Guilherme Boulos prevê o país andando “30 anos para trás” com Michel Temer

guilherme_boulosO coordenador nacional do movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, disse ontem (11), em Curitiba, que “o país vai andar 30 anos para trás” com o interino Michel Temer (PMDB).

A previsão da marcha à ré na História deu-se durante debate no Circo da Democracia, que se encerra no próximo dia 15.

“É um programa que jamais seria eleito, talvez sem precedentes na nossa história recente. É um programa de terra arrasada. Querem fazer o país andar 30 anos para trás. Para eles a Constituição de 1988 é um obstáculo para a retirada de direitos”, disse o líder do MTST.

Para Guilherme Boulos, que também integra a Frente Povo Sem Medo, organização com mais de 30 entidades, o governo Temer é perigoso. Talvez seja o governo mais perigoso desde a Nova República.

“Nós estamos vivendo neste momento no Brasil um golpe duplo, nós temos um presidente que não foi eleito, biônico, que não recebeu voto de ninguém”, alertou.

Segundo Boulos, o interino implementa um programa que jamais seria eleito, talvez sem precedentes na nossa história recente. “É um programa de terra arrasada. Querem fazer o país andar 30 anos para trás. Para eles a Constituição de 1988 é um obstáculo para a retirada de direitos”, repetiu.

Assista ao vídeo:

Sobre o bordão de que os direitos previstos na Constituição não cabem no orçamento, é incisivo: “É o projeto deles é que não cabe na democracia, e por isso é que tiveram que dar golpe. Este programa vai deixar sequelas que podem durar duas ou três gerações”.

Independente da votação no senado, o momento atual tem que ser encarado com de resistência democrática. “Eles estão abrindo um período de instabilidade histórica no país, porque vão mexer nos pontos essenciais”.

Com informações de Ednubia Ghisi, fotos de Leandro Taques, vídeo de Rodrigo Gomes (canal do Youtube), do Circo da Democracia

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Se o objetivo é neutralizar os “50 anos de progresso em 5” do Juscelino, o
    Temer já está atrasado.
    Pois Dilma só conseguiu andar 20 anos para trás, e Temer tem só 2 anos
    para nos fazer retroceder os outros 30 anos.
    Avante, digo para trás Temer, e “obrigado” Dilma!
    Ps:- para as cabeças menos esclarecidas, aviso que esse texto foi escrito
    em sentido irônico.

  2. Vejo aí muitos representantes da classe A ou empresários que torcem mesmo pela redução dos direitos adquiridos da CLT(mamata???). Um assalariado ou servidor público(menos do Judiciário e Legislativo por motivos óbvios) jamais teria uma opinião tão estúpida a respeito do assunto. Arrisco até a afirmar que se tratam de fakes a serviço dos articuladores do golpe. E, sinceramente, um assalariado que opina dessa forma tão rasa e repleta de frases feitas de senso comum merece mesmo perder todos os direitos e viver à míngua. Vai ter que trabalhar o dobro para pagar plano de saúde, pagar educação(se sobrar dinheiro) e viver eternamente de aluguel para encher a “pança” dos proprietários de imóveis. É esse o retrocesso. O retrocesso de caráter e de moral. Querem novamente um país pobre e miserável, servindo e “enriquecendo” as grandes indústrias e empresas. Saudade dos anos e 70?

    • Se tá de brincadeira Valdirene, essa farandola petista acabou com tudo de bom que o Brasil tinha. Vai trabalhar vagabundo boulos e vc também Valdirene

  3. Alguém pode me explicar por que esse Boulos não doa os imóveis da riquíssima família Boulos pros sem-teto?

  4. Claro, não há conveniência e o programa não atende seus interesses por isso “o país vai andar 30 anos para trás”. Se fosse conveniente e atendesse seus interesses diria, ” o país vai andar 30 anos para frente. Chopinzada! A mamata acabou.

  5. Mais um vagabundo que está vendo a teta secar.

  6. Invasor de prédios públicos e da propriedade privada, em resumo, vagabundo

  7. Quem e esse sujeito, alguem conhece alguem ja viu, vai trabalhar pra comprar sua casa como tantos e tantos brasileiros fazem, acabou a mamata agora se quiser comer trabalhe tropa de vagabundos.