Golpe de Estado será consumado às 11h

escracho-no-palcio-do-jaburu-230416-brasliadf_26512938802_o-740x493O Senado começará a votar a farsa do impeachment às 11 horas, segundo o carrasco Ricardo Lewandowski.

Dilma tende a ser cassada pelo tribunal de exceção para barrar a Lava Jato, como estava no script do interino Michel Temer e do próprio STF.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), pelo Twitter, diz que imaginava que apelos éticos e demonstração de prejuízos sociais e nacionais mudariam votos. “Mas as razões eram muito menores, bem menores!”, lamenta.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) afirma que as elites brancas vão marretar hoje o povo e suas tímidas conquistas. “É contra isso que as forças do obscurantismo, os escravocratas sempre se insurgiram”, protesta.

“O golpe promovido por Temer/Cunha/PSDB/DIREITA é uma afronta a todas as conquistas democráticas e sociais nos últimos 13 anos”, completa a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) fez questão de voltar a acusar os golpistas. “Eu acuso Temer e Cunha; a FIESP, a Rede Globo; as elites brasileiras, o PSDB! Acuso de conspiração para dar um golpe de Estado contra uma presidenta legitimamente eleita!”.

Comentários encerrados.