Alvaro Dias: caminhoneiros de todo o país pedem socorro

alvaro_caminhoneiros

O senador Alvaro Dias (PV-PR), em sua coluna desta quarta (8), relata a situação crítica dos caminhoneiros brasileiros que foram induzidos, segundo ele, a contrair empréstimos em nome de um crescimento econômico que não se concretizou.

O colunista aponta a falta de sinceridade do governo do PT, que cometeu “a pior traição que poderia ser feita àqueles que sonhavam contribuir com o crescimento do Brasil e melhorar a vida de suas famílias”.

Abaixo, leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto:

Download do áudio

Caminhoneiros pedem socorro

Alvaro Dias*

É grave o drama vivido atualmente pelos caminhoneiros do País. E qualquer análise sobre isso passa pelos erros que levaram à atual crise econômica, com inflação galopante, explosão da dívida pública, crescimento desenfreado dos juros, além de outros problemas que tornaram insustentável a sobrevivência econômica dos trabalhadores das estradas.

Se nós formos analisar a dívida pública que cresceu, se nós formos analisar essa política de subsídios que favoreceu grupos econômicos de outros países através do BNDES, nós vamos entender por que os caminhoneiros brasileiros estão desesperados. Não há nenhuma dúvida de que essa é uma das causas centrais da crise e da derrocada do setor de transportes no Brasil, que se tornou insustentável.

A falta de sinceridade do governo do PT sobre a real situação econômica do país está também entre as causas do drama dos caminhoneiros. A propaganda sobre safras recordes da agricultura e a baixa taxa de juros disponibilizada pelo BNDES incentivaram empresas a renovarem e aumentarem suas frotas. Muitos caminhoneiros empregados pediram demissão, com a ilusão de que poderiam ser autônomos.

Estimular pessoas físicas e jurídicas ao endividamento sem a elas ter informado a realidade sobre a grave crise econômica que estava sendo maquiada é, seguramente, a pior traição que poderia ser feita àqueles que sonhavam contribuir com o crescimento do Brasil e melhorar a vida de suas famílias.

Precisamos de medidas concretas, como a redução do preço do óleo diesel, piso salarial definido para os caminhoneiros, criação de novos postos da Polícia Rodoviária Federal e o cumprimento de leis que beneficiam a categoria, como a Lei da Estadia e Lei do Vale Pedágio.

A categoria defende ainda, mesmo em caráter experimental por algum tempo, a aplicação da lei da jornada de trabalho para todos os caminhoneiros, situação que poderia provocar uma valorização dos fretes.

Trata-se de uma pauta a que o atual governo, junto com a Agência Nacional de Transportes Terrestres, deve dar uma atenção especial. Além de o segmento ser o responsável maior pelo transporte de cargas, dele depende um número significativo de famílias, e muitos não têm condições de apenas esperar a melhora da situação econômica do País.

*Alvaro Dias é senador pelo Partido Verde. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.

14 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Estive lendo os comentários acima e não me contive em participar.
    Este Senhor Senador é sem dúvida uma das melhores cabeças no congresso, além de ser hoje o Senador mais bem votado na história do Paraná, e proporcionalmente o do Brasil.
    Esperamos que ele não esteja incomodando uma minoria por questões políticas, pois se houver eleições e ele for candidato, com certeza terá uma grande chance e poderá por este país nos eixos.

  2. Esse poodle falando mal do PT???
    Ele é um dos responsáveis pelo caos.
    Amiguinho do Aécio Never.
    Porque não se reúne com os caminhoneiros e fala a verdade ?
    Tem medo, né verdinho!!!!
    Esse é mais um que precisamos mandar para o lixo da história.

  3. Isso só está ocorrendo porque os governos militares acabaram com as ferrovias e hidrovias que existia no Brasil e o que restou o FHC entregou a iniciativa privada. Portanto se hoje os caminhoneiros são a nossa via de circulação de mercadoria, É culpa exclusiva dos governos citados.
    E para que esta categoria não fique se achando a cereja do bolo, que os próximos governos tomem a iniciativa de construírem mais ferrovias e mais hidrovias para baratear o custo Brasil e de quebra acabar com os acidentes nas nossas rodovias.
    Nada contra, mas caminhão não dá lucro para o Brasil e sim prejuízo.

  4. Esmael;

    Fui eleitor do Álvaro para governador, a partir da afronta armada por ele contra os professores passei a odiá-lo, principalmente quando passou a ser o porta voz no jn dos anti Lula e anti Dilma.

    Mas agora neste triste momento pelo qual estamos passando e que certamente está levando o Álvaro a refletir, precisamos dar a a ele a chance de decidir pelo temer e sua corja ou pelo retorno a democracia e estado de direito.

