Dilma vai disputar o Senado contra Ana Amélia no Rio Grande do Sul

ana_senado_dilmaA presidente Dilma Rousseff teve o mandato cassado na Presidência da República, mas o Senado manteve seus direitos políticos.

Os abutres da democracia não conseguiram 54 votos necessários para impor 8 anos de inelegibilidade de Dilma, com isso ela poderá disputar uma das cadeiras do Senado contra sua algoz Ana Amélia (PP) pelo Rio Grande do Sul.

No impeachment, o placar foi 60 votos favoráveis e 20 contrários; no entanto, a cassação dos direitos políticos da presidente obteve somente 42 votos favoráveis e 36 contrários.

Portanto, é correto dizer que Dilma vem aí. Se cuida Ana Amélia!

Comentários encerrados.