PM-PR prepara greve contra Richa

richa_massacre3Os 23 mil policiais e bombeiros militares do Paraná deverão deflagrar greve geral nos próximos meses, informaram esta sexta-feira (13) fontes do Blog do Esmael no Palácio Iguaçu. O alvo são os constantes calotes do governador Beto Richa (PSDB) nas praças e oficiais da corporação.

O Blog do Esmael teve acesso a ríspidas mensagens do secretário da Segurança, Wagner Mesquita, postadas num grupo de WhatsApp. “Enquanto isso, mais uma vez recebi um ataque gratuito da ASSOFEPAR questionando cargos e salários na SESP….”, reclamou o secretário em relação à associação de oficiais militares.

A avaliação nos quartéis da PM é que essa briga com o secretário pode antecipar a greve, pois os policiais e bombeiros dizem que o governo deu calote neles de R$ 60 milhões. São valores relativos a promoções, tempo de serviço, aulas ministradas e transferências desde 2011.

Além disso, os policiais militares paranaenses denunciam quem não têm armas longas e a frota de viaturas está mais que sucateada – sem condições de patrulhamento.

O secretário Mesquita se defende no WhatsAPP: “Já estive na Associação, e em várias ocasiões mostrei que tudo Q a SESP pode fazer foi feito, os pleitos de atrasados, promoções e progressões estão todos parados na SEFA… CEL FARIAS e todos os Conselheiros sabem disso”.

oficiais_pmCoronel Farias – a quem o secretário de Segurança se refere – é o presidente da ASSOFEPAR (Associação dos Oficiais Policiais e Bombeiros Militares do Estado do Paraná).

Segundo um policial da ativa, ouvido pelo Blog do Esmael, que por questões óbvias pediu para não ser identificado, “as dívidas trabalhistas com os policiais vão se acumulando e criando grande pressão e insatisfação em todos os níveis”.

“Os constantes ataques do crime organizado, o grande número de policiais feridos e o risco de vida constante tem transformado a segurança pública em uma grande bomba prestes a explodir. Sem apoio do governo, os policiais estão no limite da paciência”, relata o PM.

Nos quartéis, os policiais se dizem “usados” e “traídos” no episódio de 29 de abril – o massacre de professores – pelo governador Beto Richa e pelos secretários da Segurança (Mesquita) e da Fazenda (Mauro Ricardo) que “não se sensibilizam e nada fazem para criarem melhores condições de trabalho”.

Os policiais militares não descartam, inclusive, como autocrítica na prática, chamar os educadores e demais servidores públicos do estado para uma greve geral em breve.

A pressão dos associados junto às entidades que os representam faz com que as associações intensifiquem conversas e ações para que, caso não haja respostas concretas, aconteçam mobilizações mais radicais.

Os policiais militares reclamam que viraram piada por serem os únicos que “brigam para trabalhar”, pois só querem equipamentos e armamentos e que se pague os seus direitos.

Mesmo diante do caos descrito acima, a farra publicitária do governo Beto Richa na velha mídia garante uma narrativa temporária segunda a qual o Paraná é um paraíso de prosperidade no meio de um oceano em crise chamado Brasil; no entanto, a verdade é outra, pois faltam equipamentos e salários, além da falta de ação concreta dos secretários de governo tucano.

A força dos policiais fez com que o secretário de Segurança, Wagner Mesquita, acusasse o golpe e reagisse nas redes sociais a cobrança das entidades de classe por sua falta de capacidade para resolver os problemas mais básicos.

A coisa assusta, pois tudo o que o povo paranaense não precisa agora é de uma greve na polícia e na educação… Ou precisa?

46 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to say I’m newbie to blogging and site-building and truly loved you’re web page. Probably I’m planning to bookmark your blog post . You surely come with very good writings. Appreciate it for revealing your webpage.

