6 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Grande parte daquelas pessoas só querem furar a fila de moradia da ,COHAB, tem muita gente honesta pagando aluguel e na fila por moradia que segue as leis e não invadi terreno dos outros

  2. Nessa comunidade a maioria dos ocupantes nem moram efetivamente nas casas, residem em outro local e deixam uma casa ali só para garantir atendimento futuro através do poder público.
    As pessoas estão muito mal acostumadas nesse país…

  3. Ahaa, its nice discussion regarding this post here at this weblog, I
    have read all that, so at this time me also commenting at this place. http://Yahoo.net/

  4. Agora é moda, invadir terrenos e fazendas particulares e reivindicar a sua posse, não vou concordar nunca com este tipo de prática.
    Sempre em ano eleitoral aparece um salvador da Pátria querendo resolver estes problemas. Quem está criticando a situação atual, deveria adquirir legalmente estes terrenos e consequentemente doá-los à quem os está reivindicando.
    O atual Prefeito não tem culpa alguma pelo que estão acontecendo, dentro do possível está realizando uma ótima administração em nossa cidade, só não vê quem não quer.

  5. Esse é um problema antigo e crônico das principais capitais mundiais. Em ano eleitoral sempre aparecem candidatos ao cargo de prefeito criticando a administração de quem está exercendo o cargo. Porém, ninguém trás uma solução.

    Agora, repito, em véspera de eleição, descem a lenha no Fruet como se fosse o único responsável por esse grave problema.

    Não é uma defesa ao prefeito, apenas uma observação.

    E antes que apareçam os aprendizes de adivinhos e videntes , não sou parente nem eleitor do Fruet, nem funcionário da prefeitura, nem contratado, nem comissionado.

  6. O Paraná é o estado que mais exportou migrantes filhos de trabalhadores do café para São Paulo.

    São em numero de milhões, no seculo passado. Com esse filtro os remanescentes puderam ter privilégios e hoje há até o fascismo. No Ceará também. É um fenômeno a ser estudado. Note que o Ceará exportou os migrantes para o Paraná para a plantacao do café., antes.

    Sem essa emigração o Parana e mormente Curitiba teria hoje uma situação caótica de pbres empilhados .

    Então conserte o que sobrou de pobreza, já a exportou quando o café secou.