Sob Michel Temer, taxa de desemprego de 15% ultrapassará era FHC ainda este ano

fhc_temer_desempregoA situação está ruim? O governo interino de Michel Temer (PMDB) avisa que a coisa ficará ainda pior até dezembro deste ano, quando o número de desempregados no país saltará de 11 milhões para 14 milhões. Ou seja, 3 milhões de pais de famílias ficarão fora do mercado de trabalho. Ou ainda 15% (na época de FHC era de 12,6%).

A projeção foi anunciada ontem (14) pelo secretário-executivo do Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do governo interino, Moreira Franco, durante reunião na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Já foi dito aqui antes — e noutros veículos também — que o neoliberalismo não produziu sequer um emprego em qualquer parte do mundo. Não iria ser diferente no Brasil, portanto.

O modelo econômico que Temer persegue é o mesmo que quebrou a Grécia e a Espanha, uma das maiores taxas de desemprego da Europa.

Para os escravocratas da Fiesp, porém, esses 14 milhões de desempregados não são mais do que “estoque de mão de obra” capaz de reduzir os salários e aumentar seus lucros para especulação no mercado financeiro.

Com essa quantidade de desempregados, dentro da lógica da oferta e da procura, é possível que o “Sistema S” consiga implementar a sonhada jornada de 80 horas semanais para os trabalhadores – com o apoio de Michel Temer, é óbvio.

42 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Olá, Limpe Seu Nome, Empréstimo Para Negativados, Sem Burocracia, Aumente Seu Escore de Crédito.
    (11) 4172-0205

  2. Que site lixo… Quer dizer que agora a culpa do desemprego é de Temer que está no governo a 2 meses e não de Lula e Dilma?

  3. só quem é cego ou quem não tá querendo enxergar a realidade, eu fico me perguntando por que tanto ódio do PT desde o primeiro mandato de LULA o Brasil apresentou uma melhoria uma das principais foram a abertura de crédito para o pobre que antes não tinha um automóvel uma motocicleta até mesmo uma moradia.
    Sabemos sim que o país alavancou mais infelizmente as pessoas só sabem olhar pros erros e quem souber realmente o passado sabe que o Brasil estava em uma situação pior ainda. o governo FHC teve que pedir dinheiro emprestado no exterior para manter seu plano real e assim deixando uma divida externa no país onde o presidente lula conseguiu pagar sem entrar no capital deixado por FHC. O mesmo capital que correspondia ao do empréstimo que ele tinha deixado de reserva se por um acaso lula fosse precisar principalmente para pagar os juros da divida.

  4. Comentários com mais de dez linhas ninguém lê. Fica a dica.

    • Você adoraria que isso fosse verdade! A verdade não lhe agrada? Será que é necessário, que os que participam das discussões leiam apenas duas linhas para suas besteiras fazerem sentido?

    • O senhor ficou nos devendo nove linhas com os fundamentos de sua interessante tese. Mas eu tenho outra tese. Quando o comentarista é reconhecidamente viúva do Cunha, geralmente ninguém lê nem mesmo uma linha. KKKKK

  5. Meu Deus, como não entender?
    Com todas essas informações ou melhor notícias maravilhosas mostradas pelo Dr. Mattei e ratificadas pelo Dr.Edmilson Botequio, o país está em recessão.
    Possui 11 milhões sem empregos, com diminuição do capital da maior empresa brasileira, Petrobrás, pela metade por conta do ROUBO pela quadrilha instalada.
    A Pátria Educadora, diminuiu recursos da educação.
    Algum dos dois senhores pensadores poderia nos explicar melhor essa conta?
    Se tudo é maravilha, por que estamos demitindo?
    Por que cortaram recursos da educação?

  6. Pergunta ao Dr. Mattei( de rir):

    – Por que temos 12 milhões de desempregados, quando a DILMAnta estava no governo?

    Culpa do FHC, do PSDB, do Aécio, da direita, da Globo, da PIG, do Beto Richa?