  2. A policia militar não pode fazer greve…quando a PM combate manifestações legitimas dos professores os PPMM alegam para tanto que são obrigados a cumprir ordens devido ao seu regulamento diciplinar, muito estranho a pm agora sinalizar com greve…esqueceram-se do regulamento, ou querem derrubar o secretario devido ao mesmo não se curvar a todos os pedidos da pm, os pms estão é de brincadeira, lembrem-se do dizem quando lhes interessam ” não podemos fazer greves somos militares”

  3. Depois do que houve no dia 19 de abril do ano passado, acho que a PMPR se tornou uma espécie de ilha isolada, foram usados e agora pagam por isso. Não é só a classe de professores e funcionários públicos que defenestra a PM, nós também, o simples povo de bem e ordeiro do Paraná. Não compactuamos com a violência ainda mais da forma como foi feita naquele fatídico dia. Quanto ao comentário acima de não registrar mais os BO de professores, etc… mostra bem o caráter dos agressores. Pelo que sei apenas 2% dos professores e funcionários procuram ajuizar uma denúncia contra um aluno delinquente que alguma vara de justiça o obrigou a ir a escola como parte de medida sócio educativa e que no qual acaba agredindo verbalmente e fisicamente algum professor. Veja bem caro Sr. Legal eu como estudante sei melhor que vc que deve ser algum PM que se esconde e não tem a coragem de dar as caras e assumir seu verdadeiro papel Legal. Na minha opinião a PMPR cavou sua própria sepultura ao atirar contra a classe dos educadores no dia 29 e agora vão nadar e morrer na praia, pois como disse estão isolados numa ilha e totalmente sem moral perante a população do Paraná, infelizmente é isso e eu não queria isso para vocês. Legal

    • Samira, você deve ser mais uma daquelas pessoas que vive as custas dos pais, que vai na onda politica dos seus amiguinhos, que gosta de se achar revolucionária. Não consegue ver que o verdadeiro culpado são governantes (independentes de partido), e que quem puxou esse gatilho não foi a PM, foi o ministério publico que mediante solicitação do legislativo, ordenou que a PM garantisse a “segurança”, e feito isso nada mais resta a fazer. Se o PM não reage, é punido e responde processo a insubordinação. Mania do pessoal acha que luta por direito significa parar escola, ruas, etc..sejam mais inteligentes.

  4. Duvido de tudo que dê forcas às forças neste momento. Por que não fizeram a greve antes?

    Vejam em Tijolaco (policia de sabre) que no RS o povo autoritário deu poderes a um governo autoritário e agora já se instala uma ditadura local.Saudades de Tarso Genro e as dívidas.

    Todo cuidado é pouco neste momento em que
    cada um tenta usar o poder e se associar ao golpe. Que vergonha de estarmos sob o comando de ladrões cujas botas ha muita gente querendo lamber por vantagem. Não ha mais homens probos nem vergonha nas caras.

    Associações, clubes, confrarias, religiões, todos tirando vantagem economicas sob a desculpa da proteção ao povo. E o povo permanece desprotegido.

  5. Bacana é ler que pessoas que se dizem professores promovem violência , hj da pra ver quem estava naquele fatídico dia 29 , sou a favor da PM parar , mais antes isso vamos ser inteligentes , parem o BPEC afinal ninguém precisa de polícia , parem de atender ocorrências onde roubam e machucam professores , diretores , zeladores e afins .. afinal vcs conseguem ser melhores como muitos comentários.. outra coisa queridos quando se toma cunho partidário se torna vergonha , vão vertir mvermelho e brigar sozinhos , vão ensinar o nosso futuro que polícia não presta que agride professor , que pedir por violência como colocaram aí nos comentários é nrmal

    • Vermelhos e partidários. Tá bom. E os pms tirando foto e prestando continência para tucanos de verde-amarelo é o que?

      • Luis, Você deve ser um comissionado puxa saco que fica defendendo os incapacitados governantes e se colocando contra a policia. Deve ter algum cargo comissionado na secretaria e está com medo de perde-lo. Mas faça o seguinte, esqueça o número 190, e quando tiver qualquer problema voltado a segurança e necessite apoio, lembre das criticas a PM, e que não precisa dela.

