17 de maio de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Quiproquó na 1ª sessão deliberativa da Câmara pós-impeachment de Dilma

waldir_maranhaoA nau está à deriva também na Câmara. O golpe de Estado e o afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) desarranjou os golpistas que, em tese, deveriam sustentar o projeto de ditadura de Michel Temer (PMDB). Houve bate-boca na primeira sessão deliberativa. Agora, deputados que sempre apoiaram Cunha, querem que o novo presidente da Casa, Waldir Maranhão (PP-MA), renuncie e convoque nova eleição para a mesa. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
22 Comentários

Coração de pedra, ministro interino tucano suspende construção de 11 mil unidades do Minha Casa

do Brasil 247
bruno_casasO ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), revogou nesta terça-feira (17) uma portaria editada pelo governo Dilma Rousseff que autorizava a Caixa Econômica Federal a contratar a construção de até 11.250 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

EBC ganha manifesto na luta contra projeto de ditadura de Temer

ricardo_temerA sociedade civil brasileira lançou um manifesto plural e suprapartidário, nesta terça-feira (17), contra o desmonte da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Associações de luta pela liberdade de expressão, blogueiros, jornalistas, juristas, movimentos culturais, intelectuais, políticos, sindicatos, partidos, etc. Os subscritores repudiam, também, a exoneração do jornalista Ricardo Melo, da presidência da EBC, pelo projeto de ditador chamado Michel Temer. Melo tem mandado de quatro anos fixado em lei. Abaixo, leia a íntegra do documento. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
15 Comentários

Primeiro, extinção do SUS; agora, o ensino será pago

barros_mendoncaO governo ditatorial de Michel Temer, além de ilegítimo, é desumano. Primeiro, o ministro interino da Saúde, Ricardo Barros, informou que acabaria com o Sistema Único de Saúde (SUS) — o maior plano de saúde público do mundo; agora, o ministro interino da Educação, Mendonça Filho, defende a cobrança de mensalidade nas universidades públicas. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
19 Comentários

No Eurolat, Requião abre fogo contra o neoliberalismo econômico

requiao_eurolatO senador Roberto Requião (PMDB-PR), copresidente da Assembleia Euro Latino-Americana, fez nesta terça-feira (17), em Lisboa, na reunião da Eurolat, um forte pronunciamento contra as políticas neoliberais e expansionistas que sufocam o desenvolvimento de nosso continente. “Toda vez que produzimos um avanço, por pequeno que seja, segue-se um retrocesso e voltam a nos sufocar com o torniquete da dependência, do atraso”, disse o senador. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
16 Comentários

MP pede prisão de ex-chefe de gabinete do governador Beto Richa

ezequias_moreiraO Ministério Público (MP) pediu ontem 11 anos de prisão para Ezequias Moreira, atual secretário especial do Cerimonial do Governo do Paraná, por desviar R$ 539 mil da Assembleia Legislativa durante mandato do então deputado Beto Richa.

O crime teria sido praticado entre os anos de 1996 e 2007, embora o mandato do tucano tenha temrinado em 2000.

O deputado Requião Filho (PMDB), líder da oposição, disse que os deputados são os responsáveis pelos comissionados em seus respectivos gabinetes.

“No meu gabinete, os comissionados são de minha responsabilidade. Cargos de confiança do deputado. Hoje, o Ministério Público pede a prisão do Ezequias, chefe de gabinete do então deputado Beto Richa. O responsável pela sogra fantasma não é Beto Richa? Não era dele o cargo nomeado? Não era ele quem assinou a nomeação? Há algo errado”, disparou o oposicionista.

O deputado Requião Filho afirmou ao Blog do Esmael que o ilícito, se houve, foi cometido pelo deputado Beto Richa.

“Não acredito que Ezequias tenha ficado com um centavo sequer do dinheiro da sogra. Por isso, vou sugerir a ele que faça uma delação premiada. Não é justo que ele pague pela conduta de terceiro”, disse o líder da oposição.

