Para privilegiar a Globo, Temer censura jornalistas no Palácio do Planalto

temer_globo_censuraO ilegítimo governo Michel Temer (PMDB) decidiu proibir a livre circulação de jornalistas dentro do Palácio do Planalto a partir desta terça (27).

De agora em diante, os profissionais de imprensa serão acompanhados de um “anjo da guarda” da Secretaria de Comunicação — se quiserem circular pelo 4º andar. Nesse pavimentam ficam os ministros da Casa Civil (Eliseu Padilha) e Secretaria de Governo (Geddel Vieira Lima).

Antes, porém, na Olimpíada, o governo golpista já adotara a grade de proteção que consiste numa jaula de ferro em que o presidente ilegítimo fica isolado dos repórteres.

A liberdade vigiada à imprensa é mais um subproduto do golpe jurídico-parlamentar-midiático ocorrido em 31 de agosto deste ano.

O objetivo dos golpistas é “isolar” os ministros dos jornalistas que vão ao Palácio atrás de “furos” de reportagens.

A proibição ao andar de Temer, antes liberada no início do golpe, agora é total. Ninguém da imprensa pode circular pelo terceiro andar.

Portanto, de hoje em diante, somente a Globo terá exclusividade nas pautas.

Resumo da ópera: Temer quer eliminar a concorrência da Globo — ou seja, banir a livre concorrência entre as emissoras de televisão e as demais empresas de comunicação.

Comentários encerrados.