Gleisi Hoffmann: A pauta do Congresso resume-se ao golpe e à retirada de direitos

temer_golpe_gleisiA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em sua coluna desta segunda-feira (4), denuncia que no Congresso Nacional só se pensa em duas coisas: 1- finalizar o golpe de Estado e 2- retirar os direitos sociais e trabalhista.

A colunista conta que a comissão do impeachment no Senado continuará trabalhando no recesso e prevê aprovação de relatório favorável à destituição. No entanto, Gleisi vê possibilidade de Dilma Rousseff voltar pelas mãos do plenário.

A senadora prega resistência, apesar da apatia política generalizada, do caldo cultural fascista que vivenciamos, principalmente nas redes sociais. Abaixo, leia, comente e compartilhe a íntegra do texto:

A pauta do Congresso: o golpe e a retirada de direitos

Gleisi Hoffmann*

A pauta prioritária do Congresso Nacional deverá ser resolvida nas próximas duas semanas, pois haverá recesso parlamentar de 15 dias, pelo menos no Senado. Esse recesso não contará para a Comissão Especial do Impeachment, que continua funcionando a todo vapor para cumprir o calendário apertado que foi imposto no início dos trabalhos.

Agosto, dito mês do cachorro louco, é o prazo que os governistas querem para desfecho do golpe. De preferência para concretizá-lo.

Durante esta semana faremos, na Comissão Especial do Impeachment, avaliação e debate sobre a perícia, que a base governista não queria deixar acontecer, e que está favorável à defesa da presidenta Dilma.

Também será apresentada a defesa em nome da presidenta, que não irá Comissão nesta fase, podendo ir ao Plenário da Casa na fase final de julgamento.

Na Comissão, pelo que já presenciamos e vivenciamos, o resultado está dado. Os senadores foram escolhidos a dedo pelo governo interino.

Independente do que se diga ou do que se prove, a maioria votará pelo afastamento definitivo da Presidenta. Podemos, sim, mudar esse resultado no Plenário. Estamos e vamos trabalhar muito para isso.

Mas teremos de ficar atentos a outra ofensiva golpista no curto prazo, que é o desmantelamento dos direitos dos trabalhadores e o ataque aos programas sociais conquistados pela sociedade brasileira nos últimos anos. O Estado mínimo de bem-estar social assegurado na Constituição de 1988 está em risco. Enquanto se debate o impeachment e radicaliza-se na disputa política, medidas são urdidas para satisfazer o mercado, que maximiza lucros e resultados acima da vida das pessoas.

O ministro interino da Fazenda, Henrique Meireles, em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, disse que não se pode fazer ajuste fiscal nos últimos anos porque há vinculação de recursos para a saúde e educação, que são áreas que gastam demais. Daí que o efeito prático da Proposta de Emenda Constitucional, que limita o crescimento de gastos públicos, exceto juros, a variação anual da inflação, é para atingir exatamente essas áreas. Essa proposta, enviada ao Congresso pelo interino Michel Temer, se fosse aplicada dos anos de 2006 a 2015 para as ações de Saúde, R$ 178,8 bilhões teriam deixados de ser investidos.

No caso da Educação a perda seria de R$ 321,3 bilhões. Isso sem falar das medidas que virão para desestruturar o sistema previdenciário e acabar com os reajustes reais do salário mínimo.

A maior conta do orçamento público ficará fora do teto: as despesas com juros, que hoje estão na casa de quase R$ 500 bilhões. Aliás, o teto a ser imposto para as outras despesas é justamente para viabilizar o pagamento dos juros. Essa é a prioridade do governo interino, juntamente com o impeachment. Se aprovada, o sistema financeiro agradece.

Não vivemos um período fácil de nossa história, mas temos de resistir, em todas as frentes que atuamos. Apesar da apatia política generalizada, do caldo cultural fascista que vivenciamos, principalmente nas redes, oportunismos em alta, cabe-nos auxiliar os movimentos sociais e os setores progressistas da sociedade na resistência. Agora, mais do que nunca, resistir e lutar faz-se imprescindível.

*Gleisi Hoffmann é senadora da República pelo Paraná. É presidenta da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE). Foi ministra-chefe da Casa Civil e diretora financeira da Itaipu Binacional. Escreve no Blog do Esmael às segundas-feiras.

23 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hello there. I found your blog by the use of Google even as searching for a similar topic, your site got here up. It seems to be great. I have bookmarked it in my google bookmarks to visit then.

  2. I simply want to say I am newbie to weblog and truly enjoyed this page. More than likely I’m likely to bookmark your blog post . You absolutely come with really good articles. Thanks a bunch for sharing with us your web-site.

  3. Senadora simples de resolver basta os PTralhas devolverem tudo que roubarão inclusive os aposentados que a situação talvez melhore um pouco ,a Narizinho deveria ter vergonha .

