Requião Filho: “Curitiba merece mais do que velhos prefeitos”

Requião_Filho_2016_Prefeitura_de_CuritibaO deputado Requião Filho (PMDB), em sua coluna desta quinta (16), critica as velhas práticas políticas que voltam com a proximidade da disputa pela Prefeitura de Curitiba. Para o colunista, a capital não é um “antiquário”, por isso, ainda segundo ele, “merece mais do que velhos prefeitos”.

O torpedo de Requião Filho, mesmo que não tenha citado ninguém nominalmente, tem endereços certos: o ex-prefeito Rafael Greca (PMN), que esta semana recebeu apoio do ex-prefeito Luciano Ducci (PSB); e o atual prefeito Gustavo Fruet (PDT).

Para Requião Filho, todos que estão na corrida eleitoral já tiveram oportunidade de resolver os problemas na segurança, na saúde e no cuidado dos bairros e das praças, mas nada ou quase nada fizeram em todas essas décadas. “Os Prefeitos antigos estão em débito com a população”, afirma Requião Filho. Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto:

Download do áudio

Curitiba não é um antiquário! Merece mais do que velhos prefeitos e mais do que eles estão propondo

Requião Filho*

Enquanto alguns buscam desesperados por apoio e vices, fazendo o joguinho da velha política, para ganhar tempo de TV, achando que os curitibanos estão em um antiquário, tendo que escolher um dentre os velhos prefeitos. Nós estamos atentos a Cidade e as necessidades dos curitibanos.

Curitiba hoje tem como principal preocupação a mobilidade urbana, mas não é a única: segurança, saúde, esporte e lazer também figuram entre as preocupações e anseios dos curitibanos.

Quem mora no Centro e Centro Cívico sabe que além dos postes faltando, a insegurança se instaurou. Na própria Av. Cândido de Abreu, onde se encontram as sedes dos Três Poderes e a Prefeitura Municipal!
Lá, a partir do anoitecer, são comuns os gritos de “pega ladrão”. A ponte da ciclovia pode ser orgulho para alguns, mas sem cuidado, iluminação e segurança se tornou nada mais do que esconderijo para assaltantes. Se alguém duvida, perguntem aos porteiros e moradores dos prédios próximos, eles não me deixam mentir.

A Praça 19 de Dezembro, além de estar sempre com as obras de Stenzel, Cozzo e Poty Lazzaroto pichadas, serve de pátio para usuários de drogas. Problema, que se repete na Praça Santos Andrade, onde relatos de furtos e roubos são tão comuns, como a circulação de usuários de drogas que até fogueiras fazem na rampa lateral do Teatro Guaíra.

No entanto, mesmo sendo a segurança o principal problema do Centro já há algum tempo, com a desculpa de que segurança é competência do Governo do Estado, as diversas gestões que se sucederam na Prefeitura colocam a Guarda Municipal no papel de coadjuvante. Esquecem da importância da Guarda, da necessidade de valorização destes valorosos servidores e da importância de sua presença na cidade.

No Boa Vista, a insegurança também preocupa, mas o atendimento do posto de saúde também chama a atenção. No último dia de vacinação da gripe H1N1 o posto de saúde estava fechado para troca de computadores. Ninguém pensou que justamente no último dia de vacinação fechar o posto para troca de computadores iria acarretar transtornos para a população? Se não pensaram, deveriam ter pensado. Mas o Boa Vista também sofre problemas em suas vias…

Aliás, ninguém aguenta mais a política “tapa buraco” dos Prefeitos de Curitiba! Do Boa Vista à Vila Oficinas há remendos. Há ruas com tanto remendo, que dá pra apontar: “esse aqui é daquele cara do Farol”, “esse é do Japonês”, “esse é do Beto” e por aí vai. Peguem a rua dos ferroviários e entrem nas transversais em pleno Vila Oficinas, é como andar em um rally de tanto tapa buraco.

Outro grande problema de Curitiba é a iluminação. As ruas das Mercês… será que em todos estes anos ninguém reparou que falta iluminação pública adequada perto do Positivo Junior? E lá no Mossunguê, também próximo à Universidade, as vias estão na escuridão.

Isso sem falar nos bairros mais afastados, onde o problema das ocupações sem regularização merece maior atenção da Administração Pública.

Se o problema maior é mobilidade, temos que pensar em como fazer as vias fluírem, fazer Curitiba andar. Ampliar o número de ônibus, capacitar e valorizar os motoristas. Dialogar com os prefeitos da Região Metropolitana. E não ficar afagando o ego do Governador para viabilizar uma reintegração afoita que vai acabar encarecendo a passagem. Não se enganem meus amigos, é isso que querem alguns: vender a reintegração à custa do Governo do Estado, isso como antes, ainda vai sobrar para o bolso do usuário.

