Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

A palhaçada do impeachment

maranhao_oficioO processo do impeachment contra a presidente Dilma Rousseff tomou ares de picadeiro no início da madrugada desta terça-feira, dia 10.

O deputado Waldir Maranhão (PP-MA), presidente da Câmara, sem explicações, revogou a anulação da sessão que votou o impeachment. Ou seja, validou a continuidade do afastamento de Dilma no Senado.

Um ofício foi “vazado” cuja autenticidade só foi confirmada na manhã de hoje.

O substituto de Cunha, ao invés de fazer chantagens, sofreu uma série delas pela Globo.

Maranhão foi mais uma vítima do banditismo da mídia, Cunha e Renan Calheiros (PMDB-AL) — o impoluto presidente do Senado que cada vez mais se parece com o presidente afastado da Câmara, como observou o senador Lindbergh Farias (PT-RJ).

(Os golpistas são capazes de tudo para tomar o poder: tudo mesmo).

Nesse “Grande Circo do Golpe” ainda falta os ministros do Supremo Tribunal Superior se pronunciarem haja vista a judicialização do caso.

Amanhã, dia 11, o Senado votará o golpe em plenário.

Será que o STF subirá no picadeiro ou interromperá essa palhaçada?

Comentários desativados.