Temer entregou governo para Alexandre Frota e Faustão. Só falta Ratinho no time

faustao_mendonca_frotaO mundo inteiro reverencia o educador Paulo Freire, que difundiu a pedagogia crítica e assim criou uma legião de seguidores da boa escola pública de qualidade e gratuita. Mas para o ilegítimo Michel Temer (PMDB) isso é irrelevante no Brasil pós-golpe, pois seus gurus na área educacional são Alexandre Frota –o ator pornô — e o apresentar Fausto Silva — o Faustão da Globo. Ambos devem entender tanto do assunto quanto este blogueiro de “carpintaria espacial”.

Temer batizou a MP que reforma o ensino médio de brasileiro como “Lei Alexandre Frota” — uma deferência para o amigo do ministro da Educação Mendonça Filho (DEM).

Com ciúmes, Faustão disparou no Domingão ao vivo contra a “Lei Alexandre Frota” dizendo que “essa porra desse governo nem começou, não sabe se comunicar e já faz a reforma sem consultar ninguém”. Há quem tenha visto aí, neste rompante, a exemplo do Blog do Esmael, uma abstinência de “pixulecos” na Rede Globo.

Depois da sabugada que levou ao vivo na televisão, o presidente ilegítimo ligou para explicar a reforma a Faustão. Pediu desculpas por assinar a Medida Provisória sem avisá-lo antes.

Temer já pensa em rebatizar a MP da reforma do ensino médio como “Lei Alexandre Frota/Faustão”.

Quanto aos educadores, em especial aos pedagogos, o governo está nem aí. Prefere o autoritarismo do decreto sem diálogo a ouvi-los. Se houver reclamação, nas ruas, imagina o ilegítimo presidente, resolve-se com bombas de gás lacrimogêneo, spray de pimenta, cassetetes e cavalos.

Eis o medíocre governo que ora se instalou no pós-golpe de 31 de agosto. Só falta o apresentador Ratinho assumir o Ministério da Ciência e Tecnologia para fazer testes de DNA gratuitos.

Comentários encerrados.