Se outro dos principais problemas é saúde, temos que ampliar a rede de atendimento, aperfeiçoar os postos já existentes, promover sistema de informação integrado entre as unidades sobre o histórico dos pacientes. E, sobretudo valorizar e capacitar os profissionais de saúde, pois médicos, enfermeiros e agentes de saúde valorizados e capacitados trabalham mais dispostos e melhor.

E quanto à insegurança, nada de desvalorizar a Guarda Municipal. Guarda presente é segurança! São eles os guardiões de nosso patrimônio e também da ordem pública, sempre atentos as movimentações suspeitas e aos chamados próximos.

Os Prefeitos antigos estão em débito com a população! Curitiba merece mais! Curitiba merece mais do que meras gestões “tapa buraco”, gestão de “maquiagem em obras velhas” ou de alguma obra faraônica somente para marcar a passagem de algum político pela Prefeitura. Curitiba merece asfalto bom nos bairros, uma Guarda Municipal valorizada e presente, obras para a população! Curitiba merece mais que um dos Antigos Prefeitos, merece um Administrador Eficiente e Ágil que faça a cidade funcionar como deveria.

*Requião Filho é advogado, deputado estadual pelo PMDB e líder da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná, especialista em políticas públicas.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. naoda pra segura eéééééé Requiao filho

  2. MAIS UM QUE LADRA, LADRA MAS NÃO MORDE !!

    E SOU OBRIGADO A VOTAR !!

  3. Venho de família humilde, que chegou em Curitiba em 1992.
    Graças ao Liceu de Ofícios pude ter uma chance de sair da condição miserável e ter, com dignidade, hoje minha casa e uma profissão.
    Meus filhos puderam nos faróis do saber terem acesso a livros e o mundo da informática.
    Mas dá saudade, pois muito dos equipamentos e serviços públicos úteis não existem mais. Outros estão abandonados.
    O Fruet realmente tentou, mas aparenta não ter perfil para o executivo. Ele mesmo está cabisbaixo.
    O Requião Filho, precisa correr mais uns 20 anos de estrada para poder ter alguma condição de, quem sabe, administrar uma cidade como Curitiba.
    O Dr. Rafael Greca realmente é o único que apresenta condições para tentar colocar a Curitiba novamente no caminho da inovação.
    Sorte desejo a esta querida cidade de pessoas trabalhadoras e honestas.
    Muita sorte nesta eleição.

  4. De nada adiantará de o Requião Filho for eleito, e levar consigo a Maria Victória.
    Venham a Maringá e constatem o que o clã Barros faz por aqui.

  5. Quem diria até Requiao recebeu de empresas envolvidas na lava jato., segundo o delator Sérgio Machado. Definitivamente não tem mais virgem no putero.

  6. O MAMONINHA SEGUE NA MESMA LINHA DEMAGÓGICA DO PAI,CHEGA DESSA GENTE QUE NÃO TRAZ NADA DE NOVO PARA O POVO ….

  7. Confesso que depois de Jaime Lenner e Saul Raiz Curitiba nunca mais foi a mesma a nossa cidade. Na Era Greca a cidade ganhava estátuas de anjo, praças com estátuas a Lá Roma e Faróis de Saber que não tinha livros dentro. Na Era Ducci, foi ainda pior, pois se construiu uma ponte estaiada no meio da Avenida Das Torres e não se resolveu muita coisa, foram os projetos faraônicos que estavam para acontecer, mas foram abortados pelo seu sucessor. O Fruet, este aí sinceramente nem sei porque quis ser Prefeito, Não fez nada pela cidade, acabou com a integração do transporte ao invés de melhorar, pintou faixas vermelhas nas calçadas para os ciclistas e dificultar ainda mais a vida do pedestre que corre risco de atropelamento pelos ciclistas. Este foram os atos dos nossos ex-prefeitos.
    Agora o povo espera além de um prefeito inteligente e eficaz, que também tenha moral e seja uma pessoa de vida ilibada, porque de tranqueiras a gente está cansado de ouvir nos telejornais os nomes de políticos ficha suja.
    E ainda não decidi em quem votar este ano, aliás para mim será uma tarefa muito árdua está decisão, já cansei de votar e no final, ficar decepcionado com as ações dos eleitos. O atual deveria nem sair para reeleição, já demonstrou que a administração na é a praia dele, talvez para o legislativo sirva, mas para o executivo tem muito que aprender com Jaime Lenner e Saul Raiz, quando eram Prefeitos de Curitiba.

