Golpe deu imunidade a Temer na Lava Jato

temer_moro_lavajatoDelatado, o ilegítimo Michel Temer (PMDB) agora tem imunidade na Lava Jato.

Depois de derrubar Dilma Rousseff, o tinhoso ficou fora do alcance da Operação Lava-Jato e de toda e qualquer investigação, nova ou já em andamento, que apure suspeita de seu envolvimento em infrações penais que eventualmente tenha praticado ou participado.

Segundo a Constituição Federal, o presidente da República não pode ser investigado por atos estranhos ao exercício da função durante a vigência do mandato.

Entretanto, os ministros do “governo corrupto” — para usar a expressão de Dilma — ainda continuam pendurados na operação do juiz Sérgio Moro. Aliás, por onde anda o magistrado da Lava Jato?

Segundo Romero Jucá (PMDB-RR), a ascensão de Temer seria o fim da “sangria” provocada pelas investigações de corrupção na Petrobras. Ele, o ilegítimo e uma penca de políticos se safariam da cadeia com o golpe de Estado. Tudo em acordo com o STF, segundo o ex-ministro do Planejamento.

Comentários encerrados.