PM tenta encerrar protesto de estudantes com bombas de gás

A Polícia Militar tentou encerrar o protesto de estudantes secundaristas com bombas de gás lacrimogêneo na região central da capital paulista, na tarde de hoje (6). Os manifestantes pedem a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar desvios na merenda escolar, além de protestar contra decisão do governo do estado de determinar como será feita a eleição dos grêmios estudantis.

A Polícia Militar tentou encerrar o protesto de estudantes secundaristas com bombas de gás lacrimogêneo na região central da capital paulista, na tarde de hoje (6). Os manifestantes pedem a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar desvios na merenda escolar, além de protestar contra decisão do governo do estado de determinar como será feita a eleição dos grêmios estudantis.

A Polícia Militar tentou encerrar o protesto de estudantes secundaristas com bombas de gás lacrimogêneo na região central da capital paulista, na tarde de hoje (6). Os manifestantes pedem a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar desvios na merenda escolar, além de protestar contra decisão do governo do estado de determinar como será feita a eleição dos grêmios estudantis.

Os estudantes começaram o ato na Praça da República, em frente a Secretaria Estadual de Educação, chegaram a fechar um trecho da avenida Ipiranga, seguiram pela avenida São João e pegaram a Rio Branco. Durante o trajeto, a polícia deteve um estudante, porque ele usava máscara e estava com uma mochila, segundo a corporação. Após ser revistado, nada foi encontrado e ele foi liberado.

Ainda na Rio Branco, próximo ao Largo do Paissandu, a tropa de choque da PM estava preparada para interromper a manifestação, que seguiu pacífica durante todo o caminho, e não deixou que o grupo seguisse. Os manifestantes tentaram continuar a passeata, mas a polícia jogou bombas de gás lacrimogêneo. Ao menos uma estudante desmaiou devido às bombas e dois ficaram feridos por estilhaços.

Os estudantes correram e gritaram “fascista”, em referência à Polícia Militar. A polícia deteve mais um rapaz e o levaram para a delegacia. Um policial disse à reportagem da Agência Brasil que foi encontrada droga na mochila do manifestante.

Por volta das 17h, os estudantes estavam na esquina das avenidas Rio Branco e Ipiranga tentando voltar com a manifestação de forma pacífica.

Fonte: Agência Brasil

10 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I am just beginner to blogging and site-building and seriously liked your web-site. Probably I’m planning to bookmark your blog post . You certainly have remarkable stories. Cheers for sharing with us your web page.

  2. É A CARA DO PSDB!!
    NÃO VOTO NUNCA…….E COM CERTEZA OS ESTUDANTE DIANTE DESSA REALIDADE TAMBÉM NÃO,
    CHEGA DE PSDB NO PAÍS, DE RICHA DE ALCKMIN E OUTROS TIRANOS.

  3. PSDB é assim, primeiro mata de fome depois mata a pau, os jovens precisam saber com quem estão lidando, eles querem controlar até os grêmios estundantís, são resquícios da ditadura.

  4. É um absurdo. Quando jogam bombas e utilizam a truculência violenta contra professores e tudo está dentro da normalidade já poderíamos saber que essa ação seria utilizada contra qualquer tipo de manifestação popular. Onde estão os juízes justiceiros e o Ministério Público que pediu a prisão do ex Presidente Lula para pedir a prisão desse governador de São Paulo. Esse ditador pensa que é o dono do mundo. A sociedade paulista deveria sair às ruas junto com esses jovens.

  5. E o PSDB sempre de namoro com a arbitrariedade. Pra isso o Geraldo 400 mil Alckmin ressuscita o espírito (do mal) do Decreto 477 da ditadura militar. Se assumem o governo central, reeditam esse decreto-lei de triste memória. Numa coisa dou razão ao Geraldo 400 mil Alckmin. CPI pra investigar o governo tucano nunca. Por óbvio: o governo impoluto dos tucanos paulistas não resistiriam a uma única CPI.

  6. É A MANEIRA DO PSDB GOVERNAR, ROUBAM ATÉ A MERENDA DOS ALUNOS. O MELHOR ESTÁ POR VIR.

  7. E sobre o deputado Valdemir Soares, aquele com problema de mão boba, nada?

  8. Tudo dentro da normalidade. É apenas o jeitinho PSDB de governar.