Gleisi Hoffmann: “Não é impossível barrar o impeachment no Senado”

gleisi_hoffmannA senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em análise especial para o Blog do Esmael, disse nesta sexta-feira (22) que não é impossível vencer a batalha do impeachment no Senado. Segundo a parlamentar, a Casa ainda não tem conhecimento pleno da denúncia que veio da Câmara e por isso é mesmo um absurdo senadores fazerem declarações de que vão votar pela admissibilidade para discutir o mérito. “Um dos pressupostos do processo é a existência de crime de responsabilidade, o que não houve e pretendemos mostrar nesse início de trabalho da comissão”, afirmou.

“A maior qualidade dos que lutam é a resistência. Temos uma batalha difícil no Senado da República, mas ela não é impossível, nem tão pouco está decidida de véspera. Vamos usar todas as trincheiras, como disse a presidenta Dilma, para lutar, denunciar o golpe e resistir. O Senado sequer teve conhecimento pleno do conteúdo da denúncia que veio da Câmara, por isso é mesmo um absurdo senadores fazerem declarações de que vão votar pela admissibilidade para discutir o mérito. Um dos pressupostos do processo é a existência de crime de responsabilidade, o que não houve e pretendemos mostrar nesse início de trabalho da comissão.”

A senadora Gleisi Hoffmann também contestou a informação do Blog do Esmael segunda qual o PT estaria legitimando o golpe no Senado. “Vamos usar todas as trincheiras, como disse a presidenta Dilma, para lutar, denunciar o golpe e resistir”, repetiu.

14 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I simply want to tell you that I’m newbie to weblog and absolutely loved your blog site. Most likely I’m likely to bookmark your site . You amazingly come with exceptional posts. Kudos for sharing with us your web page.

  2. Um golpe bem planejado, articulado e executado por um partido que promoveu a ineficiência administrativa e aprofundamento da crise economica e politica do segundo governo Dilma e logo após a terra arrasada renunciam aos ministérios desejando aprofundar ainda mais a crise por eles prefabricada.

  3. Mas é difícil!!! Já vai dar dois terços na primeira votação pró-impedimento. Na verdade, só estão adiando a saída da presidenta. Ela não tem mais poder para governar!

    • Até que enfim um comentário sensato, que é do Sr Sergio Fernandes Stacheski. Acreditei que seria dificil passar pela Camara, agora no senado, sem chances. Votei na Sra Dilma, mas perdoem os que a apoiam, falar que é golpe e que não tem crime de responsabilidade é me chamar de idiota duas vezes, concordo plenamente com o Sr Sérgio: a presidenta Dilma não tem e nunca vai ter competencia para nos governar. Parabéns Sr Sergio

    • Ela já não tinha poder para governar Sérgio porque Cunha obstruíu todas as sessões, colocou a pauta bomba,enquanto Aécio, Serra e a oposição de direita pela frente política, o juíz Moro, Janot e Mendes pela via judicial e a Globo, Band, Veja e Folha pela via midiática tocavam fogo neste país. Acredito, como foi dito acima que este golpe tem sido planejado faz muito tempo,com financiamento internacional e o central, em jogo é o pré sal. Em segundo plano está o desmonte da CLT, bem vinda pela Fiesp que aderiu apenas ano passado ao golpe.Nunca reconhecerei o governo Temer, mas a luta precisa ser agora denunciando a queda da democracia e contra a privatização do pré sal, com Serra no ministério da Fazenda!!!

    • Meus caros petistas. Na verdade a presidente não tem nem poder e nem moral pra governar o nosso pais. Nem ela, nem Lula, nem o safado do Temer que aprontou junto e agora se faz de vitima, nem Eduardo Cunha, e muito menos Aécio, nós dos movimentos das ruas não estamos nem contra e nem a favor dos partidos e sim contra a corrupção.

  4. Campanha: DIRETAS NÃO!

    Senhoras e senhores, será que a ideia de diretas já realmente é nossa? Dos que não querem o golpe? Subestimei os golpistas e no domingo arrasaram. O acovardamento do Supremo, revelou me na verdade é que são cúmplices. Tanto que acredito q o julgamento q fizeram no dia 15 foi o aval p a massacrante votação de domingo. Enfim, acredito que conseguindo diretas, simplesmente legalização o golpe, pois estão com coringas em todas as instituições prontos para agirem conforme o senário.
    É alto o preço a pagar com a efetivação do golpe, mas temos que pagar se isso vai fazê los gravar seus nomes na história como golpe e ela não ser um vulto moribundo como Jânio, apesar de toda trabalho que nos dá para ajudá la.
    Pensei numa campanha no senado conforme abaixo:

    Quero sugerir uma campanha contra o golpe.
    Ao invés de, quando os senadores forem justificar o porquê são contra o impeachment e que o que esta ocorrendo é um golpe. Poderiam eles falarem não para a comissão,m as para os eleitores que apoiam o impeachment. E assim, esclarecer que são pedaladas de contas do mandato anterior e que todas as contas foram aprovadas pelo TCU e a outra acusação é do mandado de agora, são contas que ainda não estão em análise pois não fechou o período. Todos falando diretamente ao eleitor e esclarecendo as irregularidades das acusações sem mais mencionar que é golpe. Deixa que com os esclarecimentos deduzirão.
    Obrigada!

  5. Pedra preta e Marcio, a realidade e que depois desse GOLPE, muito bem CONSPIRADO, acredito que vem sendo desenvolvido a tempos., o que resta e a presidenta CONVOCAR ELEICOES DIRETAS E SE LULA VIR CANDIDATO ,E LULA LA…

  6. Greenwald denuncia a grande farsa por trás do golpe:

    http://www.vermelho.org.br/noticia/279740-1

  7. Prezada senadora, o presidente da comissão no senado é do partido interessado no afastamento da Dilma. Ainda, é favorável ao impecheament, mesmo que agora dizendo que está indeciso.
    O presidente do senador é do PMDB como a maioria dos senadores.
    De fato, nunca se pode desistir da luta. No entanto, a Dilma parece Alice no País das Maravilhas sendo julgada pela Rainha de Copas, ou seja, o júri só está esperando para cortar a cabeça, independentemente, do for alegado na “ampla defesa”.

  8. Qual o placar do Esmael dessa vez.

  9. O Senado em sua maioria são parte do golpe em primeira mão um dos mais picareta deste país,SENADOR aécio neves da cunha um perdedor que não se conforma pois fez tanto que mesmo assim perdeu não se conforma com o banda que lhe segue tem um grande peso,o Mérito a isso eles pouco se importam toda as verdades com as mentiras JUNTAS forma um mar de incertezas entre o jurídico e o POLITICO,o jurídico e o mérito,mas politico a isso e o mais interessante o golpe.