CUT irá às ruas contra o golpe em 29 de agosto, dia do julgamento de Dilma no Senado

lula_cutNa manhã desta quinta-feira (18), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou da Reunião da Direção Nacional da CUT, realizada na cidade de Guarulhos, no estado de São Paulo. Durante o encontro, o presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, confirmou que o grande ato em defesa da democracia para dia 29 de agosto.

“O cenário que temos no Senado é diferente do cenário na Câmara. Em abril, a opinião pública apoiava o golpe. Hoje, houve um entendimento de que o golpe aprofundou a crise política e econômica no Brasil”, explicou Vagner Freitas. “Não vamos nos calar. Iremos tomar as ruas de Brasília dia 29 de agosto, exigindo que os senadores não votem pelo golpe”, finalizou o presidente da Central.

A convocatória foi reforçada pela vice-presidenta da CUT, Carmen Foro. “Aqui está quem cerrou fileiras nos últimos meses em defesa da democracia. O próximo período, companheiras e companheiros, será de guerra. Estou falando da guerra em defesa dos nossos direitos, que estão sendo atacados, e a guerra que será as eleições nos municípios.”

Mídia e a sanha do mercado internacional

Durante a reunião, Lula criticou a cobertura que um setor da imprensa faz do julgamento do processo que corre no Senado e que pode corroborar o golpe contra a presidenta Dilma Rousseff (PT).

“É inadmissível que a Dilma, presidenta da República, faça agendas pelo País e a imprensa ignore completamente. Eles estão deixando a Dilma anônima. Esse bloqueio é imposto pelos donos desses meios de comunicação, que são responsáveis pelo golpe. A internet é a única possibilidade que a gente tem de furar a grande mídia”, afirmou Lula.

Para Lula, as medidas tomadas pelo governo ilegítimo de Michel Temer provocaram problemas que não enfrentávamos “há muitos anos”. “Nós voltamos a ter reajuste salarial abaixo da inflação. Nós voltamos a ver sindicatos fazendo acordos para preservar emprego.”

Alvo do mercado internacional, a camada do Pré-Sal foi tema da fala do ex-presidente. “Qualquer governante que ache que precisa vender o patrimônio público para superar a crise, não sabe governar. Agora, eles [golpistas] querem entregar o Pré-Sal. Logo o Pré-Sal, que é a maior descoberta de reserva de petróleo no século XXI. Vejam, o que os EUA fizeram assim que descobrimos o Pré-Sal? Eles colocaram em funcionamento a 4º Frota da Marinha no Atlântico. Desde então, eles estão de olho no petróleo e ficaram muito contrariados quando aprovamos a partilha.”

Por fim, Lula lembrou as conquistas da classe trabalhadora durante os governos petistas e enviou um recado à burguesia. “O País elegeu um metalúrgico e uma mulher para a presidência. Nossas medidas começaram a incomodar a parte de cima da sociedade, já que os de baixo subiram um degrau. Nosso recado para as elites é que gostamos do andar de cima e vamos lutar para continuar no andar de cima”, finalizou o ex-presidente.

Via portal da CUT

22 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Dia 29? Em plena segunda?
    Pensa num pessoalzinho averso ao trabalho.

    Mas vão lá. Ja que são 54 milhões de eleitores brasileiros desafio juntar um milhão para exigir a volta de Dilma.
    Muito? 500 mil talvez?
    100 mil?

    • A culpa foi da própria Dilma e da Direcão Partidária que optaram pela institucionalizacão do Partido em prejuízo da Militância…………………….; e pior……….., parece que ainda não se deram conta do DESASTRE………………..!!!!!

  2. ~CUT…………….., como diria a mulher do Jornal do Golpe…………………:

    “‘NÃO SACANEIA………………………..””………………..!!!!!!!

  3. O apartidario e coxinha.
    apartidario tem camisa amarela que ganhou na epoca dos patinhos da fiesp, ele so nao tem mais panela pra fazer panelaço porque a panela dele furou.

  4. Meu comentário é para o tal Apartidário que tem partido, sim.

  5. CUT irá às ruas contra o golpe em 29 de agosto,
    dia do julgamento de Dilma no Senado.
    VAMOS JUNTO APOIAR!!!

  6. O choro é livre. Vamos começar uma campanha no site change.org de arrecadação de lenços para a “cumpanheirada” .

  7. Apartidario.
    Vc acha que aquela seguranca do senado federal com 800 policiais e segurancas vai dar conta de bater com cacetete de burracha em mais de 30.000 (trinta mil)brasileiros que iram invadir aquilo la?

    Vem com agente tambem apartidario.
    Quem sabe vc nao entra pra historia junto com agente.
    Vai ter pao com mortadela pra gente e tua passagem eu pago.

  8. Invadir o Senado? Depois levam umas borrachadas e reclamam da contenção policial.

  9. Vamos invadir, aquela porcaria.

  10. Precisamos invadir o Senado junto com Dilma.
    Dilma vai ao congresso sozinha?
    Se eu fosse ela, começava uma caminhada fora de Brasília…
    entrava na esplanada junto com o povo e com as forças legalistas…
    Com: Frente Brasil Popular, UNE, CUT, MST, MTST, Políticos que estão apoiando, Juristas que estão apoiando, Frente Povo sem Medo, Os Movimentos Feministas, o PT, PCdoB, etc.
    será que ela vai perder essa oportunidade (também)?
    (se a Dilma entrar junto com o povo, eu vou..)…

  11. Depois da “pasteurizada” que deputados e senadores querem dar no projeto
    10 medidas contra a corrupção, e da escarrada que o Gilmar deu em cima da
    Lei da Ficha Limpa, não tem mais jeito!
    Digo sem nenhum pudor: está mais do que na hora do Exército Brasileiro se
    manifestar, e se for preciso, intervir!
    Olhe para onde olhar, olhe para quem olhar, e você só verá roubo, corrupção,
    sacanagem, e cinismo.
    Quem diz que o pessoal da caserna não pode manifestar opinião política, são
    os próprios cínicos de Direita, de Esquerda, ou de Centro, que estão se
    locupletando dessa democracia seletiva, que só está servindo para engordar
    e fortalecer esses parasitas do setor produtivo.
    Isso sem falar nessa excrescência jurídica, que é o foro privilegiado para
    político, que hoje não tem mais razão para existir.

  12. tem que invadir o senado ir às ruas não adianta nada.

  13. Descreveu exatamente o perfil dos políticos, militantes e eleitores do PT.

  14. “O Analfabeto Político
    O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
    O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais” (Bertold)

  15. Mais um mico! E dá-lhe pão com mortadela mais a passagem pro busão.

    É nadar pra morrer na praia.

    Chora cambada e tchau querida!

    • Otário!

      • Seria Pilantra?

        • Errou, parceiro. Pilantra são os golpistas corruptos que não passam de reles hipócritas que pensam enganar as pessoas. Pilantra é a turma daquele cidadão que pediu R$ 10 milhões pra Odebrecht… em dinheiro vivo. Pilantra é a turma do partido daquele ministro que levou R$ 23 milhões, inclusive com depósitos no exterior. O observador (que só observa um lado como um certo juiz de primeira instância) e o apartidário (de araque) sabem muito bem a quem me refiro.

    • Alienado. Analfabeto político. Leia Memórias de uma guerra suja, um depoimento de Claudio guerra a Marcello Neto e Rogério Medeiros e saberá como age a imprensa, como agem os donos do poder e como é manipulada a sociedade que não se informa.