    Por favor, uma análise científica, sem neuroses ou utopias.

    • É óbvio que o governo Dilma também tem culpa nessa tragédia, porém, os que apostaram no quanto pior melhor, os quais foram citados no seu comentário “Culpa do FHC, do PSDB, do Aécio, da direita, da Globo, da PIG, do Beto Richa” também contribuíram, afinal, a crise é muito mais política do que econômica.
      Os golpistas atingiram o seu objetivo prometendo austeridade e combate a corrupção, entretanto, estão fazendo farra com dinheiro público: anunciaram o reajuste médio de 12,5% no Bolsa Família (a ex-presidente foi duramente criticada por anunciar 9%); o Planalto editou uma medida provisória publicada em edição extra do Diário Oficial da União estabelecendo um “apoio financeiro” de R$ 2,9 bilhões ao Rio de Janeiro; o governo do presidente interino Michel Temer pediu a Câmara em sistema de urgência a aprovação dos projetos de aumento salarial para servidores de diversas categorias, projeto que gera um impacto de cerca de R$ 8 bilhões nos próximos quatro anos; o governo Temer também trocou negociação da dívida dos Estados por apoio no Congresso, de acordo com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, os estados deixarão de pagar cerca de R$ 50 bilhões ao governo federal até 2018 por conta da renegociação de suas dívidas, sendo R$ 20 bilhões só em 2016; no dia 13 de julho, o presidente interino Michel Temer anunciou a liberação de R$ 2,7 bilhões para os municípios.
      Sandor Mendes, você sabe onde e quando vai parar a gastança? Quem vai pagar esses pacotes de bondade? A corrupção acabou ou pelo menos diminui como prometia os golpistas? O governo afastado, tinha Ministro toda semana um Ministro afastado por estar envolvido em escândalos de corrupção? Você poderia me responder: se todos que foram citados na Lava Jato tivessem que deixar os seus cargos, quantos integrantes do governo Temer sobrariam?

  7. Lauro Mattei INFORMA E CALA COXINHAS E ANARFAS POLITUCANOS

    julho 16, 2016 em 00:55
    Prezados comentaristas, especialmente para aqueles que falam no “estrago dos 12 anos do governo do PT”, alguns dados do M.Fazenda apenas para refrescar a memória:
    1)Participação das exportações brasileiras na exportações mundiais: saiu de ,096% em 2002 para 1,15% em 2013;
    2)Investimentos diretos estrangeiros no país: foi de 16,6 bilhões de US$ em 2002 para 62,5 bilhões de US$ em 2014
    3)Evolução das reservas internacionais: saiu de 16,3 bilhões de US$ em 2002 para 374,1 bilhões de US$ em 2014;
    4)Dívida Externa: caiu de 41,8% do PIB em 2002 para 15,9% em 2014
    5)Crescimento do PIB: período entre 2003-2010, teve um crescimento médio de mais do dobro do período 1995-2002
    6)Crédito em relação ao PIB: subiu de 26,1% em 2002 para 58,9% em 2014
    7)INPC(parâmetro de inflação): saiu de 14,7 em 2002 para 6,2% em 2014
    8)Taxa Selic: saiu de 24,9% em 2002 para 11,6% em 2014
    9)Carga Tributária Bruta em relação ao PIB: saiu de 22,2% em 2002 para 24,8% em 2013
    10)PIB per Capita: passou de R$ 18.177,0 em 1994 para R$24.710,00 em 2013
    11)Evolução da renda domiciliar per capita: R$ 640,4 em 2002 para 1.052,00
    12)Taxa Desemprego regiões metropolitanas: passou de 12,3 em 2002 para 4,8% em 2014
    13)Evolução do total de trabalhadores com vínculo formal: 28,7 milhões em 2002 para 48,9 milhões em 2013
    14)Evolução real do salário mínimo entre 2003 e 2014: 263,3%
    15)Índice de Gini que mede a concentração da renda: saiu de 0,601 em 1995 para 0,495 em 2013
    16)Gasto soial Federal (% do PIB): aumentou de 12,7% em 2002 para 16,8% em 2013
    17)Taxa de pobreza: caiu de 24% em 1995 para 9,6% em 2013

  8. “”APARTIDARIO “” que discute politica é sintoma de ANALFABETISMO POLITICO, tambem de COVARDIA por nao se assumir de direita e por fim SINICO, diante as contradições explicitas.