  4. Esses PeTistas soque emccontinuar lá, não porque querem ou sabem governar bem, e porque querem continuar mamando. Principalmente essa senadora .

  5. Senadora, se alguem deu golpe na populaçao foram por etapa, a sra, o seu marido, e tda essa cambada do seu partido, agora nos poupe, por favor.

  6. Cala a boca Gleise, você só pensa em roubar e defender essa anta abestada!

  7. Esta Gleisi tem o telhado de vidro enorme, e fica fingindo , que está fazendo algo de bom pelo trabalhador, e o Temer nunca falou em retirar benefício do Trabahador, o pt, eles provocaram o hecatombe do país, o próprio marido roubou ao montes , cedo ou arde vai voltar para a jaula, ela nunca mai se elegerá , quando era diretora financeira de Itaipu, desviou enormes quantia de dinheiro para campanha, para de ser fingida , pois até seus vizinhos aplaudiram a PF, na sua cobertura comprada com dinheiro da corrupção, e de graças Deus que o STF, foi indicado pelo Lula e DIlma, e, estão segurandos os processos que existe da tua roubalheira.

  8. Tiveram 12 anos pra ajeitar o país E o que fizeram? Só roubaram, inclusive esta Sra.senadora, que grita tanto na comissão que se torna ridícula,acha que esperneando conseguirá mudar o quadro.

    • Durante estes doze anos só demostraram as suas Incompetências, suas Conveniências e suas CONIVÊNCIAS

  9. Há muitas MULHERES heroínas. Algumas são apagadas. Outras esquecidas. Uma das esquecidas é Janaína Paschoal (pelo menos pela mídia em geral). Eis:
    Campeã mesmo (no bom sentido) é ver Janaína Paschoal enfrentando Gleisi Hoffmann. Como uma atleta. Veja:
    Puxa vida! Dra. (De verdade. Não é apenas professorzinho doutor de USP não, com teses defasadas e autoritárias) Janaína Paschoal, com inteligência, bom senso, modernidade, cabeça AREJADÍSSIMA, fez o golaço de Marta Suplicy e de Senador Romário para cima de Gleisi Hoffmann. Sete a um (7×1) para Janaína Paschoal!

  10. FALAM EM CONTER GASTOS, E AINDA NA REFORMA DA PROVIDENCIA/APOSENTADORIA.
    PRIMEIRO ITEM DA REFORMA PODERIA SER

    NÃO APOSENTARIA AOS POLÍTICOS, E PONTO.

  11. E o blá blá blá e a choradeira de sempre continuam. Vai ser difícil esperar até agosto pra esse povo espirrar de vez lá de Brasília. É fácil pregar o socialismo e a divisão de rendas quando se leva uma vida de milionário. A prática passa longe da teoria e um bando de fanáticos cegos defendem e acreditam nos discursos demagogos. Ainda bem que essa era vai acabar ainda esse ano embora seja muito tempo de espera. Doze anos foram mais que suficientes pra acabar com o país. Gente incompetente e mal intencionada.

    • APARTIDÁRIO (divulgue em seu Facebook). Eis:

      Há muitas MULHERES heroínas. Algumas são apagadas. Outras esquecidas. Uma das esquecidas é Janaína Paschoal (pelo menos pela mídia em geral). Eis:
      Campeã mesmo (no bom sentido) é ver Janaína Paschoal enfrentando Gleisi Hoffmann. Como uma atleta. Veja:
      Puxa vida! Dra. (De verdade. Não é apenas professorzinho doutor de USP não, com teses defasadas e autoritárias) Janaína Paschoal, com inteligência, bom senso, modernidade, cabeça AREJADÍSSIMA, fez o golaço de Marta Suplicy e de Senador Romário para cima de Gleisi Hoffmann. Sete a um (7×1) para Janaína Paschoal!

    • Perfeitamente, concordo em gênero, número e grau. A Senadora Gleisi não mais será eleita, podem acreditar.

  12. É impressão minha ou a esquerda caviar esta com medo de não ter de onde roubar?
    Aposentados, Petrobrás, BNDS, fundos de pensão, Correios, Postalis, Rouanet, Oscips…… já delapidaram tudo! Quanto menor a interferência do Estado menor a probabilidade de roubarem. Só o dindin dos sindicatos não esta bom?

  13. 500 bilhões….Sr.Senadora, vc tem parte nessa fatia explosiva…..

  14. INFELIZMENTE TENHO QUE DISCORDAR DE VOSSA EXCELÊNCIA, neste sentido, ele não estão pensando apenas em: 1- finalizar o golpe de Estado e 2- retirar os direitos sociais e trabalhista, mas também em PRIVATIZAR tudo que podem para pagar seus financiadores!