    Ele que certamente será o candidato do PV a presidência em 2018 necessariamente deverá pesar o que repercutirá em sua imagem se votar a favor do golpe.

    Senador da mesma forma que você está demonstrando preocupação com os caminhoneiros, veja a situação que o golpista estão tentando colocar a Educação, a Saúde, o Emprego do povo brasileiro.

    Tenho esperança que que você não cometerá nenhuma loucura que o levará a mesma vala que temer, jucá, renan, sarney, cunha, aluisio, serra, aécio, bueno, etc etc

    Genaro

  5. Ué … eu achei que a “rainha” dos caminhoneiros era a “Chula” Miranda … é não? … Kkkkkkkk … senador … vai cuidar das fazendas (roubadas) senador …

  6. É o risco de qualquer negócio em um país globalizado, cujos políticos só pensam em Golpe para soluções de problemas comuns de uma Democracia. Numa crise econômica mundial, apoiar um Golpe desses é uma irresponsabilidade vergonhosa.
    A classe política brasileira precisa trabalhar para soluções e não para inviabilizar o país.

  7. Alvaro Dias se torne um gênio rapidamente, feche a boca golpista.

  8. O senador golpista deveria saber a diferença entre caminhoneiro que vai na boleia e “caminhoneiro” empresário. O primeiro teve um reconhecimento de seus direitos trabalhistas no governo petista que nunca tinha tido. Os “caminhoneiros” empresários correm riscos no seu negócio como todo empresário, no Brasil e no resto do mundo capitalista. O senador golpista quer que o governo ajude os caminhoneiros empresários? Acione o seu governo. O senador golpista é Temer, goste ou não. O senhor quer valorização do frete? Remova a lei capitalista da livre concorrência. Embora os fretes têm sido majorados continuamente. Saia do aconchego de sua mansão em Brasília e pergunte aos comerciantes que pagam fretes pelo transporte da mercadoria que recebem ou enviam. O senador golpista deveria pelo menos mandar seu ghostwriter fazer isso. Senador golpista, pare de encher o saco do PT, agora o senhor é governo, o seu partido é governo, o senhor está atolado até o pescoço no apoio ao Temer. P.S.: Se o senador Álvaro Dias não conseguir interceder pelos caminhoneiros junto ao Temer, converse com o Cunha: é a mesma coisa!

    • Boa, Carlos Marques.

      Ha um provérbio chines…..+- assim,

      É fácil mentir aos outros difícil é mentir pra si mesmo.

      Alvaro Dias não pensa, não analisa, não calcula, e menospreza totalmente o povo.

      É o único que acredita nas próprias mentiras ou nem ele.

  9. Parem de culpar o PT e trabalhem, vcs não colocaram o Temer lá, ele que faça o Brasil crescer e o caminhoneiro ganhará dinheiro!

    Engraçado que do pedágio que é um roubo o senador nada fala!

  10. Sr. Álvaro Dias,

    Muito surpreendente que uma categoria tão organizada e golpista, portanto consciente a seu modo, se faça de vitima.

    A informação esta em toda a parte. A responsabilidade é de cada um ao fazer um empréstimo.

    O maior culpado pela situação do Brasil é o golpe lento na economia de Sergio Moro que já desempregou 1.000.000 de pessoas indiretamente e só na Odebrecht 50.000.

    E o golpe duro de Michel Temer no qual o senhor esta fundo ate o pescoco e não se sabe quando termina.
    O seu PSDB bem que podia ter botado esse risco nas contas do golpe. Mas foi espertalhão. Agora o Brasil esta quebrado.

    O capitalismo envolve riscos. 90% perde. Mas essa realidade mais complexa, esta sim, é deliberadamente escondida da população, pois exige um nível maior de escolaridade para entendê-la. Caminhoneiros certamente não tem tempo nem essa condição para leitura.

    Mas o senhor poderia liderar um esclarecimento.

    Ocorre que, assim como o senhor só pensa em ser político a vida toda, que explorar é melhor, também os caminhoneiros querem ser patrões. Ambos, ixxperrtos, não querem riscos.
    O seu é de encerrar a carreira.

    • GOLPISTAS CRIARAM A CRISE, E AGORA VEM COM ESSA CONVERSA FIADA, HIPOCRITAS, CARAS DE PAU. QUEREM ENGANAR A QUEM? FORA GOLPISTAS E MIDIA MANIPULADORA.

  11. Este político de meia tigela quer aparecer quando os caminhoneiros entraram em greve ele falou e chamou de bandoleiros. Agora vem falar em favor da categoria senhor Álvaro dias bandido de professores vai a m……