AO VIVO: Senado “gangsterizado” segue com comissão do golpe

Para usar a expressão do filósofo Vladimir Safatle, um Congresso Nacional “gangsterizado” retoma nesta quinta-feira (16) o processo de golpe de Estado contra a democracia e, consequentemente, para afastar definitivamente a presidente eleita Dilma Rousseff.

No atual estágio do golpe, o processo é presidido pelo presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, apontado em gravações do tucano Sérgio Machado como sócio do golpe de Estado em curso.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), é réu numa dúzia de processos criminais — principalmente na Lava Jato –, o que materializa a afirmação de Safatle segunda qual o Congresso está “gangsterizado”.

Abaixo a programação da comissão do golpe nesta quinta:

A Comissão Especial do Impeachment ouve cinco testemunhas: Luiz Claudio Costa, ex-secretário-executivo do Ministério da Educação; Wagner Vilas Boas, ex-secretário-executivo-adjunto do Ministério da Educação; Iara Ferreira Pinheiro, subsecretária de Planejamento e Orçamento do Ministério da Educação; Felipe Daurich Neto, diretor do Departamento de Programas Sociais da Secretaria do Orçamento Federal; Clayton Luiz Montes, diretor do Departamento de Programas Econômicos da Secretaria do Orçamento Federal.

lewandowski_renan

Comentários encerrados.