Estudantes ocupam escola no Paraná contra ‘falta de merenda’ e pela criação de ‘CPI do Quadro Negro’

ocupacao_maringaCerca de 500 estudantes ocuparam na manhã desta quarta-feira (18) o Colégio Estadual Gerardo Braga, no município de Maringá, Noroeste do Paraná, contra a falta de merenda e pela instalação da ‘CPI do Quadro Negro’ na Assembleia Legislativa para investigar roubo de R$ 24 milhões destinados à construção de escolas. Abaixo, assista ao vídeo da ocupação:

O Colégio Gerardo Braga, com 70 anos de existência, está na lista das 150 escolas “marcadas para morrer” no governo de Beto Richa (PSDB). No ano passado, o estabelecimento de ensino só não foi fechado graças à mobilização dos maringaenses.

Quanto à ‘CPI do Quadro Negro’, tem a ver com o roubo de verbas públicas federais destinadas à construção de escolas no estado, e, segundo a polícia, também envolvia deputados estaduais e autoridades do governo Beto Richa.

O autor do pedido de investigação da roubalheira na educação, na Assembleia, é o deputado Requião Filho (PMDB), líder da oposição.

Segundo fontes do Blog do Esmael, as ocupações tendem a se intensificar em todo o Paraná. O movimento é coordenado pela UPES (União Paranaense dos Estudantes Secundaristas) e UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas).

A ocupação do Colégio Gerardo Braga é por tempo indeterminado.

Comentários encerrados.