Veja essa: 1ª dama acusa Greca de exterminar 60 mil cães e gatos em Curitiba

marcia_caes_greca“Morte lenta e dolorosa, por meio da asfixia por monóxido de carbono… DE UM MOTOR DE FUSCA!!! Nunca mais a tortura animal em Curitiba!!!”, relatou a primeira-dama de Curitiba, Márcia Oleskovicz Fruet, esposa do prefeito Gustavo Fruet (PDT), ao acusar o ex-prefeito Rafael Greca (PMN) de ter promovido um verdadeiro holocausto canino na República de Curitiba.

Holocausto era o extermínio praticado pelos nazistas contra os judeus, que eram asfixiados e queimados vivos em câmaras de gás, durante a 2ª Guerra Mundial.

Márcia O. Fruet abriu fogo contra Greca em seu perfil no Facebook, ao comentar trecho da coluna do veterano jornalista Haroldo Murá:

“Greca, defensor dos animais e promotor, durante seu governo na Prefeitura, da histórica Festa de São Francisco (santo padroeiro do animais), mandou exterminar 60 mil cães e gatos, à base de monóxido de carbono.”

Abaixo, leia a íntegra da polêmica coluna do jornalista Aroldo Murá, no ICnews:

APESAR DA “FESTA DE S.FRANCISCO”, 60 MIL CÃES E GATOS FORAM ASFIXIADOS

Está apenas começando a campanha para prefeito de Curitiba. Mas já dá para adivinhar que não será nada fácil a vida dos candidatos com telhado de vidro.

E telhados de vidro sempre aparecerão, para uns e outros.

No momento, o telhado de Rafael Greca de Macedo é o mais exposto, a começar pela questão da sua aposentadoria (R$ 12 mil/mês) conquistada à base do “dolce far niente”, nos anos em que ficou à disposição do gabinete de Renan Calheiros e Requião, no Senado. Isto sem contar que, no IPPUC, não constam projetos e trabalhos do funcionário da casa, ao longo dos anos em que foi engenheiro da instituição que o premiou com polpuda aposentadoria.

Isso sem contar ainda que, vira e mexe, a questão da nau dos 500 anos e as ligações do político Greca de Macedo com o mundo dos bingos voltam a aparecer. Coisas de um passado que, é verdade, não lhe geraram condenações judiciais. Mas ninguém duvide que serão bem exploradas em campanha eleitoral.

Agora, estatísticas bem detalhadas estão estabelecendo confronto entre as administrações Greca de Macedo e Fruet, sobre como elas se comportaram com relação aos bichinhos de estimação.

Nesse ranking dos que melhor encarnaram o espírito franciscano, tudo indica que Fruet leva a melhor.
Faça-se ressalva, a bem da verdade: a fonte, por ora, é apenas a oficial, da administração Fruet. Não se tem o “outro lado”.
——

OLHOS

“Os números circulantes, via e.mails, da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba, são impactantes.

Dizem, por exemplo, que na administração Greca foram mortos, por asfixia (monóxido de carbono liberado de um Fusca), 60 mil cães e gatos. O que significa 15 mil mortes por asfixia/ano.”

60 MIL CÃES E GATOS (2)

Anotem: circula na nas redes, e é distribuída fartamente, uma alentada estatística sobre como Greca e Fruet trataram os animais de estimação.

O material é politicamente bem trabalhado: Greca, defensor dos animais e promotor, durante seu governo na Prefeitura, da histórica Festa de São Francisco (santo padroeiro do animais), mandou exterminar 60 mil cães e gatos, à base de monóxido de carbono.

Um jornalista, notoriamente dono de uma privilegiada memória do fato político paranaense dos últimos 50 anos – muitos dos quais presenciou – dizia ontem a esta coluna:

– A morte por asfixia de tantos bichos de estimação acontecia ao mesmo tempo em que o prefeito Greca de Macedo promovia com sua ‘entourage’ a Festa de São Francisco, no Largo da Ordem, marcada por bênçãos dos animais…

E mais acrescenta o jornalista, ressaltando as contradições do ex-prefeito com relação aos bichos:

– Quem não se lembra, por exemplo, de Rafael, antes de ser prefeito, levando até um elefante para o então reitor da Igreja da Ordem, o espanhol Padre Julio, abençoar, em meio a discursos em favor de preservação da vida de todos os animais?

60 MIL CÃES E GATOS (3)

Os números circulantes, via e.mails, da Rede de Proteção Animal da Prefeitura, são impactantes.
Dizem, por exemplo, que na administração Greca foram mortos, por asfixia (monóxido de carbono liberado de um Fusca), 60 mil cães e gatos. O que significa 15 mil mortes por asfixia/ano.

Este espaço quer ouvir a versão da campanha de Greca de Macedo. Tentou, mas não conseguiu palavra da coordenação da campanha do ex-prefeito.