    • Curitibano, você esqueceu algumas obras de Greca e denegriu as poucas que
      citou.
      No mandato de Greca, tínhamos estátuas nas praças, o que não é proibido, e
      estimula a cultura, assim como os seus faróis do saber também o faziam, pois
      ainda estávamos na era dos livros impressos, eles eram em bom número e
      de temas variados.
      O Largo da Ordem ficou impecável, os parques e praças eram jardins.
      Greca implantou o biarticulado em Curitiba, construiu várias ruas da cidania,
      e as manteve sempre impecáveis.
      Nascer Em Curitiba Vale A Vida foi criado pelo Greca, mas esse programa foi
      simplesmente renomeado ou apelidado depois, de Mãe Curitibana.
      Os prefeitos que o sucederam, é que foram relapsos no trato de Curitiba,
      mas mérito é mérito.
      Qual o problema então?
      Greca tem se posto em más companhias, tanto nas alianças “transgênicas”
      que faz, como pelo apoio de certos vereadores.
      E, assim como o pai do colunista em questão, já tá dando sinais de
      “fadiga no material”.
      Roberto Requião foi um prefeito macho, enquadrou a máfia do transporte
      coletivo, convocando as empresas de ônibus piratas paulistas, cariocas e
      mineiras, para trabalhar em Curitiba, em pouco tempo os mafiosos daqui
      resolveram “dialogar”, e o valor das tarifas foi reduzido nos limites do
      razoável, e os “piratas” foram embora.
      Nos ônibus foi impressa a frase: “Propriedade Do Povo De Curitiba”.
      Caudilhismo à parte, ela tinha um efeito “pedagógico-educativo” salutar:
      eram raríssimos os casos de assentos rasgados ou riscados, e de ônibus
      pichados ou depredados.
      Afinal, era um bem de sua propriedade, porque estragá-lo então?
      Um lampejo de inteligência, que hoje não existe nas campanhas nas
      campanhas como da Vó Gertrudes, como por exemplo.
      Qual o problema então?
      Requião também dá sinal de “fadiga no material”, além de estar em
      más companhias.
      Já o Jr. se encarar a campanha, não deve se deixar tutelar 100% pelo seu
      velho pai, pois inclusive ele, nunca se deixou tutelar por ninguém.

  8. Realmente o Sr Requião (pinoquio )Filho está com a razão. Ninguem quer velhas raposas de volta principalmente Greca. O que este pinoquio não diz, é que tambem não queremos estes Requiões mentirosos mandando em Curitiba e no Paraná novamente. Eles ainda se acham e não percebem que o povo do Paraná mudou e mudou para melhor e não aceita mais estas mentiras que inclusive tem nome (Requião) Ou o pedágio baixa ou acaba, quem não se lembra disto.

  9. E agora até o guardião da moralidade do PMDB, o senador Requião aparece na delação premiada de Sérgio Machado tendo recebido dinheiro de todos os lados inclusive até de Michel Temer. Claro que é tudo legal e está tudo declarado na prestação de contas ao TRE. Coitado. Isso sim é perseguição com um homem santo. Por analogia, o pequeno gafanhoto precisa e merece também um novo pai, abandonando estas práticas terríveis de velhos políticos.

  10. É…, na época do Prefeito Requião tudo era lindo e maravilhoso, Curitiba não tinha problemas na saúde, educação e segurança… PARE NÉ !!!
    Lembrando ao Greca, que agora tem a LRF, não pode fazer só belezinhas e festinhas, colocando flores e Farol do saber!

  11. Tá certo o Mamoninha!
    Imagine um ancião como vereador então, como pretende o Mamona pai, para enganar a população de Curitiba.
    O povo de Curitiba não quer saber de FRIEIRA na prefeitura e muito menos na Câmara Municipal.
    E nem temos certeza de que esse rapaz terá partido para tentar candidatura.
    Pelos ataques que seu querido PUAI faz ao presidente interino que por sinal é presidente do PMDB, pode inclusive expulsá-los do partido.

  12. Realmente os Prefeitos antigos estão em débito com a população. Lembrando que Requião foi um deles. Concordo Curitiba merece muito mais. Aliás, não são só Prefeitos antigos que ficaram devendo, Governadores antigos também. Ano eleitoral o mesmo blá blá de sempre.

  13. Como fala bobagem, nenhum prefeito irá resolver os problemas da saúde, segurança, educação, habitação, urbanismo, entre outros, o prefeito tem a função de contribuir para este processo de construção continua de uma cidade. Dizer ou achar que como prefeito pode resolver todos estes problemas de uma só vez pode ser total falta de capacidade mental junto com ingenuidade ou demagogia mesmo. Primeiro seria bom mostrar o que tem feito como deputado, o que pretende fazer por Curitiba e, se depois disso ainda tiver o que falar, aí sim desmerecer seus oponentes.