Agora é FHC quem trama pelo fim da Lava Jato

fhcO ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o FHC, em artigo publicado neste domingo (3), defende o fim da Operação Lava Jato.

O tucano quer um basta nas investigações justamento no momento em que as investigações chegam ao PMDB e ao interino Michel Temer — e ameaçam devastar o PSDB.

Para FHC, o rigor da lei é somente para puta, pobre e petista.

Antes do ex-presidente tucano, Romero Jucá (PMDB-RR) fora flagrado em áudios tramando o fim da Lava Jato, dentre outros peemedebistas do governo golpista.

Abaixo, leia a íntegra do texto de FHC:

Um pouco de bom senso

Descartes, em frase famosa, escreveu que o bom senso é a faculdade melhor distribuída no mundo. Na época, bom senso se referia à razão. Traduzindo para hoje: a inteligência das pessoas se distribui entre elas seguindo uma curva normal. Pode ser. Mas o common sense dos americanos é outra coisa: a sabedoria. Seja no sentido francês, seja no inglês, parece que o mundo de hoje perdeu o senso. De hoje?

Muito comumente os que tomam decisões pouco se preocupam com os dias futuros. O tempo passa, e quem paga a conta são as gerações futuras. A falta de senso vem de longe. Basta olhar para o que vimos ainda esta semana. Seja o Isis, seja quem for o responsável pelos ataques terroristas na Turquia, eles são respostas irracionais a atos também irracionais do passado.

Não foi o colonialismo inglês que partiu o Oriente Médio em Estados-nação que controlam etnias, religiões e culturas distintas? E, na África, os ingleses não contaram com a ativa cooperação dos franceses e demais potências ocidentais para criar países artificiais? Mais recentemente, não foram os americanos no Iraque, os europeus na Líbia, e todos juntos na Sí- ria, que fizeram intervenções para restabelecer o “bom governo” e deixaram os países divididos e ingovernáveis?

E não foram outras pessoas que pagaram com a vida, décadas depois, o ardor missionário dos terroristas de vários tipos? Mais recentemente, a maioria dos britânicos votou por separar o Reino Unido da Comunidade Europeia. Só depois se assustaram. Amanhã, acaso os americanos não podem pregar uma peça neles próprios (e em todo o mundo) e eleger o Trump?

Espero que não. Mas, em qualquer dos casos (e ainda que os ingleses tenham lá seus argumentos contra a “burocracia de Bruxelas”), as consequências, como a sabedoria de Eça fazia o conselheiro Acácio dizer, vêm sempre depois. Escrevo isso não para justificar, mas para tentar explicar algo do que ocorre entre nós.

Assim como no passado outras visões do mundo puderam levar alguns povos, momentaneamente, à insensatez, e esta cobrou seu preço no transcorrer do tempo, no mundo atual há um sentimento antiordem estabelecida, que poderá cobrar preço alto no futuro. Está na moda, por motivos compreensíveis, colocar no pelourinho a política e os políticos.

Não é só aqui e vem de longe. O mesmo movimento que levou à ampliação da interação social, saltando grupos, Estados e nações, baseado no acesso à informação e às novas tecnologias, pôs em xeque as instituições tradicionais, tanto das ditaduras como das democracias representativas. Foi assim na “primavera árabe”, do mesmo modo que nos movimentos dos “indignados” da Espanha, agora no anti-Bruxelas da Grã-Bretanha.

E não é de outra índole o tipo estranho de protesto que permitiu Trump derrotar os “donos” do Partido Republicano, ou o susto que o senador Bernie pregou em Hillary. Por todos os lados há um mal-estar, um inconformismo: todos vêm e sabem que a vida pode ser melhor, sentem que o progresso material cria oportunidades, mas delas se apoderam alguns, não todos.

Deriva daí, como do desemprego, que é outra faceta da desigualdade básica de apropriação de oportunidades, uma insatisfação generalizada que se volta contra “los de arriba”. O horizonte parece toldado, mas não ao ponto de impedir que “los de abajo” vislumbrem bom tempo para alguns, o que irrita. Irrita mais ainda quando há um sentimento de impotência, porque os que sabem e possuem têm vantagens desproporcionais diante da maioria que vê o bonde da História passar.

