11 de maio de 2016
por esmael
15 Comentários

Renan invalida “sem querer” sessão do impeachment; veja

requiao_renanO presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), infringiu esta noite regra da sessão que vota o impeachment da presidente Dilma Rousseff ao interromper discurso do senador Roberto Requião (PMDB-PR). Leia mais

11 de maio de 2016
por esmael
8 Comentários

Polícia reprime mulheres em frente ao Senado; assista

A polícia atirou bombas de gás de pimenta contra mulheres que protestam, em Brasília, agora à noite, em frente ao Senado.

Os senadores votam hoje o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Cerca de 3 mil mulheres que participam da 4a Conferência Nacional de Mulheres no DF.

Assista ao vídeo:

11 de maio de 2016
por esmael
2 Comentários

3 mil mulheres marcham rumo ao Senado para barrar o golpe

do Brasil 247

marcha_mulheresCerca de três mil participantes da 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, que ocorre em Brasília, caminham neste momento rumo ao Senado Federal, onde ocorre a sessão que deverá afastar a presidente da República, Dilma Rousseff.

11 de maio de 2016
por esmael
12 Comentários

Teori rejeita anulação do golpe

teoriO ministro Teori Zavascki, do Supremo, decidiu manter a marcha do golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

O Senado discute a interrupção da democracia e do mandato da petista antes da votação, provavelmente à noite.

O advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo, buscou similaridade no argumento de Teori quando, na semana passada, conheceu em liminar “desvio de finalidade” ao afastar o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da presidência da Câmara.

11 de maio de 2016
por esmael
21 Comentários

Senado vota impeachment; acompanhe ao vivo

Os 81 senadores votam nesta quarta-feira, dia 11, a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em votação de maioria simples (41 votos), a titular do cargo poderá ser afastada por 180 dias até a votação do mérito da acusação de “pedaladas fiscais”.

A defesa da presidente já provou em diversas vezes que não houve “crime de responsabilidade”. O processo está cheio de vícios de origem, ilegalidades e irregularidades desde a Câmara, cujo ex-presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ) agiu como vingança e para atrapalhar as investigações da Lava Jato.

11 de maio de 2016
por esmael
6 Comentários

Renan reconhece ilegalidade em votação da Câmara e exclui orientação de bancada no Senado

renan_cunha_golpeSemana passada o Blog do Esmael registrou que o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) entrara com o 1º pedido de anulação do golpe no Supremo. Ele alegava que houve vício na votação na Câmara, pois, contrariando a lei do impeachment de 1950, o então presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), permitiu a orientação partidária e das bancadas.

Pois bem, o Senado anunciou que não será permitida orientação da bancada pelos líderes e também não serão permitidos apartes na votação desta quarta-feira 11. Essa decisão é um reconhecimento público do presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) do vício de origem e da ilegalidade no processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

11 de maio de 2016
por admin
6 Comentários

Um dia normal em Curitiba

iglusg

Enquanto a Capital Federal vive dias atribulados em função do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, Curitiba segue sua vida normal no descaso e na paralisia da administração do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Essa é a análise de Rafael Greca (PMN), em sua coluna semanal. Greca descreve um dia comum em uma Curitiba abandonada, carente de cuidados. Leia e ouça a seguir. 

11 de maio de 2016
por esmael
1 Comentário

Veja como será o golpe no Senado

renan_golpistaO Blog do Esmael vai transmitir ao vivo — para o Brasil e o mundo — a histórica sessão que votará o golpe contra a democracia, a partir das 9 horas, desta quarta-feira 11. A seguir, veja como será passo a passo o trâmite do afastamento da presidente Dilma Rousseff no Senado.

11 de maio de 2016
por admin
5 Comentários

O processo de impeachment continua

processo

No dia em que o Senado votará o afastamento da presidenta Dilma para que ela seja julgada em processo de impedimento de seu mandato, todos acompanham ansiosos as notícias de Brasília. O senador Alvaro Dias (PV), em sua coluna semanal, afirma que o processo é legítimo, e até agora tem transcorrido de forma democrática e transparente. Segundo ele, os senadores estão prontos para debater, votar e seguir para o próximo passo do processo: o julgamento definitivo da presidenta. Leia e ouça a seguir. 

11 de maio de 2016
por admin
1 Comentário

O que diz a velha mídia nesta quarta

14629359779151_normalJornais do Paraná

Gazeta do Povo: A presidente sai de cena

Bem Paraná: Doações para entidades assistenciais caem pela metade no Paraná Leia mais