Por 11 votos a 9, Conselho de Ética aprova cassação de Eduardo Cunha

tia_cunha_vladimirDepois de oito meses, finalmente o Conselho de Ética conseguiu concluir a votação do relatório que recomenda ao plenário a cassação do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A surpresa na votação foi o voto da deputada Tia Eron (PRB-BA), que vinha fazendo mistério sobre sua posição. Muitos contabilizavam ela como sendo do time de Cunha.

Outro que também “traiu” o presidente afastado foi o deputado Vladimir Costa (SD-PA).

Agora, o parecer do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) antes de seguir da apreciação pelo plenário da Casa.

Se tiver o mandato cassado, Cunha perderá o foro privilegiado e ele poderá ir para cadeia em virtude das denúncias

Comentários encerrados.