Essa constatação só aumenta a angústia e a responsabilidade dos que dela têm noção. Tivemos no Brasil, à nossa moda, algo disso. Há responsáveis, mas não vem ao caso acusar. Provavelmente alguns deles, se forem intelectualmente honestos, estão se perguntando: por que não vi antes que endividar irresponsavelmente o país, mesmo que a pretexto de aumentar momentaneamente o bem-estar do povo e criar ilusões de crescimento econômico, é algo ruinoso, que as gerações futuras pagarão?

Exemplo simples: quando foi derrotada a emenda na Previdência Social de meu governo, que definia uma idade mínima para as aposentadorias, não faltou quem gritasse vitória. Alguns dos mesmos que década depois se deram conta de que não se tratava de “neoliberalismo”, mas de projetar no futuro próximo as consequências financeiras de tendências demográficas inelutáveis. Diante do estrago, não adianta chorar: é darmo-nos as mãos e ver se encontramos caminhos.

Digo há tempos que o sistema político atual (eleitoral e partidário) está “bichado”. Sou defensor das ações da Lava-Jato e sei que sem elas seria mais difícil melhorar as coisas. Mas não nos iludamos: sem alguma forma de instituição política e sem políticos que a manejem, não será suficiente botar corruptos na cadeia para purgar erros de condução da economia e da política.

Que se ponha na cadeia quem for responsável, mas que não se confunda tudo: nem todos os políticos basearam sua trajetória na transgressão, e nem todos que financiaram a política, bem como os que receberam ajuda financeira, foram doadores ou receptores de “propinas”. Se não se distinguir o que foi doação eleitoral dentro da lei do que foi “caixa dois”, e esta do que foi arranjo criminoso entre governo, partidos, funcionários e empresários, faremos o jogo de que “todos são iguais”. Se fossem, que saída haveria?

Está na hora de juntar as forças descomprometidas com o crime, e elas existem nos vários setores do espectro político, para que o bom senso volte a imperar e para que possamos recriar as instituições, entendendo que no mundo contemporâneo a transparência não é uma virtude, mas um imperativo, e, por outro lado, que se não houver meios institucionais para decidir e legitimar o que queremos não sairemos da desilusão e da perplexidade.

Não é hora só para acusações, é hora também para a busca de convergências.

29 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to mention I am just beginner to blogging and actually enjoyed your web-site. Very likely I’m likely to bookmark your blog post . You surely come with tremendous articles and reviews. Thanks a bunch for revealing your web site.

  2. Otimo artigo conteudo intereçante.

  3. Guardadas as devidas proporções, é um Jucá intelectualizado.

  4. Quem acredita que a lava jato é uma operação contra a corrupção está muito enganado. A operação lava jato é uma repressão política dirigida ao partido do PT. Prova disto é esta investida desse gaga facista. Quando vai se aproximando de seus cumpichas aí deve parar as investigaçãos. Me poupe. Só não ver quem não quer ou um fanático tucano.

  5. Penso que a culpa foi dos militares, o Brasíl na época não tinha políticos capazes, Tancredo talvez, mas foi antes, uma morte duvidosa, mas em fim, caímos nas mãos dos civis, despreparados e pior, com idéias comunistas, muito se fala que o regime militar era ditador, não foi isso que presenciei no regime, foram duro sim, mas pra agitadores, e quem eram eles? FHC, lula, Dilma, j Dirceu, j genuíno, Brizola e outros, quem voltou? Todos, e fizeram o que? As mesmas coisas. A meu ver, ainda fico com os militares, porque os civis só me decepcionaram.

  6. Sempre foi canalha. Agora é canalha e gagá , vide entrevista a Al Jazira.

  7. Acabar, como assim! Agora que está começando a ficar
    bom, já devassaram o PT e não conseguiram nada com o Lula e a Dilma, no entanto, não vai dar para engavetar os Grandes GOLPISTAS!

  8. É MESMO MUITO CANALHA!!!!

    PRIMEIRAMENTE, #FORATEMER

    O que se pode retrucar quando são apresentados fatos?
    >> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/03/11/o-que-se-pode-retrucar-quando-sao-apresentados-fatos/

    “Hoje logo cedo, ao abrir o meu blogue (“COMPARTILHANDO OS ENSINAMENTOS QUE A VIDA ME OFERECE GENTILMENTE. OU NÃO.”) como faço quase que diariamente, pude ler alguns comentários, aos quais sempre aprovo e respondo, um por um.