Mas, por favor: que a campanha de Fruet não seja exagerada, hiperbólica, a tratar essa matéria (eliminação de animais). Não é razoável que se associe a câmara de morte dos cães e gatos àquela do Holocausto promovido por Hitler…

No assunto, não cabem confrontos da ação de Hitler versus São Francisco de Assis.

23 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Até 2005 todos os governantes mantinham a carrocinha e Greca esta nesse bolo, no bolo podre de politicos que achavam que cidade limpa e com bom controle de zoonose é aquela que joga animais em câmaras para serem mortos de forma brutal, se ser asfixiado já é doloroso e terrível, imagine então sair da câmara agonizando tentando sobreviver e por fim ser morto a pauladas, isto era a carrocinha. Quanto esta senhora esposa do Fruet nunca ouvi dizer que ela esta ligada a causa animal, no entanto o que ela disse foi bem lembrado, pois acho que muitas pessoas esquecem o que os governantes fazem no passado e, Greca de santo não tem nada, por isso é ridículo este homem usar a causa animal para tentar ser reeleito, isso é uma tremenda falta de caráter. Lembro-me muito bem de uma professora ativista que reuniu pais de alunos em 95 para fazer um abaixo assinado contra a carrocinha, afinal as crianças ficavam chocadas quando viam aquele caminhão horrendo pegando carrochorros e gatos com um laço e atirando-os dentro do caminhão. Detalhe, este abaixo assinado foi feito no governo Greca e nunca foi atendido, sequer teve uma resposta. Outros abaixo assinados com o mesmo pedido foram feitos nos governos anteriores ao dele e nos posteriores, porém somente em 2005 a carrocinha finalmente foi abolida, graças a muita pressão dos ativistas da causa animal. Hoje existe o CCZ e, para quem pensa que o CCZ de Curitiba é um céu para os animais, estão redondamente equivocados, animais ainda são mortos lá só que de maneira “menos brutal”, se é que existe forma menos brutal de matar um ser vivo. Então, diante de tudo isso, devemos eleger um candidato que mude esta realidade, porém acredito que o Greca não seja a pessoa ideal, pois já provou no passado que não esta nem aí com animais abandonados. Esta máscara de bom samaritano a mim não engana! O que ele tinha que fazer deveria ter feito no governo dele, se ele esta tão ligado a causa animal como diz por aí, porque não extinguiu a carrocinha em 1993? Independente da quantidade de animais que foram mortos a questão é, a carrocinha existia no governo dele e continuou até 2005. E para os que acham que a postagem acima é uma mentira com intuito difamatório, procure se informar, é melhor do que ficar defendendo politico de merda que esta recorrendo a ignorância e memória curta do povo para voltar a governar nossa cidade.

  2. Cadê as provas .

  3. Esta mulher do bairro alto que não era nada e que está fazendo nada na FAS, que busque amparar a cidade de Curitiba e tirar das ruas todos estes indigentes que não tem amparo nenhum e vem falar de animais? Isto sempre foi um problema assim como são estas pessoas que degradam a imagem da cidade porque a primeira dama frente a FAS, faz muito pouco.

  4. É GRECA PARA VOCÊ JÁ ERA DEPOIS DESSA AINDA MAIS EM ÉPOCA EM QUE A PRESERVAÇÃO DA VIDA DOS PEQUENINOS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO VALEM TANTO, QUEM MANDOU SE METER COM O PORCO DO LERNER? AGORA VAI PAGAR SEU LEITÃO VESGO E LEVE PRA CASA O BETO HITLER POIS COMETER ATROCIDADES CONTRA OS MENOS FAVORECIDOS VOCÊS SABEM MUITO BEM, CANALHAS! CHEGOU A HORA DE PAGAR E COM JUROS!

  5. Mas o motor do fusca era 1200cc, 1300cc, 1500cc ou 1600cc?

  6. Está aberta a temporada de caneladas e pernadas!
    Do pescoço pra baixo é canela!
    Todos pondo fogo no rabo de palha uns dos outros.
    O “desnível” das campanhas será da latrina para o esgoto.
    Ainda bem que teremos só a metade de horário eleitoral gratuito que
    tínhamos que aguentar em eleições passadas.
    E esse “naba” desse fusca assassino, que matou 60 mil cães e gatos
    com fumaça de escapamento?
    Deve ter fundido o motor para produzir tanto monóxido de carbono!
    Que merdas de campanhas, hein?!?

  7. Rafael Greca matou ou não matou esses cães?
    Aonde que a atual Primeira Dama de Curitiba Márcia Fruet conseguiu estes dados da suposta matança de cães e gatos?