  9. Prezados comentaristas, especialmente para aqueles que falam no “estrago dos 12 anos do governo do PT”, alguns dados do M.Fazenda apenas para refrescar a memória:
    1)Participação das exportações brasileiras na exportações mundiais: saiu de ,096% em 2002 para 1,15% em 2013;
    2)Investimentos diretos estrangeiros no país: foi de 16,6 bilhões de US$ em 2002 para 62,5 bilhões de US$ em 2014
    3)Evolução das reservas internacionais: saiu de 16,3 bilhões de US$ em 2002 para 374,1 bilhões de US$ em 2014;
    4)Dívida Externa: caiu de 41,8% do PIB em 2002 para 15,9% em 2014
    5)Crescimento do PIB: período entre 2003-2010, teve um crescimento médio de mais do dobro do período 1995-2002
    6)Crédito em relação ao PIB: subiu de 26,1% em 2002 para 58,9% em 2014
    7)INPC(parâmetro de inflação): saiu de 14,7 em 2002 para 6,2% em 2014
    8)Taxa Selic: saiu de 24,9% em 2002 para 11,6% em 2014
    9)Carga Tributária Bruta em relação ao PIB: saiu de 22,2% em 2002 para 24,8% em 2013
    10)PIB per Capita: passou de R$ 18.177,0 em 1994 para R$24.710,00 em 2013
    11)Evolução da renda domiciliar per capita: R$ 640,4 em 2002 para 1.052,00 em 2014
    12)Taxa Desemprego regiões metropolitanas: passou de 12,3 em 2002 para 4,8% em 2014
    13)Evolução do total de trabalhadores com vínculo formal: 28,7 milhões em 2002 para 48,9 milhões em 2013
    14)Evolução real do salário mínimo entre 2003 e 2014: 263,3%
    15)Índice de Gini que mede a concentração da renda: saiu de 0,601 em 1995 para 0,495 em 2013
    16)Gasto social Federal (% do PIB): aumentou de 12,7% em 2002 para 16,8% em 2013
    17)Taxa de pobreza: caiu de 24% em 1995 para 9,6% em 2013

  10. Prezados comentaristas, especialmente para aqueles que falam no “estrago dos 12 anos do governo do PT”, alguns dados do M.Fazenda apenas para refrescar a memória:
    1)Participação das exportações brasileiras na exportações mundiais: saiu de ,096% em 2002 para 1,15% em 2013;
    2)Investimentos diretos estrangeiros no país: foi de 16,6 bilhões de US$ em 2002 para 62,5 bilhões de US$ em 2014
    3)Evolução das reservas internacionais: saiu de 16,3 bilhões de US$ em 2002 para 374,1 bilhões de US$ em 2014;
    4)Dívida Externa: caiu de 41,8% do PIB em 2002 para 15,9% em 2014
    5)Crescimento do PIB: período entre 2003-2010, teve um crescimento médio de mais do dobro do período 1995-2002
    6)Crédito em relação ao PIB: subiu de 26,1% em 2002 para 58,9% em 2014
    7)INPC(parâmetro de inflação): saiu de 14,7 em 2002 para 6,2% em 2014
    8)Taxa Selic: saiu de 24,9% em 2002 para 11,6% em 2014
    9)Carga Tributária Bruta em relação ao PIB: saiu de 22,2% em 2002 para 24,8% em 2013
    10)PIB per Capita: passou de R$ 18.177,0 em 1994 para R$24.710,00 em 2013
    11)Evolução da renda domiciliar per capita: R$ 640,4 em 2002 para 1.052,00
    12)Taxa Desemprego regiões metropolitanas: passou de 12,3 em 2002 para 4,8% em 2014
    13)Evolução do total de trabalhadores com vínculo formal: 28,7 milhões em 2002 para 48,9 milhões em 2013
    14)Evolução real do salário mínimo entre 2003 e 2014: 263,3%
    15)Índice de Gini que mede a concentração da renda: saiu de 0,601 em 1995 para 0,495 em 2013
    16)Gasto soial Federal (% do PIB): aumentou de 12,7% em 2002 para 16,8% em 2013
    17)Taxa de pobreza: caiu de 24% em 1995 para 9,6% em 2013