    À propósito, não pude publicar no meu espaço no site LinkedIn, pois fui bloqueado ali. Parece que a direita detém o poder de censurar aquele espaço que eu considerava como uma tribuna livre. Parece que me enganei.

    Todavia, hoje dois comentários, se não me chocaram, pois nada oriundo de um certo grupelho sacana aí me choca, me estimularam a publicar, para que meus leitores mundo afora saibam quem são e como agem os agentes desta canalha golpista e traidora que tanto esculhambou a nação brasileira. …”

    MAIS UMA ONDA DA PRIVATARIA TUCANA!
    MAIS UMA ONDA DA PATIFARIA DA DIREITA!
    MAIS UMA ONDA DE ENRIQUECIMENTO ILÍCITO E DE NOVAS CONTAS NO EXTERIOR…
    UÉ, CADÊ O AÉCIO, MAIS CITADO EM DELAÇÕES DO QUE A CLARICE LISPECTOR NO FACEBOOK?? JÁ INOCENTARAM O CARINHA OU APENAS O ESCONDERAM NA MÍDIA?
    POR QUE ESTA QUADRILHA NUNCA É PRESA E O ZÉ DIRCEU ESTÁ EM CANA HÁ QUASE UM ANO?
    SUMIU IGUALZIM AO HELICOCA DO AMIGO DELE, O PERRELLA?
    SUMIU IGUALZIM AOS BANDIDOS QUE ROUBARAM AS MERENDAS EM SP?
    SUMIU IGUALZIM A TODA A BANDIDAGEM DA DIREITA?
    EITA QUADRILHA PODEROSA!

  9. Kaská, recomendo que você faça um sacrifício, e leia o texto todo do FHC.
    Sei que é chato, mas ajudará a salvar a sua alma imortal.
    Eu o li, e atesto que é um texto muito prolixo, perante o qual o eterno prefeito
    Odorico Paraguaçu diria: “deixemos os entrementes e entretantos, e vamos
    aos finalmentes”.
    Não sei qual é o medo do FHC, afinal é já é velho demais para ir em cana.
    Mas, lendo até o final, dá pra sintetizar o texto da seguinte forma:
    Perdoem os políticos, nem todos são iguais, vamos juntar, e nos juntar, aos
    bons, afinal, ruim com eles, pior sem eles.
    Tenham paciência, vamos dar-nos as mãos, preservem as instituições, e…
    continuem pagando os impostos!!!
    Dar as mãos com políticos no meio?
    Só se eu tivesse as mãos do Hellboy!
    O FHC quer nos convencer de que estamos a Suécia, no Japão,
    na Inglaterra, ou na Islândia.
    Se “nem todos os políticos basearam a sua trajetória na transgressão”
    contraponho que estes são no máximo 10%, e estou sendo otimista em
    relação ao universo que conheço.
    Só numa coisa concordo com o FHC: sobre a reforma previdenciária.
    Em seu texto quilométrico, FHC esqueceu o motivo pelo qual ela não
    aconteceu no seu governo, e também não acontece no governo PMDB/PT:
    Acontece que a previdência do setor público é a maior responsável pelo
    déficit previdenciário, mas o “porra” do FHC joga no mesmo saco os
    aposentados dos INPS, nos quais acaba caindo a “culpa” toda, pois a
    media do povão não distingue e não entende o que é uma coisa e o
    que é outra.
    E o motivo para não ter havido reforma alguma, é que essa “nata” poderosa
    da previdência pública tem força política, e seus sindicatos não permitem
    a reforma.
    Mesmo que zerado o déficit da previdência privada, teríamos resolvido
    apenas metade do problema.
    Como o número de aposentados privados é mais que 10x maior que os
    aposentados públicos, concluímos que o “X” do problema é no setor
    público (Executivo, Legislativo, Judiciário, e suas autarquias nas esferas
    fedreal, estaduais, e municipais.
    FHC deveria ocupar melhor o seu tempo assistindo a Sessão da Tarde,
    “fardado” com um pijama de bolinhas.

  10. Quando o fhc se iniciou na política ele disse pra esquecer tudo o que tinha escrito. Joguei fora seus livros que lemos durante a ditadura. Desde então sua pseudo erudição não me engana mais. Prá mim fhc é o rei da hipocrisia.