  6. TODOS servidores acompanharam bem o 29 de Abril e a conclusão é uma só: JAMAIS CONFIAREMOS NESSA POLÍCIA MILITAR CORPORATIVISTA QUE CUMPREM ORDEM MANIFESTAMENTE ILEGAL (ou bater e jogar bombas em professores é legal??). Uma corporação que nem mesmo se presta ao serviço de formalizar um pedido de DESCULPAS. NUNCA TERÃO NOSSO APOIO. — DESMILITARIZAÇÃO JÁ. Vão brigar sozinhos. Vocês tem armas, bombas e porrete e nós temos a consciência limpa e tranquila e a justiça divina ao nosso lado.

  7. Aviso ao RR, não existe mais constituiçao jogaram no lixo,no dia 12/05/2016

    • TODOS servidores acompanharam bem o 29 de Abril e a conclusão é uma só: JAMAIS CONFIAREMOS NESSA POLÍCIA MILITAR CORPORATIVISTA QUE CUMPREM ORDEM MANIFESTAMENTE ILEGAL (ou bater e jogar bombas em professores é legal??). Uma corporação que nem mesmo se presta ao serviço de formalizar um pedido de DESCULPAS. NUNCA TERÃO NOSSO APOIO. — DESMILITARIZAÇÃO JÁ. Vão brigar sozinhos. Vocês tem armas, bombas e porrete e nós temos a consciência limpa e tranquila e a justiça divina ao nosso lado.

  8. Vai se informar melhor, no lugar de ficar fazendo “fofoca” de WhatsApp.

  9. A Polícia Militar do Paraná, de forma isenta sempre cumpriu sua função prevista em Lei, e muitas vezes realizou missões que mesmo legais sempre se desgastou no decorrer da história, por falta de uma administração Estatal em não saber administrar situações políticas, que não casos de polícia, quanto aos direitos as desculpas sempre são, CRISE, olha os outros estados como estão, e assim vai, compromissos devem ser honrados pelo Governo que fala que está com o caixa cheio, qual o problema então. As associações devem sim brigar pelos direitos de seus policiais, pois o Comandante Geral infelizmente por mais que tenha boa vontade, não depende dele decisões, principalmente orçamentária, É REFÊN POLÍTICO, qualquer outro que lá esteja terá as mesmas dificuldades, isso é um atraso.

    • O quê? De forma isenta? Todo mundo sabe que a PM protege a grande propriedade privada. Reflita “com isenção” e diga se não.

      • Protege a propriedade privada, protege sim a Lei que pessoas como você coloca um bando de incompetente em Brasília, que fazem essas leis que você fica criticando, depois vem falar isso, está de brincadeira, o que você quer que faça, se não cumprir sobra para quem, reflita você.

  10. Será que o Richa vai chamar os professores, dando-lhes um oportunidade de vingança? A vida dá voltas, e as voltas trazem os carmas.

  11. Mesquita juvenil, foi discutir sua incompetência e chorar no whats. Já é hora de desocupar o lugar e dar espaço para o Mauro Morais ser secretario..esse sim conhece a realidade e tem apoio dos praças. Tchau mesquita

  12. Greve da policia??? esses elementos devem trabalhar , afinal qdo os professores protestaram contra a o beto richa foram humilhados pela pm, portanto ou a favor meter a porrada na policia caso ela pare de exercer suas funções , ela deve obedecer o diabo richa e ficar kietinhos!

  13. Se para os policiais da ativa, a situação está difícil; Pior é a situação dos inativos e pensionistas que perderam a paridade com os da ativa com a implementação do subsídio em 2012.
    E humilhante a situação dos moradores do primeiro Conjunto Residencial construído em 1963 na Capital, para resolver o problema de moradia deles; Cedido para ocupação e uso sem exigência de Contrato por ser um benefício Social.
    Passados 5 décadas, pela falta do JUSTO TÍTULO DE PROPRIEDADE, correm risco de despejo, mesmo tendo direitos garantidos para todos na C.F. e em Leis atuais.

