Plebiscito, já: Estados Unidos cogitam se posicionar contra o golpe no Brasil

Sanders_Obama_GolpeO ex-presidenciável e senador Bernie Sanders condenou nesta segunda (8) o golpe de Estado no Brasil. Em comunicado, o ex-rival de Hillary Clinton no Partido Democrata exortou o governo dos Estados Unidos a “tomarem uma posição definitiva contra os esforços para remover a presidente democraticamente eleita do Brasil, Dilma Rousseff“.

A declaração de Sanders tem peso político e poderá influenciar numa eventual decisão do presidente estadunidense Barack Obama.

“Para muitos brasileiros e observadores, o controverso processo de impeachment mais se assemelha a um golpe de Estado”, anotou em tom de preocupação em seu site oficial.

Sanders criticou a perda de direitos fundamentais pelos brasileiros levada a cabo pelo interino Michel Temer (PMDB).

“Depois de suspender a primeira presidente mulher do Brasil por razões duvidosas, o novo governo interino, sem um mandato para governar, aboliu o Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos. Eles imediatamente substituíram uma administração diversificada e representativa por um ministério composto inteiramente por homens brancos”.

O senador denunciou ainda que a gestão “não eleita” de Temer irá propor uma política de cortes de investimentos públicos em áreas essenciais, privatizará empresas, e imporá uma agenda social de direita.

Sanders sugere que os EUA apoiam uma solução no Brasil por meio de eleição direita.

“O esforço para remover a presidente Rousseff não é um julgamento legal, mas político. Os Estados Unidos não podem sentar-se em silêncio enquanto as instituições democráticas de um dos nossos aliados mais importantes são minadas. Nós devemos dar suporte às famílias trabalhadoras do Brasil e exigir que esta disputa seja resolvida com eleições democráticas”, disse.

Além do apoio do senador independente, Dilma também recebeu manifesto de 39 deputados norte-americanos contrários ao golpe.

Com informações do UOL.

18 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Mais um exemplo didático de paráfrase.
    O 007 está na alfândega do aeroporto, a senhorita que o atende pelo para
    que ele abra a maleta, ao que ele se interpõe e diz:
    – My name is Bond.
    – Bond?!?
    – Yes! James… James Bond!
    Oh sim, Mr. Bond, pode seguir.
    O próximo passageiro era um português, com uma mala cheia de muamba,
    e que tinha prestado muita atenção ao comportamento do agente 007.
    A mesma senhorita pede para o português abrir a mala.
    – My name is Uel.
    – Uel?!?
    – Yes! Manu… Manuel!
    kkkk… acho que o portuga foi pro xilindró.

  2. Fosse ao contrário, detonando Dilma, os petistas – os que restam, diriam que se trata de atentado à soberania de outro país.

  3. O “Berne” é o Suplicy norte americano, não faz “fí”, nem faz “fó”, mas todo
    o mundo acha ele legalzinho.
    Tendo que cuidar do próprio umbigo e com as eleições majoritárias se
    avizinhando, eles não vão nem prestar atenção no golpe brasileiro.
    Interessante essa nossa Esquerda, odeia os americanos, mas agora com a
    Dilma nas cordas, qualquer meio sorriso de um protagonista político de
    terceira nos USA, é considerado como solidariedade dos Estados Unidos
    à Dilma Rousseff, e oposição ao golpe.

    • Parafraseando o Livro Santo:
      “Contradição das contradições, tudo é contradição”!
      Ps:- parafrasear é usar a construção e inflexão de uma frase conhecida ou
      famosa, só que usando outras palavras.
      A frase bíblica é: “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade”!

  4. esquerdista vai ter que explicar o repasse de verba a esse blog de quinta aqui… CPI das midias sociais já

  5. Depois de um governo medíocre e corrupto, agora com o pé na cova essa ex-presidANTA quer antecipar eleições.

    Toma vergonha! Vai dormir!

  6. Se fosse realmente pelo brasil esse mordomo de urubu ja tinha concordado em fazer novas eleições, mas como todo golpista e corrupto ele vai se segurar no osso até onde der e o brasil vai seguir ladeira “do retrocesso” abaixo!

  7. Esse Sanders é um sonhador; a vontade do Obama é transformar a América do Sul numa Síria!

  8. Agora, só esperar o Papai Noel chegar.

  9. Que medão.

  10. Que medo.

  11. Que medinho.

  12. Agora vai….

  13. Tem peso, mas muitos democratatas estao nas maos (ou seria melhor dizer tentaculos) dos Koch brothers, Tea Party & CIA (trocadilho a parte). Na pratica Hilary, Obama ou Trump, sao a mesma coisa, e dificilmente iram aceitar a petiçao de Sanders e se aceitarem ja devem ter algum plano B para garantir a parte deles no pre-sal apoiando algum fiel escudeiro que fez imagem de justiceiro na execuçao do plano A e legitimar td “democraticamente” tal qual na Argentina.

  14. Acho que é só para fazer “marola”.

  15. Não brinquem, não subestimem: a DEMOCRACIA, o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO, os DIREITOS ADQUIRIDOS, a VERDADEIRA JUSTIÇA e, principalmente, com a SOBERANIA NACIONAL !
    ‪#‎ForaTEMER‬ !!!