Senado votará “Fora Temer” dia 25 de agosto

temer_fora_senadoO interino Michel Temer (PMDB) deverá ser defenestrado no próximo dia 25 agosto pelo Senado. Portanto, Dilma Rousseff tende a voltar e os parlamentares tendem a confirmar o “Fora Temer” no plenário.

Segundo o instituto de pesquisa Vox Populi, 79% dos brasileiros defendem o Fora Temer e realização de nova eleição presidencial.

O sepultamento do golpe de Estado será possível graças mais às contradições no seio golpista do que pela competência da tropa que luta para voltar.

Para utilizar uma expressão da impressa internacional, a chama democrática continua acesa devido ao desacerto de bandidos no Palácio Jaburu.

Nem a Globo tem segurança dos votos para afastar definitivamente Dilma, por isso o recrudescimento da emissora com mais denúncias e mais criminalização nos próximos dias contra o círculo da presidente eleita.

Analistas ligados ao golpe disseminam boletins reservados aos endinheirados dando como certa uma bomba atômica contra Temer, nos marcos da Lava Jato, até final de agosto. Ou seja, o golpista entrou na lista dos vazamentos.

Caso o golpe prospere, afirmam esses documentos reservados, o interino planeja degolas de ministros como José Serra (Relações Exteriores), Geddel Vieira Lima (Governo) e Ricardo Barros (Saúde). Os dois primeiros por envolvimento em propinas das empreiteiras Odebrecht e OAS; e o terceiro por incompetência.

Tal qual o peru que morre de véspera assim estão Barros, Serra e Geddel.

Comentários encerrados.