    A Constituição Federal, alicerce condutor de todo o ordenamento jurídico, em sua redação de 1988 editou diversos dispositivos que elencam o direito à moradia como um instituto de imprescindível proteção pelo Estado.
    Inicialmente, o art.5º, da Constituição Cidadã, inclui o direito à moradia no rol de direitos fundamentais, inferindo a este no inciso XI, do mesmo artigo, inviolabilidade e proteção jurídica num contexto de tutela à dignidade humana do indivíduo. Isso ocorre uma vez que a atual ordem jurídica entende a moradia com o pressuposto do mínimo existencial.
    Estão conectados com a proteção do direito à moradia o direito ao devido processo legal, ao contraditório e ampla defesa, à informação, à associação.
    No art. 6º, o direito a moradia é considerado como direito fundamental no campo dos direito sociais reiterando sua importância como instituto a ser protegido e preservado.
    O art. 182, da Constituição estabelece como princípios fundamentais da política urbana a função social da propriedade e as funções sociais da cidade.
    O art. 183 reconhece o direito à posse para fins de moradia social por meio da usucapião urbana e da concessão de uso.
    A legislação brasileira trata da proteção ao direito à moradia e à cidade de maneira significativa em vários textos normativos, especialmente no Estatuto da Cidade (Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001); na Medida Provisória nº 2.220, de 4 de setembro de 2001, que trata da Concessão Especial de Uso para fins de Moradia; na Lei nº 11.124, de 16 de junho de 2005, que trata do Sistema Nacional de Habitação de Interesse Social e na Lei nº 11.977, de 2009, e suas alterações, que tratam do Programa Minha Casa, Minha Vida e da regularização fundiária de assentamentos localizados em áreas urbanas, o que inclui políticas públicas de indução ao desenvolvimento socioeconômico.
    Em termos de legislação infraconstitucional é relevante destacar o Estatuto da Cidade que dispõe de diversos instrumentos que podem ser aplicados para a política fundiária e habitacional nos municípios em especial o plano diretor.
    A Medida Provisória nº 2.220, de 2001, que dispõe sobre a concessão de uso especial mencionada no art.183, §1º, da Constituição Federal, e caracteriza o imóvel público passível de concessão para fins de moradia, os requisitos para a esta e o procedimento pelo qual se dará este ato.
    Fonte:http://www.sdh.gov.br/sobre/participacao-social/cddph/relatorios/relatorio-g.t-moradia-adequada

    Para resolver tal situação é preciso a regularização fundiária no Conjunto, com acompanhamento da Procuradoria de habitação e urbanismo do MPPR, PARA SE GARANTIR OS DIREITOS DE TODOS.

  14. Essa bomba já devia ter explodido. Os que são contra ou que culpam os policiais, quero ver quando a policia parar, liguem pro Wagner mesquita. O funcionalismo esta abandonado e o policial ta indo pra rua pra arriscar a vida. Impressionante é os soldados preocupados em falar dos.oficiais mobilidados ao invés de entoar o coro contra a falta de postura e estrutura da secretaria, afinal são os mais prejudicados, são a linha de frente? Cade a Amai? Medo de se posicionar? Mesmo não sendo oficial fica minha admirasão a assofepar por acompanhar e pedir esclarecimentos.

  15. Colegas praças, enganam-se que acha que não somos parte disso. Também tem hora aula, e por conta da situação falta investimento para formação de cabos e sargentos. E a nossa associação cade? Cade a defesa dos nossos direitos? Ou pra vcs está bom asim! Secretário fracoooo..puxa saco da civil, não tem culhão pra gestor

  16. Vamos ver, só acredito vendo!

  17. AMK você estava lá e viu o policial se pintando? Provavelmente deve ter visto vários outros policiais que cairam embaixo de grades de proteção! Impossível não ter visto! A não ser que você tenha acompanhado(a) da poltrona da sala de sua residência! você não deve ter visto também e óbvio que não irá admitir que pessoas mal intencionadas acabaram atrapalhando a manifestação pacífica dos professores que ao meu ver tinham todo o direito de estarem ali reivindicando seus direitos e lutando pelo que é deles. Professores não cobrem a cara como havia pessoas de rosto coberto lá. Mas acho que você não viu isso…

    • quem estava lá não viu os helicópteros jogando bomba do alto sobre os manifestantes também, vai catar coquinho. certamente o cidadão queria que os professores fossem la sabendo que iriam receber spray de pimenta nos olhos com a cara limpa kkkkkk, como tem gente imbecil nesse povo.

