PF prende prefeito e funcionário de Beto Richa em Foz do Iguaçu

richa_reni

A Polícia Federal realizou na manhã desta terça-feira (19) uma operação de combate a esquema de corrupção envolvendo o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB), e o diretor regional da Sanepar, Rodrigo Becker. Reni foi alvo de condução coercitiva para depoimento e Rodrigo foi preso. Ambos são aliados políticos do governador do Paraná Beto Richa (PSDB), um dos articuladores nacional do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo reportagem da TV Globo, 250 policiais federais cumpriram quatro mandados de prisão preventiva, dez mandados de prisão temporária, dezenove de conduções coercitivas para depoimentos, e 51 mandados de busca e apreensão de provas.

Um dos alvos da condução coercitiva foi o prefeito Reni Pereira, com quem foram encontrados R$ 120 mil em dinheiro. O gerente regional da Sanepar, Rodrigo Becker, está entre os presos pela Polícia Federal.

A operação deflagrada hoje foi chamada de Pecúnio e investiga a contratação de empresas para prestação de serviços e realização de obras junto à prefeitura com valores superfaturados. Os desvios seriam de recursos oriundos do governo federal no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e outros.

De acordo com o blog da jornalista Laís Lainy, os investigados responderão pelos crimes de peculato, corrupção passiva e corrupção ativa, prevaricação, crimes à lei de licitações e organização criminosa. Se condenados os envolvidos podem pegar penas de mais de vinte anos de prisão.

O prefeito iguaçuense já fora notícia aqui no Blog do Esmael em outubro de 2015, também na esfera do crime (Quiproquó na fronteira: prefeito “dinheirudo” manda prender polícia e jornalista; ladrão fica solto).

Com informações do G1Tribuna do Norte e blog da Laís Lainy.

Comentários encerrados.