Abaixo, assista a opinião de Requião Filho: Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
22 Comentários

Agora está explicado o fim do SUS: dono de plano de saúde foi maior doador do ministro da Saúde

do Brasil 247

barros_elonAgora começa fazer sentido o inesperado ataque do ministro interino da Saúde, Ricardo Barros, ao Sistema Único de Saúde — o maior plano de saúde público e gratuito do mundo. O empresário Elon Gomes de Almeida, sócio do Grupo Aliança, que vende contratação coletiva de planos de assistência médica e odontológica, foi o maior doador na campanha de eleição de Barros, em 2014. Será que o ministro faz parte do lobby da picaretagem dos planos de saúde privados? Será que o governo ditatorial de Michel Temer colocou o cabrito para cuidar da horta? Com a palavra o Dr. Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
4 Comentários

“Beto Richa terminará com 100% de desaprovação em 2018”, diz Enio Verri

beto_richaO deputado federal Enio Verri (PT-PR), em sua coluna desta terça (17), afirma que o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), tem uma gestão marcada pela truculência contra professores, nepotismo, farra com cargos comissionados, pedaladas fiscais e baixíssima popularidade. Ele prevê que o tucano, em 2018, terminará com 100% de desaprovação — haja vista que hoje ele tem 85% de rejeição. O colunista denuncia que Richa comete uma série de crimes que a presidente Dilma Rousseff não cometeu, mas, segundo Verri, infelizmente, o governador do PSDB terminará incólume o seu mandato. Abaixo, leia a íntegra, ouça e compartilhe. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
22 Comentários

Gleisi condena fim do SUS anunciado pelo governo ditatorial de Temer

barros_sus_gleisiO ministro interino da Saúde, Ricardo Barros, em nome do governo ditatorial de Michel Temer, afirmou em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, edição desta terça (17), que se inspira na Grécia, que cortou as aposentadorias, e, portanto no Brasil, avisa que vai reduzir o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS).

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), desde Portugal, onde participa hoje da Assembleia Geral do Eurolat — parlamentos europeu e latino –, denunciou a intenção da ditadura Temer acabar com o SUS. Segundo ela, Barros é mesmo que quer acabar com o programa Mais Médico e propôs, no Orçamento de 2016, cortar R$ 10 bilhões do Bolsa Família para reforçar o fundo partidário.

O SUS é uma conquista de todos os brasileiros na Constituição Cidadã de 1988. Trata-se do maior plano de saúde público do mundo, que muito inveja outras nações inclusive os Estados Unidos.

O fim do SUS ou mesmo sua diminuição significa abrir mercado para a atuação dos imprestáveis planos de saúde privados.

Em tom indignado, a senadora questiona: “Por que não propõem aperfeiçoar a gestão dos encargos financeiros? Baixar juros? Cobrar impostos dos mais ricos?”. Gleisi ainda complementa perguntando por que a “austeridade” tem sempre de ser contra os mais pobres. A seguir, leia a íntegra da opinião da senadora sobre o fim do SUS: Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
6 Comentários

O Brasil vive sob um governo “interino” ou uma “ditadura” de Michel Temer?

temer_dilmaEstá saindo muito barato para o vice Michel Temer (PMDB) o adjetivo “interino” usado para denominar o governo que derrubou a presidente eleita Dilma Rousseff (PT).

Na ausência de legitimidade e de normalidade democrática, o mais correto seria qualificar de “governo ditatorial” e não “governo provisório” de Michel Temer. Leia mais

17 de maio de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

“Conselho de Trânsito tem mais poderes que o presidente da República”, denúncia especialista

mm_pareMarcelo Araújo, em sua coluna desta terça-feira (17), denuncia que o Contran (conselho Nacional de Trânsito) vem utilizando “resoluções” para gerar obrigações, deveres e ônus aos cidadãos brasileiros com força de lei, quando, na verdade, quem tem o papel de legislar é o Congresso Nacional. “Nem o presidente da República tem tanta força assim, que se sujeita ao legislativo quando edita Medida Provisória”, observa o colunista especialista em trânsito. Marcelo Araújo também ironiza, ao final, a presidente do PDT de Curitiba, Luiza Simonelli, que sugeriu a renúncia da vice-prefeita Mirian Gonçalves porque seu partido, o PT, anunciou candidatura própria em detrimento da reeleição do prefeito Gustavo Fruet (PDT). “Fica Mirian, pois motivos para o prefeito se afastar não faltam, então melhor ficar no banco aquecendo”, opinou. Leia a íntegra da coluna, ouça, comente e compartilhe. Leia mais