Dilma pede ao STF anulação do golpe de Estado

foratemer_voltadilmaA presidente eleita Dilma Rousseff, por meio de seu advogado, José Eduardo Cardozo, protocolou nesta sexta (30), no STF, mandado de segurança que pede a anulação do golpe de Estado.

No documento de quase 500 páginas endereçado ao Supremo, Dilma argumenta “ausência de pressupostos jurídicos para o impeachment” ocorrido em 31 de agosto.

O pedido principal de liminar consiste em “… [a] anulação da decisão condenatória da Sra. Presidenta da República, Dilma Vana Rousseff, materializada pela Sentença condenatória e pela Resolução n. 35/2016, em decorrência da inexistência de motivos jurídicos plausíveis ou de justa causa para a sua condenação por crime de
responsabilidade, determinando-se a sua imediata reintegração no exercício pleno do seu mandato presidencial”.

O pedido de Dilma ocorre num contexto em que o ministro do STF Ricardo Lewandowski, durante uma aula, reconhecer que o impeachment ocorreu em virtude de um “tropeço da democracia”.

Como o governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) está sendo um desastre absoluto, há espaço para a retomada de uma campanha pelo “Volta Dilma”.

Não se imaginava que o povo sentiria saudade de Dilma em tão curto espaço de tempo.

A seguir, leia a íntegra do mandado de segurança protocolado no STF:

https://s3.amazonaws.com/static.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2016/09/22092225/MS_VoltaDilma.pdf

Comentários encerrados.