Candidato a prefeito canta ‘Rap’ para criticar massacre de professores no Paraná; assista

O candidato a prefeito de Curitiba, Requião Filho (PMDB), inovou ao cantar um Rap para debater a segurança pública na campanha. Além dele, o vice Jorge Bernardi (Rede) também faz uma “ponta” na música da dupla P.A e PH.

O Rap “Até Quando?” faz rimas com fortes críticas à violência policial contra os professores, ocorrida em 29 de abril do ano passado. Cenas com a repressão dos educadores com gás lacrimogêneo e balas de borracha ilustram o vídeo do peemedebista.

“Até quando? Então coragem para mudar. Até quando o meu Brasil vai aguentar?”, diz o refrão da música.

Requião Filho partiu para a rima: “Pode me cobrar/ por que eu não tenho rabo preso/ Tô afim de trabalhar/ E conquistar teu respeito/ Aprendi desde pequeno/ que caráter não tem preço/ Vamos desbancar a máfia/ E lutar por mais emprego/ Política tem jeito”.

requiao_filho_rap

17 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Nada a ver. Beto não é candidato a prefeito.

    Massacre é mandar agricultor enfiar faixa no rabo, perguntar prá operária se ela trai o marido, essas coisas….

  2. Bom é o Beto Richa que só não vendeu o povo porque ainda não achou quem compra!

  3. Bom é o Beto Richa que só não vendo o povo porque ainda não achou quem compra!

  4. Q merda esse candidatinho,nojo ver essas progragandas esse e mto idiota igualzito ao pai.

  5. Pelo visto o que roubaram foram 54 milhões de palavras de seu vocabulário.
    Até pra xingar tem que estudar. “Iguinorancia” só existe em seu podre, sofrido e limitado conhecimento da língua portuguesa. O que diz dizer foi IGNORÂNCIA.
    Mas pra um “ingnorante” de gosto duvidoso que curte rap está correspondentemente adequado e compatível. Trouxa!

    • Ta cheio de ignorante escrevendo errado na ABL e outros que acham que saber ler. procurando erros acidentais ao longo da digitação .chamei o de ignorante e agora a minha certeza acerca disso dobrou com a vossa confirmação.

  6. Os caras se matam para ter tempo de rádio e TV, e daí quando tem, pahhhhhh!!!
    O CARA COLOCA UMA MERDA DESSAS.
    Não vejo uma proposta realizável do pequeno mamona. Muito parecido com a campanha da pequena Maria Derrota, que só aponta as necessidades e soluções tiradas de jogos on-line.
    Segundo turno tá definido: Gordo Balofo e Ney Cowboy

  7. Insuportaveis sao suas fezes verbais e a sua iguinorancia mais ainda.

  8. Rap já é uma m …, em propaganda política então é f …

    Rap e candidatos tem uma coisa em comum, ambos são difíceis de aguentar.

    • Vem e fala na cara seu merda, quero coloca o cano na tua boca seu playboy, deve se aqueles racista que quando ve o bagulho fica loco caga na calça e fala fino, como dizia Bezerra da Silva atrás desse teclado você é um bicho feroz mas se cola de frente com nós anda rebolando e até muda de voz.

  9. PROPOSTA MESMO DE COMO ADMINISTRAR A CIDADE ATÉ AGORA O MAMONINHA NÃO APRESENTOU NADA,TSTSTSTSTSTSTS…………E O BLOGUEIRO DANDO ESPAÇO PARA ESSE CANDIDATO SEM NENHUMA EXPRESSÃO……..#FORAREQUIAOMAMONINHA

    • Massacre covarde!!

      • Nada a ver. Beto não é candidato a prefeito.
        E covardia seria a PM apanhar de agentes políticos (petistas, cutistas, UNE, PSOL), infiltrados na manifestação.
        A PM no episódio injustamente explorado, ingenuamente caiu na trama urdida pela APP/PT, que pedia o surgimento da violência, para que se munissem de fotos mostrando rostos sangrando, etc. O ideal seria um cadáver.
        Lembro-me que, em 1979, presidente de união estudantíl e redator do jornal da entidade – devidamente recolhido pelo DOPS – Departamento de Ordem Política e Social (repressão) fiz manifesto condenando o assassinato do colega Edson Luiz, pelo exército, em refrega no Calabouço – RJ. A gente queria mesmo um cadáver. E a revolução nos deu.
        Mas o caso da explosão duma bomba no colo dum milico no estacionamento do Rio-Centro, foi explorado à exaustão.

  10. o rap e poema
    desletrado quem vos diz
    aqui nao tem propina
    nem apoio de juiz
    vitoria contestada
    em todo mundo
    ate paris
    devolva tantos voltos
    em 13 anos fui feliz
    o cunha esta fora
    mas ainda falta mais
    buscando a soluçao
    desse embrolio
    desde a raiz