  11. Não chegamos ainda no fundo buracao aoida falta essa quadrilha rasparem o resto que sobrou !!!! Essa quadrilha que se instalou ou melhor esses lobos não iram largar o osso até brotar sangue !! Mesmo assim lamber o sangue !!! São pragas na lavoura são verdadeiros sangue sugas !!! Todos deveriam serem executados em praça pública assim talvez tenhamos alguma chance !!! Cadê a justiça em cima dessas empresas como JBS e outras que foram usadas para lavarem e escoderem o roubo sem fim desses vermes !!!!

  12. VOLTA DILMINHAAAAAA!!!!!

  13. É muito engraçado ler os comentários dos eleitores Coxas do Beto Richa!

  14. Isto é herança do Partido dos Trouxas. Ninguém, em sã consciência poderia acreditar que em poucos meses o Michel Temer poderia desfazer o estrago de 12 anos que o pt fez. Ainda vamos ter que sofrer mais um pouco, para depois, nos reerguermos.

    • Em poucos meses, ele gastou, o que o governo anterior levou anos para gastar, e está decidido a fazer o povo pagar a conta! Quem acredita em Michel Temer, está depositando sua esperança no que há de pior na política brasileira, acendendo vela para defunto ruim.

    • Warner,
      eu intendo perfeitamente as pessoas criticarem o governo Dilma, o que eu não entendo, é acreditarem em Michel Temer. Acreditar que o Brasil vai se reerguer com esse golpista traidor, é muita alienação.

  15. Não há como deixar de ver que as origens desse desemprego e dessa
    “desgracera” toda tem suas raízes fincadas nos últimos 9 anos de PT,
    consorciado com o PMDB, já nos últimos 6 anos.
    Temer abriu um pacote de “bondades” para serventuários, servidores,
    funcionários, e outros tipos de “barnabés” federais, que insulta a indigência
    da maioria dos brasileiros.
    São benesses para os abastados, e ferro nos celetistas.
    Dilma que não se preocupe: o Temer vai acabar com os brasileiros.

  16. Esse golpista Temer faz FHC um estadista, achei que não teria coisa pior que o PSDB , mas estava enganado

  17. Esse esmael acha q tdo mundo e burro, essa taxa de desemprego e pro seu governo da epoca da querida, ou vc acha q tdos sao idiotas q nao sabem o q esta acontecendo, me poupe sr esmael.

    • O governo interino assumiu prometendo austeridade, nunca nenhum governo gastou tanto, os altos funcionários públicos do Executivo, os Poderes Legislativo e jJudiciário já receberam o aumento almejado, o Rio de Janeiro recebeu Bilhões para amenizar todos os desmantos realizados nos últimos anos, os estados federados tiveram suas dívidas renegociadas, as prefeituras e alguns estados almejam as mesmas bondades concedidas ao Rio de Janeiro,(Sabem quem vai pagar essa farra BILIONÁRIA?). Na realidade o que este quer, é acabar com os Direitos trabalhistas estabelecidos pela CLT, o objetivo dos golpistas é achar um jeito de deixar que a jornada e os benefícios possam ser livremente negociados entre patrões e empregados, (tentem imaginar o que os patrões vão propor para os futuros empregados) o golpe é a flexibilização da CLT, e, é óbvio, estender o tempo de contribuição para previdência até próximo da morte. Como a expectativa de vida é muito diferente entre os estados da federação, nos estados mais pobres, onde a expectativa é muito menor, os trabalhadores vão se aposentar no caixão, contribuindo até a morte (não estou exagerando, estou sendo realista). O pior de tudo está no fato que os brasileiros não estão percebendo que em nenhum momento se discutiu mexer nas grandes fortunas ou nos privilégios do Judiciário, do Legislativo e dos altos funcionários do Executivo, querem que o trabalhador pague a conta da gastança, da incompetência e da corrupção. Aliás, por acaso a corrupção diminui como prometeram os golpistas? Na realidade aumentou, só não enxerga quem não quer!

