#NãoVaiDarNaGlobo: somente vereador petista não foi preso por corrupção em Itaipulândia (PR)

Publicado em 12 abril, 2016
Vereador Roberto Piano, do PT, único que não foi preso em operação deflagrada na madrugada desta terça-feira (12) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), na Câmara Municipal de Itaipulândia, no Oeste do Paraná; informação de que o único petista foi preso não vai dar na Globo – evidentemente – em meio a essa guerra ideológica que assola o país.
Vereador Roberto Piano, do PT, único que não foi preso em operação deflagrada na madrugada desta terça-feira (12) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), na Câmara Municipal de Itaipulândia, no Oeste do Paraná, evidentemente, não será notícia na Rede Globo em meio dessa guerra ideológica que assola o país. De nove vereadores, somente ele não caiu em tentação.

O vereador Roberto Piano, do PT, único que não foi preso em operação deflagrada na madrugada desta terça-feira (12) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), na Câmara Municipal de Itaipulândia, no Oeste do Paraná, não será notícia na Rede Globo — evidentemente.

Em tempo de fascismo e de seletividade, tanto da mídia quanto do judiciário, a honestidade de político ligado ao PT é escondida do distinto público. Fato não é reverberado porque há uma guerra ideológica no país contra petistas e seus aliados.

De nove, 8 vereadores foram presos por suposta fraude em diárias que teria causado prejuízos de R$ 700 mil ao erário nos últimos três anos. Também foram presos outros servidores da Câmara.

O município de Itaipulândia fica no Oeste do Paraná a 630 km de Curitiba.

Comments are closed.