6 de maio de 2016
por Esmael Morais
4 Comentários

Mídia aderiu ao golpe por dinheiro

do Brasil 247

midia_golpeUm levantamento do jornalista Fernando Rodrigues sobre investimentos publicitários do governo federal e das empresas estatais em 2015 (leia aqui) revela que, no ano passado, houve uma queda acentuada dos gastos em todos os meios à exceção da internet. Enquanto houve uma redução dos investimentos de 25% na televisão, 42,2% nos jornais, 22,7% nas rádios e 44,2% nas revistas, a internet cresceu 11,6%. Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Gleisi amaldiçoa golpistas; assista

gleisiA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), ao encaminhar o voto ‘não’ à admissibilidade do impeachment, nesta sexta-feira (6), não economizou erudição para amaldiçoar os golpistas com direito a citação de Cecília Meirelles. Abaixo, assista ao vídeo: Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
11 Comentários

Guilherme Boulos avisa a tigrada golpista: “nenhum passo atrás”; assista

boulosO coordenador da Frente Povo Sem Medo, Guilherme Boulos, em discurso nesta sexta-feira (6), advertiu a tigrada golpista: “nenhum passo atrás, não tem arrego. E barraremos nas ruas esse golpe e qualquer retrocesso aos programas e direitos sociais”. Abaixo, assista ao vídeo: Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
17 Comentários

Maranhão, sucessor de Cunha, pode colocar água no golpe de Temer

do Brasil 247

maranhaoO deputado Waldir Maranhão (PP-MA), presidente interino da Câmara dos Deputados após o afastamento de Eduardo Cunha, sinalizou nesta sexta-feira 6 que pode invalidar o impeachment da presidente Dilma Rousseff ou fazer avançar o processo contra o vice Michel Temer, abrindo espaço para novas eleições. Leia mais

6 de maio de 2016
por admin
26 Comentários

O Brasil vai parar na terça, dia 10, contra o golpe de Estado

naom_56ec7f19ed176

As centrais sindicais, sindicatos, UNE, UBES, MST, MTST, Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular e mais uma série de entidades e movimentos prometem sacudir o país na próxima terça-feira, dia 10. Será a véspera da provável votação do afastamento da presidente Dilma Rousseff pelo Senado no golpe travestido de impeachment. Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
4 Comentários

Por 15 votos a cinco, comissão referenda o ‘golpe’ no Senado

painelA comissão do impeachment no Senado aprovou nesta quinta-feira (6), conforme era previsto, por 15 votos a 5, a recomendação pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff. A matéria vai a plenário na próxima quarta-feira (11), quando se votará a instalação da investigação “gancho” de 180 dias para a petista.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em seu discurso, reafirmou denúncia de golpe contra a Constituição. “Não há crime cometido pela presidente. O relator teve que se armar de uma lupa, fazer contorcionismo jurídico”, disse. Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
4 Comentários

Senado vota relatório do golpe sob intenso bate-boca; acompanhe ao vivo

tv_senadoA comissão do golpe vota relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), pela admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Rousseff. A sessão foi suspensa devido intenso bate-boca entre os parlamentares. Abaixo, acompanhe ao vivo: Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
27 Comentários

Substituto de Cunha pode anular votação do impeachment na Câmara

do Brasil 247

maranhaoO deputado Waldir Maranhão poderá anular o golpe de Eduardo Cunha contra a presidente Dilma Rousseff. Após decisão de Supremo Tribunal Federal de afastar Cunha, caberá agora ao novo presidente da Câmara, Waldir Maranhão, avaliar um recurso de Dilma para anular o impeachment.

Em petição de 25 de abril, o advogado-geral José Eduardo Cardozo requer que os autos do processo voltem à Câmara e que seja declarada a nulidade da votação.

“Com uma canetada, Maranhão pode agora levar o impeachment à estaca zero”, diz um aliado Cunha, segundo a colunista Natuza Nery.

Maranhão votou contra a deposição da presidente. Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
2 Comentários

CUT pede anulação do impeachment

vagner_freitasO presidente nacional da CUT, Vagner Freitas, disse que o afastamento do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) do seu mandato, decidido pelo ministro Teori Zavascki nesta quinta-feira (5), deslegitima a votação conduzida pelo peemedebista na Câmara dos Deputados que culminou na admissibilidade do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT). Leia mais

6 de maio de 2016
por Esmael Morais
6 Comentários

Impeachment é inválido por que era parte da estratégia de Cunha para atrapalhar investigação da Lava Jato

cunhaA abertura do processo de impeachment pelo presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), como todos nós sabemos, era parte da estratégia para atrapalhar as investigações da Lava Jato e da quebra de decoro pelo Conselho de Ética.

É nulo, portanto, o impedimento da presidente Dilma Rousseff porque ele [o processo] surgiu de uma artimanha para Cunha fugir do Conselho de Ética da Câmara que lhe questiona sobre a mentira que contada na CPI da Petrobras sobre a existência de contas secretas na Suíça. Leia mais

6 de maio de 2016
por admin
3 Comentários

Cunha caiu; mas por que tão tarde?

caiu

Por que o Supremo Tribunal Federal (STF) demorou seis meses para analisar o pedido de afastamento de Eduardo Cunha (PMDB), elaborado pelo Ministério Público em dezembro do ano passado? Depois de cumprir um papel fundamental no processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, teria ele se tornado incômodo e desnecessário? Bruno Meirinho (PSOL) analisa essas questões em sua coluna semanal. Leia a seguir.  Leia mais

6 de maio de 2016
por admin
30 Comentários

Flagrante preparado; arma poderosa contra criminosos

flagra

Preparar um flagrante para capturar um potencial criminoso é uma prática vedada no Brasil, mas muito utilizada em diversos países. O deputado federal Marcelo Belinati (PP) é autor de um Projeto de Lei que regulamenta o instrumento do flagrante preparado, e é esse o tema de sua coluna semanal. Leia e ouça a seguir.  Leia mais