Temer recebe solidariedade e dica de Richa para driblar a crise ética

temer_richa_jornaisO governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), esteve ontem (15) com o interino Michel Temer (PMDB), antes que acabe o golpe.

Richa levou conselho de como Temer deve lidar com a crise, a partir de sua experiência paranaense. A tendência é que o interino recrudesça os ataques ao PT e à CUT para se livrar das acusações de que se lambuzou com propinas.

O governador do Paraná também é acusado de receber propina para a campanha de reeleição. Segundo a Procuradoria Geral da República, que investiga o desvio de recursos da Receita Estadual, o tucano foi beneficiado com a corrupção de auditores do órgão fazendário do estado.

Com 85% de rejeição no estado, Beto Richa foi um entusiasta da conspiração que derrubou Dilma Rousseff devido à impopularidade da presidente eleita (sic).

Richa aconselhou Temer, mas não foi de graça. Ele pediu em troca o aval do governo federal para empréstimos internacionais do estado, que somam, juntos, R$ 1,5 bilhão para as áreas de estradas, infraestrutura de municípios e segurança.

O governador do PSDB também pediu, em troca do apoio, a nomeação do ex-deputado Abelardo Lupion (DEM) para a presidência da Itaipu Binacional. No entanto, Temer já havia prometido o cargo para o empresário Rodrigo Rocha Loures (PMDB), pai de seu assessor de gabinete — o Rodriguinho.

Comentários encerrados.