Professores reavivam massacre

29abril“Ele tentou nos enterrar, mas não sabia que éramos sementes”. Esta é a mensagem de um outdoor espalhado pela APP-Sindicato nos quatro cantos do Paraná para lembrar um ano do massacre de 29 de abril de 2015.

Na época, 213 educadores foram alvo de bombas, cães, cassetetes, spray de pimenta, jatos d’água, quando o governador Beto Richa (PSDB) determinou que a polícia contivesse manifestação durante confisco da poupança previdenciária de servidores públicos.

Ao longo desta semana, a APP-Sindicato promoverá uma série de manifestações para reavivar a covardia tucana no Centro Cívico, em Curitiba, que teve repercussão internacional.

O Blog do Esmael, em parceria com a TV 15, na sexta-feira, dia 29, vai transmitir ao vivo para o Brasil e o mundo uma marcha a partir da Praça Santos Andrade até o Palácio Iguaçu.

Comentários encerrados.