Primo de Beto Richa indica citado na Operação Publicano para ocupar cargo na Educação

luiz_abi_e_victor_hugo

O lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), indicou politicamente o ex-coordenador da região metropolitana de Londrina (Comel), Victor Hugo Boselli Dantas, para ocupar a Superintendência de Desenvolvimento Educacional (SUDE), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Educação (SEED).

Dantas foi coordenador de campanha do tucano em Londrina e foi citado pelo delator Luiz Antonio de Souza na operação Publicano, que investiga propinas e corrupção no valor de R$ 1 bilhão na Receita Estadual.

Souza contou aos promotores do Gaeco que Dantas recebeu R$ 30 mil para fazer lobby em favor de auditor junto ao Palácio Iguaçu.

Em sua apresentação hoje pela manhã na SUDE, o novo superintendente reclamou do assédio da imprensa, disse que é inocente e que conta com o apoio de Beto Richa.

Abi Antoun, o primo distante e influente do governador do PSDB, já esteve preso em junho de 2015 pela mesma operação Publicano.

O diabo é que a cúpula da SUDE caiu justamente por envolvimento em outro escândalo investigado pelo Gaeco, Procuradoria-Geral da República e Gaeco: a operação “Quadro Negro”, que consiste no desvio de recursos estaduais e federais — cerca de R$ 20 milhões — destinados à construção e reforma de escolas.

A SUDE era comandada até o ano passado pelo amigo de tênis e de viagem de Beto Richa, o engenheiro Maurício Fanini.

Comentários encerrados.