Meia Maratona das Cataratas celebra integração à natureza

materia 4.maratonaDisputada num dos cenários mais impressionantes do mundo, a 9ª Meia Maratona das Cataratas reuniu 1.700 atletas no Parque Nacional do Iguaçu, em 5 de junho, quando se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente. A partir desta edição, a corrida ganhou um novo conceito, valorizando ainda mais a ecologia e o turismo, e passará para o calendário fixo da Semana do Meio Ambiente.

O vencedor da competição foi o paraguaio Orlando Elizeche, de 29 anos, com o tempo de 1 hora, 12 minutos e 21 segundos. “É simplesmente sensacional correr aqui na natureza. É um momento único”, afirmou. O pódio masculino foi completado por Evandro Gomes de Lima, Thiago Grassiolli, Victor Rodrigues e Robson Roberto Ramos.

Entre as mulheres, a vencedora foi a policial militar iguaçuense Nilma Rezende, de 34 anos. Ela venceu com o tempo de 1 hora, 31 minutos e 9 segundos. Completaram o pódio feminino Cristiane de Almeida, Elisabete Frederick Souza, Ana Paula Pereira e Clarice Bonemberger.

Avaliação

Foi uma corrida de interação do homem com o parque, num patrimônio da humanidade e numa maravilha da natureza”, ressaltou o chefe do Parque Nacional do Iguaçu, Ivan Carlos Baptiston. “Os participantes vêm pelo prazer e privilégio de correr num cenário único no mundo e de beleza ímpar“, disse o superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla. O presidente do Fundo Iguaçu, Carlos Silva, afirmou que o evento movimenta toda a indústria do turismo do destino, em especial a hotelaria, gastronomia e transporte.

O diretor-presidente da Cataratas do Iguaçu S.A., Bruno Marques de Oliveira, disse que a prova passará a integrar a Semana do Meio Ambiente no Parque Nacional do Iguaçu, que inclui plantio de mudas, feira orgânica, workshop internacional, lançamento de livro e exposição fotográfica.

Realização

A Meia Maratona das Cataratas é uma realização do Parque Nacional do Iguaçu (ICMBio) e da Cataratas do Iguaçu S.A., com promoção da RPCTV e patrocínio da Itaipu Binacional e Fundo Iguaçu.

Comentários encerrados.