Ao vivo: Cunha atirado aos leões da CCJ da Câmara pelo próprio “aliado” Temer

temer_cunha_ccjParlamentares da tropa de choque de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) estão inconsoláveis. Passaram a noite inteira chorando, após o interino Michel Temer (PMDB) se unir com a esquerda para detonar o candidato do “centrão” Rogério Rosso (PSD-DF), isto é, abreviar o mandato do deputado afastado. É nesse clima que a CCJ da Câmara, agora sob direção de Rodrigo Maia (DEM-RJ), retoma o processo de cassação de Cunha. Será que Osmar Serraglio (PMDB-PR), presidente da CCJ, vai manobrar outra vez para dar sobrevida ao correligionário? Abaixo, assista ao vivo:

Ao atirar Cunha aos leões, talvez Temer tenha se esquecido da célebre frase/ameaça de Paulo Preto, em 2010, ao ser abandonado pelo então presidenciável José Serra (PSDB): “Não se abandona um líder ferido na estrada”. Preto tinha sido denunciado pela campanha de Dilma Rousseff e a revista Istoé repercutira o caso.

A CCJ se reúne hoje, às 9 horas, no plenário 1, em nova tentativa para votar o recurso do deputado afastado Eduardo Cunha contra a decisão do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar de aprovar o envio ao Plenário do processo de cassação do mandato dele.

Comentários encerrados.