    Segundo consta nos bastidores políticos destas atuais campanhas eleitorais para prefeito em Curitiba, as fontes são os próprios funcionários da Prefeitura de Curitiba, como a Dra. Marilisa Fonseca Lange que é a primeira Médica Veterinária da Prefeitura Municipal. Além é claro os registros dos Servidores Públicos da época no canil municipal no bairro Uberaba, planilhas estão rolando por aí e uma trás os seguintes dados:
    Eis alguns os números aleatórios de um ano:
    Entrada ( sadios e doentes ) 17.802 , Resgatados pelo Proprietário 1.434 , Adotados 718, eutanasiados 14.948. Com um detalhe: Animais doados para ensino e pesquisa não estão incluídos. Ou seja, ainda mandavam animais para serem usados como cobaia por estudantes de medicina veterinária.
    Sem contar que o Sr. Rafael Rafael se posicionou contra a Lei que Proibiu a Tração Animal em Curitiba, gravou um vídeo que depois apagou visto a repercussão negativa. E outra dizer que isso era normal na época! Não havia a Lei Ambiental de Proteção a Fauna nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998. que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente e demais providências.
    Piora, porque se ele tivesse o minimo de consideração pelos animais, criava uma lei proibindo, coisa que só aconteceu em 2005.
    Ele diz que implementou o benzimento de animais no dia de São Francisco, e daí ?
    Benzia algumas dezenas e matava milhares?
    Mas, também sejamos criteriosos para analisar estas informações.
    Ou seja, qualquer animal de rua tem pelo menos 5kg. São 60 mil animais, isto daria umas 300 toneladas de animais mortos.
    Onde esconderam 300 toneladas de animais sem ninguém fotografar, ver, perceber?
    VALE APENA PENSAR!

  8. Mais uma piada da “nervosinha” primeira dama!

    • Ricardo, a acusação não é da primeira dama mas, certamente, encomendada por ela.

      • Piada? Procure obter maiores informações sobre a carrocinha. Piada é um politico que governou Curitiba em pelo vapor da carrocinha e nunca fez nada para acabar com ela e agora vem com esse mimi de proteção animal.

  9. A acusação não foi dela. Foi denúncia de uma ONG protetora dos animais, transformada em matéria pelo Aroldo Murá, republicada no blog do Zé Beto e só então compartilhada pela Márcia Fruet.
    Sobre o fato de que ela deveria ter denunciado na época… pelo amor de Deus, ela ainda estava no Jardim de Infância na gestão do Greca. Menos, menos…

  10. Kkkk Chega ser engraçada essa acusação, sem um pingo coerência, ou evidência.

    • No governo dele a carrocinha estava ativa, independente dos números de animais mortos ele nada fez para aboli-la. isso dele ser levado em conta. Quem abolou a carrocinha foi beto richa

  11. Pra começar nunca encontraram nenhuma câmara de gás nos campos de concentração nazistas, não houve o tal holocausto, que tanto se fala, a não ser estórias contadas pelos judeus, provas nunca houveram.

    • Meu deus, de onde vc saiu?
      Deve ser por isso que a própria Alemanha construiu e mantém um Memorial do Holocausto no seu próprio país.

  12. A fantasma falando do gordo.

  13. mentirosa!!!

  14. Se isso que essa senhora está dizendo fôsse verdade será que os ativistas e protetores de animais já não teriam posto a boca no trombone?? Olha que já se vão longos anos que o Greca foi prefeito e SÓ AGORA é que aparece uma coisa dessas???
    Fala sério….essa senhora não tem moral para acusar o Greca de maltratar animais, já que a administração do SOCIAL da prefeitura tem deixado muito a desejar, principalmente a FAS, cuja gestão ela é presidente. Nunca houve tanto morador de rua em Curitiba como nesse governo municipal! Sem contar a piora nos serviços de saúde.
    Essa notícia dos animais é só mais um texto jogado ao vento para denegrir a imagem do adversário…..mas não adianta! A casa caiu para essa adminsitração inerte!!

    • SE REALMENTE O FATO ACONTECEU.

      Como defensora da causa animal, na época ela devia estar dormindo, não falou nada, não denunciou, é muito conveniente vir falar agora, as pessoas estão cansada dessa sujeira, desse campeonato infame, de quem pode jogar mais bosta no ventilador, vamos as soluções para a cidade, soluções de verdade! porque de baixarias e promessas furadas, a população esta de saco cheio. ESSE É O MEU APELO PARA TODOS OS CONCORRENTES.

      • Maurício, parabens!
        Claro e objetivo teu comentário. Calam-se durante anos e no momento que as eleições se aproximam é só baixaria.

      • Na época ela era criança Mauricio e várias pessoas da causa animal se manisfestaram sempre. E sim Usain é tudo verdade, ou vc não lembra das carrocinhas laçando os animais pelas ruas.

        • Exatamente Pedro, os ativistas sempre se manifestaram, mas nunca eram ouvidos. Principalmente porque na época era na base do abaixo assinado e panfletos, poucas pessoas eram atingidas. Mas sempre estivemos lá lutando pela causa animal que muitos com memória curta esquecem, ou são pessoas que são a favor da carrocinha só pode.

    • Caramba lembro de abaixo assinados enviados para prefeitura e ninguém fazia nada. Os ativistas falando e os cães latindo para eles era a mesma coisa.