  11. Apartidário? Apartidário? cd vc querida

  12. FHC não prega o fim da Lava Jato. Essa análise é desprovida de seriedade. Eu li o artigo. Não tem essa conotação que o blog deu. A mensagem de FHC é sábia, basta ler e entender.

  13. …esse é o SUPREMO DEMAGOGO….

  14. …esse é o supremo DEMAGOGO dos corruptos….fala bonito…engana bem…aliás..no BRASIL se valoriza o discurso e não o carater ;. o fazer das pessoas …e são esses que estão na administração publica.
    São tão demagogos que agora estão todos amarrados um na língua do outro….e se um soltar a língua, todos cairão…..Então o supremo demagogo precisa soltar o verbo, falar bonito, mentir mais um pouco….

  15. FHC, seu cinismo é ilimitado! O sentimento anti-ordem estabelecida iniciou com o PSDB que o transformou no golpe que estamos vivenciando. A hora, FHC, é de divergir. Não convergimos com golpistas, corruptos, entreguistas do patrimônio público, neoliberalistas….Não seja pretensioso, não subestime nossa inteligência com este amontoado de bobagens e de seu, sempre presente, cinismo.

  16. FHC,, você teve coragem de dizer essa bobagem? Ou está brincando?? Não vê que de uma forma ou de outra tem que haver mudança. Ficar como está não pode e assim precisa mudar e lá bna frente terá que se modificar alguns detalhes do que hoje se está modifiicando, correto? Sempre será assim. Me parece que o seu discurso é para abafar as investigações, as quais vão atigir o seu PSDB e toda essa gente que vem desviando bilhões e bilhões do povo brasileiro. O momento de se fazer a limpeza e dr colocar os erros à vista é agora, lá na frente, se houver alguma necessidade, limpa-se mais um pouco. Esse seu discurso filosófico é antiquado, pernicioso e tem o claro desejo de não permitir que o Brasil tenha um maravilhoso progresso sem os corruptos ligados à sua idéia e politicamente a você. Vá enganar outro.

  17. A Lava Jato tem que continuar, não adianta mi mi desse moralista sem moral, privateiro.

  18. Quando era o PT tava tudo certinho, mas agora que a pá virou para o lado deles querem parar as investigações kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Aos amigos do rei as benesses da lei. Aos inimigos, os rigores da lei.

  19. Sujeito nojento.

  20. Boa tarde!
    Somos um país de sexto sentido.
    O bom senso deve ser utilizado quando vier a favorecer ao meu lado.
    Definitivamente não temos ex-presidente s com postura. Todos estão nadando no lodo como vermes tentando salvar algo que não possuem..honradez e caráter.
    É o fim.
    O Sr FHC…..sem palavras.

  21. agora que chegou-se ao sistema ferroviário e as Teles onde as propinas bilionárias chegam a FHC e PSDB eles estão assustados, pois todo judiciário do Brasil se propôs em dar um basta nesta corrupção generalizada em todos os setores e sem medir esforços de varrerem desde o inicio dos anos 80. Isto e a verdadeira Lava Jato.

  22. FHC sem vergonha,foi só a lava jato começar a atingir PMDB e PSDB o boca de sovaco já está nervosinho.Quando era só PT esse vagabundo focou calado.

  23. Mentiras e demagogia cara de pau ele tem e muito,no seu GOVERNO tudo que fez a JUSTIÇA se acovardou diante de várias DENUNCIA contra FHC e PSDB.as tais PASTAS,onde andas qual gaveta do JUDICIÁRIO estão,JUSTIÇA de mentiras e COVARDES.,a muita a investigar mas ????.

  24. este AI o PAI da CORRUPÇÃO no BRASIL,implantado quando presidenta alem de dor parte das EMPRESAS Estatais e privatizar para dar sustentação a corrupção elas ainda em dificuldades pois os ladrões estão la protegidos por um JUDICiáRIO bem como disse lula ACOVARDADOS,$$$$ F H C lixo do lixo lama da lama CORRE como esgoto.isso e P S D B.

  25. Não consegui terminar de ler … e olha que eu até tentei … Ali no segundo parágrafo já dá vontade de vomitar … Lembramos, nós brasileiros, que pagamos uma conta extremamente pesada dos erros e roubalheiras corruptas de FHC que vem de longe e vai para muito mais … Sem comentários …

  26. E o STF e Moro???