Jorge Bernardi: Operação Riquixá coroa a queda de máfias no Brasil

onibus_bernardiO vereador Jorge Bernardi (REDE), que presidiu a CPI do Transporte Coletivo de Curitiba, em sua coluna deste sábado (2), à luz da Operação Riquixá, revela que em 2013 havia pedido providências do Ministério Público para conter a máfia do transporte coletivo. O colunista lembra que, também nesta semana, caiu outra máfia, a da informática, mas pede para cair outras quadrilhas que ainda atuam em áreas como o lixo, merenda escolar e pedágio. Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto.

Download do áudio

Riquixá e a queda das máfias no Brasil

Jorge Bernardi*

Definitivamente o Brasil está mudando. O crime organizado que agia impunemente em várias esferas da administração pública está sendo alvo de operações quase que diárias da Policia Federal e do Gaeco aqui no Paraná. A Operação Riquixá, alusão ao transporte de tração humana em que uma pessoa puxa carroça de duas rodas, é a novidade.

As operações mais famosas são a Lava Jato, Zelotes, Turbulência e Custo Brasil. Recentemente surgiram a Operação Saqueador, envolvendo a construtora Delta e o bicheiro Carlinhos Cachoeira, e a Operação O Recebedor/Tabela Periódica, que pegou empreiteiras que constroem ferrovias federais como a Norte/Sul.

A Lava Jato, mãe de todas as operações recentes da Policia Federal, desvendou o maior cartel que há décadas atuava na Petrobras e outras áreas da construção pesada no Brasil. Os maiores empreiteiros do Brasil passaram ou estão presos na carceragem da Policia Federal e no Complexo Medico Penal em Pinhais.

A Zelotes indiciou homens mais poderosos do país como os presidentes Bradesco e da Gerdau. Na Custo Brasil foram roubados mais de R$ 100 milhões de reais de aposentados e funcionários públicos federais.

No Paraná duas grandes operações estão em cursos: a Operação Zelotes, ou a máfia dos fiscais da Receita Estadual, com prejuízo de R$ 1 bilhão de reais aos cofres do estado; e a Operação Quadro Negro, em que milhões foram desviados na construção de escolas.

Nesta semana, outras duas áreas problemáticas em que operam verdadeiras máfias impunemente há décadas, lesando o patrimônio público e causando enormes prejuízos a população, começaram a desmoronar no Paraná: Operação Riquixá, o transporte público coletivo urbano e a Operação ICI, serviço de informática que atende prefeituras como a de Curitiba. Faltam ainda cair outras quadrilhas que atuam em áreas como o lixo, merenda escolar e pedágio.

A prisão de advogados e consultores ligados a máfia do transporte coletivo, na Operação Riquixá, abre a perspectiva positiva para definitivamente desbaratar o crime organizado que atua impunemente em dezenas de municípios brasileiros no transporte coletivo urbano.

A CPI do Transporte Coletivo de Curitiba, em 2013, entregou ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas o modus operandi destas quadrilhas. Só o Tribunal de Contas agiu, determinando a redução da tarifa técnica do ônibus em 33 centavos. A Operação Riquixá renova a esperança de que os bandidos de colarinho branco finalmente responderão por seus crimes.

*Jorge Bernardi, vereador de Curitiba (REDE), é advogado e jornalista. Mestre e doutorando em gestão urbana, ele escreve aos sábados no Blog do Esmael.

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to tell you that I’m new to weblog and really enjoyed this web site. Almost certainly I’m want to bookmark your blog . You actually come with fantastic stories. Thank you for revealing your blog site.

  2. Ele nãoé corrupto. Ele é USUFRUETÁRIO.

  3. Pois é, Bernardi.
    Nosso “Fruetuoso” prefeito está apático, ou pior, com medo.
    Beto rixa “rompeu” teatralmente com o Taniguchi, depois promoveu uma
    nova licitação do transporte coletivo, cujo contrato também deveria ter
    sido celebrado lá no Teatro Lala Schneider.
    E Fruet, uma vez empossado, não agiu para exterminar essas duas máfias:
    a do ICI, e a do TC.
    O seu pai, o Maurício Fruet, teria agido contra as duas, e se não tivesse
    apoio político para exterminá-las, pelo menos teria a hombridade de
    renunciar ao cargo.
    Já não se fazem mais homens que honram o “fio do bigode”.

  4. Vereador, e essa historia da rede se coligar com o psc fascista de Bolsonaro?

  5. se o prefeito gustavo fruet fosse mesmo honesto teria te apoiado na cpi da máfia do transporte coletivo não fazer o que ele fez que abafou e prejudicou a cpi e ficou do lado dos empresários do busão. o fruet vai passar para história como covarde ,conivente e comparsa com tudo de errado do transporte coletivo.

  6. Alguem aí é advogado para explicar o peso que teria a denúncia contra Temer no documento do Viomundo?

    • Peso? Depende de quem é o cidadão a quem a balança (MP, PIG. PF, Justiça) quer pesar. Já é notório que Temer, Pauzinho do Dantas (Paulinho da farça sindical – que tem processo no STF tem mais de 10 anos e não anda, por corrupção) e o próprio Daniel Dantas mandam no porto de Santos, não somente nas docas, como também na contratação de mão-de-obra para a estiva (máfia de trabalhadores e sindicato – ganha um doce quem adivinhar qual sindicato). Por óbvio, como é somente uma acusação de terceiro, não atingindo diretamente o vampiro de Düsseldorf, aí a coisa não prospera. Ademais, nesses casos, sempre tem aquela coisa do “acordo” amigável que é pra deixar tudo na mais perfeita harmonia entre as partes.

  7. Eu pago mais. Nunca um PSDbista será preso. Mesmo que seja meio PSDB igual Delcídio e Machado.

    O problema dessas operações é que, sendo a corrupção absolutamente generalizada e não é outra a causa da falência dos municípios e estados, seria mais barato e eficiente tacar fogo no Brasil e jogar as cinzas no mar. É um beco sem saída. Parou tudo. A coisa não termina. Há os joguinhos tipo quero a delação deste e não daquele e etc. e nem metade dos valores roubados voltam ao estado.

    Mas não podemos perder a fé. Informática, pode se dizer que é foco de corrupção pela falta de licitação e sobrepreço ou suporte a corrupção em 97% dos órgãos públicos.(deletar provas e justificar).

    Tenho rezado para ter fé.

    • Devolver para Portugal, e ainda pedir desculpas por não ter dado certo, pelo povinho corrupto, maldoso e mesquinho que aí está. Devolve e boa …

  8. Pago um dolé ao vereador no dia que alguém do PSDB for preso!