIANO foi intimado pelo conselho de etica pra se explicar.afinal independente do suposto falso estupro,houve mensoes de chantagens e subornos.