Por Esmael Morais

PF prende prefeito e funcionário de Beto Richa em Foz do Iguaçu

Publicado em 19/04/2016

Segundo reportagem da TV Globo, 250 policiais federais cumpriram quatro mandados de prisão preventiva, dez mandados de prisão temporária, dezenove de conduções coercitivas para depoimentos, e 51 mandados de busca e apreensão de provas.

Um dos alvos da condução coercitiva foi o prefeito Reni Pereira, com quem foram encontrados R$ 120 mil em dinheiro. O gerente regional da Sanepar, Rodrigo Becker, está entre os presos pela Polícia Federal.

A operação deflagrada hoje foi chamada de Pecúnio e investiga a contratação de empresas para prestação de serviços e realização de obras junto à prefeitura com valores superfaturados. Os desvios seriam de recursos oriundos do governo federal no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e outros.

De acordo com o blog da jornalista Laís Lainy, os investigados responderão pelos crimes de peculato, corrupção passiva e corrupção ativa, prevaricação, crimes à lei de licitações e organização criminosa. Se condenados os envolvidos podem pegar penas de mais de vinte anos de prisão.

O prefeito iguaçuense já fora notícia aqui no Blog do Esmael em outubro de 2015, também na esfera do crime (Quiproquó na fronteira: prefeito “dinheirudo” manda prender polícia e jornalista; ladrão fica solto).

Com informações do G1Tribuna do Norte e blog da Laís Lainy.