      • augusto, parei no “assumiu prometendo austeridade”. Voce sabe muito bem que a austeridade só vale para o povo, tudo isso para garantir os estratosfericos pagamentos da divida interna.

        • não somente para garantir os estratosféricos pagamentos da divida interna, também para garantir os privilégios e as grandes fortunas.

        • Leandro,
          você esqueceu da corrupção, o governo precisa de $$$$$$ para sustentar a corrupção!!!

      • Esse augusto é mesmo um iludido, ou seria mal caráter mesmo????

    • A época da querida era 6.5…pesquisa ao menos.

    • No governo do FHC NÃO havia desemprego augusto?

    • O Esmael se esmera quando distorce notícias. E nem tium prá perda de credibilidade do blog.

  18. Efeito dos governos desastrosos Lula e Dilma. Vai ser difícil consertar os estragos de mais de 12 anos e apagar os rastros nocivos que deixaram. E mais uma vez quem paga a conta é a população.

    • Os seus comentários repetitivos, rancorosos e sem base em dados econômicos já estão nos provocando sonolência.

    • Toma vergonha…você coloca apartidário, eu digo com certeza que você é do partido da crucificação do povo brasileiro, ou você é muito rico ou extremamente doente.

    • “”APARTIDARIO “” que discute politica é sintoma de ANALFABETISMO POLITICO, tambem de COVARDIA por nao se assumir de direita e por fim SINICO, diante as contradições explicitas.

      • Edmilson Botequio: Que tal voltar para algum curso de alfabetização de adultos?

        Assim, você sairá da lista de analfabetos funcionais, tão comprida quanto a lista de desempregados pelo petê.

        Fala sobre analfabetismo político e escreve cínico com esse

      • O político alfabetizado escreve cínico.

        • Senhor Parreiras, fikei imprecionado com sua comcluzão… Poço rezolver meu pobrema usãdo um korretor ortographico e me transfomar nun legítimo polítiko aufabetisado?

    • Antes dos 12 anos era tudo maravilhoso e tu moravas na lua!Menos odio e mais informacao!!!

    • No governo do FHC NÃO havia desemprego, Apartidário ( “O maior analfabeto é o analfabeto político, conforme Bertoldt Bretcher)?

    • Tu é muito burro mesmo,ignorante feito você,so rindo mesmo.kkk

    • A tendência ainda é piorar mais, pois o auge desta crise em que o PT nos meteu será no ano quem, em 2017 teremos muitos desempregados sem salário desemprego, comércio levando calote de quem perdeu emprego, desespero de pais que não conseguem levar comida pra dentro de casa, aumento da criminalidade e mais uma pá de putarias que este infeliz governo nos deixou.

      O Brasil levará mais de uma década para se recuperar dos mais de 13 anos deste governo desastrado e corruPTo!!!

      O discurso PTista é um só, a crise toda agora é culpa do Temer e de seus governo perdido, mas não se deve esquecer que o PT e o PMDB, junto ao PCdoB, levaram nosso país ao caos e a falência geral. Vamos rezar e torcer para que o cidadão de bom e trabalhador não se canse, pois se isto ocorrer estaremos sim perdidos e envolvidos em uma crise sem precedentes.