Requião decreta a “morte” do impeachment e pede mudança na política economia

Senador Roberto Requião (PMDB-PR) decretou oficialmente a morte do impeachment nesta segunda-feira (4), pelo Twitter, e pediu que mudança na política econômica do governo Dilma Rousseff; anúncio de óbito deixou coxinhas, patos e golpistas iniciam esta semana "viuvinhos da silva"; "Agora que esta historia de impitim acabou que tal mudar esta maldita política económica?", tuitou o parlamentar peemedebista.

Senador Roberto Requião (PMDB-PR) decretou oficialmente a morte do impeachment nesta segunda-feira (4), pelo Twitter, e pediu que mudança na política econômica do governo Dilma Rousseff; anúncio de óbito abala coxinhas, patos e golpistas que iniciam esta semana “viuvinhos da Silva”; “Agora que esta história de impitim acabou que tal mudar esta maldita política econômica?”, tuitou o parlamentar peemedebista.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) decretou oficialmente a morte do impeachment nesta segunda-feira (4), pelo Twitter, e pediu que mudança na política econômica do governo Dilma Rousseff.

O anúncio do óbito abalou coxinhas, patos e golpistas que iniciam esta semana “viuvinhos da Silva”.

“Agora que esta historia de impitim acabou que tal mudar esta maldita política económica?”, tuitou o peemedebista.

Para Requião, a morte do golpismo enseja uma política para estancar o desemprego e expurgar o capital especulativo.

“Não vai haver impitim, mas precisa parar esta política de desemprego a serviço do capital vadio entre pedaladas-de bicicleta- e sorrisos”, criticou o senador do PMDB.

Comentários encerrados.