“Golpe Paraguaio”, acusa Nobel da Paz

esquivelCausou urticária o pronunciamento no Senado do ativista Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz de 1980, que, no início desta tarde, classificou o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff como golpe. Assista ao vídeo:

Esquivel pediu respeito à Constituição e o direito do povo de viver a democracia.

Antes de ressaltar que os interesses do povo estão acima dos partidários, ele disse que há um possível “golpe de estado” no Brasil e citou Honduras e Paraguai, os quais, segundo ele, sofreram com a mesma metodologia usada no país para afastar seus presidentes.

Oposicionistas protestaram contra a rápida mensagem do visitante aos senadores, que ocupou a mesa com a permissão do senador Paulo Paim (PT-RS), que presidia a sessão.

Com informações da Agência Senado.

Comentários encerrados.