Curitiba terá ‘Fora Temer’ e tentativa de apagar o fogo na passagem da tocha olímpica

tocha_curitibaOs curitibanos se organizam pelas redes sociais para protestar pela saída do interino Michel Temer (PMDB), da Presidência da República, nesta quinta-feira (14), durante a passagem do fogo olímpico, que pretendem apagar.

O movimento pelo ‘Fora Temer’ tem 2,6 mil convidados pelo Facebook, dos quais 500 já confirmaram presença.

A convocação para apagar a chama olímpica tem 1 mil participantes confirmados ante 3,8 mil convidados pela mesma rede social.

Dois paranaenses terão a missão de evitar que a Tocha Olímpica seja apagada durante o passeio pelas ruas centrais da República de Curitiba: Joel Benin e Ricardo Gomyde, ex-diretores do Ministério do Esporte; eles estarão a serviço da Autoridade Pública Olímpica.

O diabo é que “coxinhas” e “mortadelas” têm em comum um objetivo nessa jornada: apagar a tocha olímpica; por outro lado, a dupla de ataque Gomyde-Benin é ativista do PCdoB velho de guerra…

O início do revezamento do fogo olímpico será no Museu Oscar Niemeyer (MON), no bairro Centro Cívico, por volta das 9 horas.

Comentários encerrados.