gleisi

| Comente agora

Acusada de receber R$ 1 milhão em propina da Petrobras pra campanha ao Senado em 2010, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse faltar materialidade nas denúncias; “O que era para ser feito em 90 dias levou um ano. Tudo foi milimetricamente investigado. Estive na Petrobras? Não! Conversei alguma vez com Paulo Roberto Costa ou com Alberto Youssef? Não! Eles disseram que me conheciam? Não! Que eu tinha participado, era beneficiária ou conhecia o esquema de dinheiro na Petrobras? Não! Isso consta do inquérito”, afirmou; abaixo, assista ao vídeo.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.