    • Discursinho tosco.
      Tem até selfie do PM se pintando de rosa.
      A PM já tava apavorando desde a madrugada.
      E os rostos cobertos se protegiam do gás.

  18. Boa noite!..vai ser engraçado essa pseudo-greve….chamem os professores para ajudarem..vai ser hilário…funcionários públicos que dependem do mesmo fundo de previdência, mas que defendem lados opostos…e agora?

  19. Só troxa pra acreditar nisso. Quem sofre sao os cabos e soldados. E logico que nunca poderemos bater de frente com ELES. então vai continuar a mesma merda. Soldado não tem progressão para receber. Soldado não tem horas aulas. Soldado nu tem direito a nada

  20. Os policiais tem que abrir os olhos, é evidente que foram usados no episódio do dia 29 de abril, e da maneira mais cruel, pois foram obrigados a bater em colegas de trabalho. Agora é fato, se unirem forças com os demais funcionários públicos o governo fica sem saída.

  21. Secretário fica brincando de fazer segurança, a PM está até calma de mais, já devia ter parado em meio a tanto descaso da secretaria de segurança. Governo que se esperte..se a policia parar o caos se instala. Fica a admiração as associações que lutam por sua classe e representam fielmente seus associados.

  22. Parabéns a Assofepar por lutar pelos direitos e cobrar do governo suas obrigações. Afinal não estão pedindo nada demais, somente dignidade e condições de trabalho para classe. Quanto aos secretário, infeliz em se expor via whats e imcopetente em sua gestão. Acha que a PM é burra, todos querem solução e não enrolação.

  23. SÓ SE ALGUNS TROUXAS AMIGOS MEUS DE PROFISSÃO(PROFESSORES) ASSOCIAREM-SE COM ESTES “SENHORES” PARA DEFLAGAREM GREVE, POIS QUANTO A MIM JAMAIS!!!!!…. ENQUANTO EXISTIR OU MEUS LINDOS OLHINHOS ABRIREM E FECHAREM, NÃO OLHO PRA CARA DE NENHUM DELES, QUANTO MAIS ME UNIR A ELES(TRAIDORES,EGOISTAS……) E, SE TUDO ISTO QUE ESTÁ OCORRENDO
    ,DE ACORDO COM A REPORTAGEM,FOR DE FATO
    VERDADE,BEM FEITO!!!!!BANDO DE PUXA SACOS…QUE SINTAM NA PELE…SE TIVESSEM UNIDO NAQUELA ÉPOCA CONOSCO TERÍAMOS VIRADO O JOGO…..AGORA TARDE DEMAIS!!! SABOREIEM O GOSTO DA PRÓPRIA BURRICE……

  24. Eu não acredito em greve da PM e bombeiros no PR. Richa vai fazer de tudo para agradá-los, pois certamente haverão novos protestos e Richa e sua base quer estar bem protegida.

    Se tem PM até se pintando de vermelho (na verdade era rosa) em repressões contra professores para tentar vitimizar a corporação e Richa, porque agora vão querer fazer greve?

    • Perfeito

      E saliento

      “Agora, com a mudança no governo, temos uma nova perspectiva, uma esperança. Temos uma boa relação e o Paraná vai receber, de fato, o tratamento que merece por parte do governo federal”, afirmou Richa.

      Vai tudo pra polícia essa grana… Mais Pajeros pra rone e nada de merenda nas escolas!

  25. Greve Geral começa a parar o Brasil. Em São Paulo, a USP entra em greve: “Na noite do dia 12 de maio, os estudantes da USP decidiram dar início à greve por cotas, permanência e contratações”.
    http://jornal.usp.br/universidade/em-assembleia-estudantes-da-usp-aprovam-greve-geral/