17 de julho de 2016
por Esmael Morais
25 Comentários

Palácio Iguaçu em alerta: prefeito de Foz pode fazer delação comprometendo tucanos

richa_reni_delacaoChegam informações da tríplice fronteira dando conta de que o prefeito afastado de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB), preso pela Operação Pecúlio da PF, autorizou seus advogados a fazerem delação premiada. Leia mais

17 de julho de 2016
por Esmael Morais
20 Comentários

“Traído” e “abandonado” por Temer, Cunha volta a flertar com a delação premiada

temer_cunha_delacaoO ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na iminência de ser cassado, se julga abandonado pelo interino Michel Temer (PMDB). Réu em processos no Supremo, o parlamentar volta a flertar com a possibilidade de delação premiada na Lava Jato. Leia mais

17 de julho de 2016
por Esmael Morais
56 Comentários

Requião assegura que “não vai ter golpe no Senado” e contabiliza 40 votos contrários ao impeachment

requiao_enqueteO senador Roberto Requião (PMDB-PR), um dos coordenadores da vota de Dilma Rousseff, garante que já são 40 senadores contrários ao afastamento definitivo da presidente da República. A animação do parlamentar é procedida de uma sentença lacônica: “Já está resolvido: não vai ter golpe no Senado!”. Leia mais

17 de julho de 2016
por Esmael Morais
18 Comentários

Deputado João Arruda, sobrinho de Requião, tira sarro do PCdoB ao anunciar apoio do PMDB a candidato do DEM

joao_orlandoO deputado federal João Arruda fez uma graça, pelo Twitter, ao anunciar apoio do PMDB ao candidato Marcelo Puppi, do DEM, no município de Campo Largo, na região Metropolitana de Curitiba. Leia mais

17 de julho de 2016
por Esmael Morais
16 Comentários

Michel Temer escolheu um “cavalo batizado” para o Ministério da Saúde

cavalo_batizado3O governo interino Michel Temer (PMDB) escolheu um “cavalo batizado” para o ocupar o Ministério da Saúde. Foi o preço do impeachment na Câmara a nomeação do deputado Ricardo Barros (PP-PR). Leia mais

17 de julho de 2016
por Esmael Morais
45 Comentários

Na Turquia, juízes pró-golpe de Estado vão para a cadeia. No Brasil, são heróis?

golpe_turquiaO presidente da Turquia Tayyip Erdogan determinou neste sábado (16) a prisão de 2.745 juízes e promotores, após a tentativa de golpe de Estado. Segundo o presidente turco, o clérigo Fethullah Gulen, uma espécie de Michel Temer de lá, que vive em um exílio auto-imposto nos EUA, estaria tentando criar uma “estrutura paralela” no judiciário e no exército para tentar derrubar o governo constitucional. Qualquer semelhança com o Brasil… Leia mais